29/11/2016

Montes Claros vence Taubaté e sobe à 5ª posição na Superliga

O ginásio do Abaeté estava lotado e, diante da torcida, Taubaté queria manter a invencibilidade na Superliga Masculina. Mas, do outro lado da quadra, estava Montes Claros. Dispostos a estragar os planos dos paulistas, os mineiros fizeram uma excelente partida e conseguiram o que queriam. Surpreenderam os donos da casa e venceram o duelo por 3 sets a 1 (28/30, 20/25, 25/23 e 18/25), pela sexta rodada.
Vôlei Taubaté x Montes Claros Superliga Masculina (Foto: Rafinha Oliveira/Funvic Taubaté)Montes Claros surpreendeu Taubaté e, no ginásio do Abaeté, venceu os taubateanos (Foto: Rafinha Oliveira/Funvic Taubaté)
O oposto Luan, de Montes Claros, foi o destaque da partida, com 22 pontos marcados. O bom rendimento em quadra rendeu ao atleta o troféu Viva Vôlei, que é entregue ao jogador eleito o melhor da partida por voto popular.
Com o resultado, Montes Claros pula para a quinta colocação, com 12 pontos. Taubaté perde a chance de retornar à vice-liderança e fica em quarto lugar, com 14. Nesta quinta-feira, 1, os mineiros voltam a jogar. Às 21h55, encaram Campinas, em casa. O próximo compromisso dos taubateanos é no sábado, 3, contra o Sesi, às 19h30, no ginásio da Vila Leopoldina, em São Paulo.
O jogo
Montes Claros não se intimidou com o fato de jogar na casa lotada do Taubaté e se impôs no jogo assim que a partida começou. Sacando bem, e aproveitando os erros dos anfitriões, abriram vantagem no placar. O oposto Luan era quem comandava as ações ofensivas do time no período. Os taubateanos equilibraram a partida no decorrer do set e seguiram na cola dos visitantes. No 23º pontos, Taubaté empatou a partida. A partir daí, os times seguiram trocando pontos. Com 35 minutos de parcial, Montes Claros conseguiu dois pontos seguidos e venceu o período por 30 a 28.
Vôlei Taubaté x Montes Claros Superliga Masculina (Foto: Rafinha Oliveira/Funvic Taubaté)Montes Claros não se intimidou e se impôs no jogo assim que a partida começou (Foto: Rafinha Oliveira/Funvic Taubaté)
Os donos da casa começaram o segundo set melhores e abriram pequena diferença no placar. Mas Montes Claros não deixou a diferença ficar muito grande e logo encostou. Jonatan era um o destaque de Montes Claros da parcial e ajudava os visitantes a se manterem na cola. Com o passar do tempo, Montes Claros virou a partida, com o saque sendo a principal arma. Taubaté, que cometia erros, principalmente na recepção, não conseguiu segurar a reação dos mineiros e perdeu o set por 25 a 20.
o terceiro set começou equilibrado. Montes Claros chegou a liderar o placar no início, mas demonstrou ansiedade e começou a cometer alguns erros. Taubaté soube aproveitar, passou à frente e cresceu na partida. Os donos da casa seguiram à frente, mas, no fim do set, cometeram alguns erros e viram os visitantes empatarem e virarem o jogo (22 a 21). Taubaté pediu tempo técnico quando os mineiros passaram à frente. Após a pausa, a equipe taubateana conseguiu a virada e venceram o período por 25 a 23.
Montes Claros começou o quarto set disposto a fechar a partida neste período. Logo no primeiros minutos do período, abriu diferença de cinco pontos no início do set. Taubaté até chegou a diminuir a diferença, mas cometendo muitos erros e com rendimento bem abaixo dos últimos jogos, viu a equipe mineira dominar o período e voltar a ter vantagem de mais de cinco pontos no período. Assim, dominando o set do início ao fim, Montes Claros venceu 

Thunder vence Knicks e segue na liderança da Divisão Noroeste

Se Russell Westbrook está em quadra, o show é garantido. O armador do Oklahoma City Thunder não decepcionou na noite desta segunda-feira. Mesmo jogando fora de casa, ele teve mais uma grande atuação e liderou seu time à vitória sobre o New York Knicks por 112 a 103. Já cotado para MVP da temporada (Jogador Mais Valioso), Westbrook anotou seu oitavo triplo-duplo na NBA 2016/17, o 45º da sua carreira.
Russell Westbrook no jogo do Thunder contra os Knicks (Foto: Reuters)Russell Westbrook foi o destaque do jogo entre Thunder e Knicks (Foto: Reuters)
 Não foi à toa que Westbrook entrou para o Hall da Fama de Oklahoma neste mês. Com 27 pontos, 18 assistência e 14 rebotes, o armador chegou ao triplo-duplo pelo terceiro jogo seguido. Para se ter a dimensão do seu feito basta notar que sozinho ele anotou metade dos 16 triplos-duplos da temporada 2016/17. Alguém duvida que o jogador possa alcançar o recorde de 41 triplos-duplos em um só campeonato?
Na história da NBA, Westbrook mais uma vez se iguala a LeBron James na sexta colocação do ranking, com 45 triplos-duplos. O astro do Cleveland Cavaliers havia aberto vantagem na vitória do domingo sobre o Philidelphia 76ers.
Russell Westbrook no jogo do Thunder contra os Knicks (Foto: Reuters)Russell Westbrook conseguiu o terceiro triplo-duplo seguido, o oitavo da temporada (Foto: Reuters)
Apesar da grande atuação de Westbrook, o Oklahoma não teve vida fácil para conquistar o terceiro triunfo seguido. Os Knicks também tiveram uma estrela inspirada. Derrick Rose foi o cestinha da partida, com 30 pontos. Ele chegou a colocar o time da casa na frente durante boa parte do primeiro tempo. Só que o banco de reservas do Thunder contribuiu muito mais do que o dos Knicks. Em momento algum o Oklahoma conseguiu abrir grande vantagem, mas segurou a vitória.
Campanhas
Knicks: 8v, 9d
Thunder: 11v, 8d
Próximos jogos
Knicks: contra o Minnesota Timberwolves, fora de casa, na quarta-feira
Thunder: contra o Washington Wizards, em casa, na quarta-feira

28/11/2016

Inter de Milão derrota Fiorentina e volta a vencer no Italiano

A Fiorentina caiu hoje para nono lugar na liga italiana de futebol, depois de perder com o Inter de Milão por 4-2, em jogo da 14.ᵃ jornada da 'Serie A'.

Ainda sem João Mário em campo, a equipe da casa chegou aos 19 minutos a vencer por confortáveis 3-0 (gols de Marcelo Brozovic, aos três minutos, António Candreva, aos nove, e Mauro Icardi, aos 19).

Antes das equipes se recolherem aos balneários, Nikola Kalinic reduziu para os visitantes, aos 37 minutos.

Mesmo a jogarem com menos um (o argentino Gonzalo Rodriguez viu vermelho direto aos 45+1), a equipa comandada por Paulo Sousa ainda esboçou uma reação, reduzindo para a desvantagem mínima aos 62 minutos, por intermédio do esloveno Josip Ilicic.

Contudo, aos 90+1, novamente por Mauro Icardi, o Inter Milão 'selou' o resultado final, que interrompe a série de cinco jogos sem perder da Fiorentina na liga italiana.

Braga goleia Feirense e chega à 3ª colocação no Campeonato Português

O Sporting de Braga goleou hoje o Feirense por 6-2, num bom jogo de futebol que encerrou a 11.ª jornada da Primeira Liga, e isolou-se no terceiro lugar da tabela classificativa.

Os minhotos aproveitaram os deslizes do Vitória de Guimarães (perdeu em Tondela, 2-1) e do FC Porto (empate 0-0 no Restelo) e isolaram-se no terceiro lugar, a apenas um ponto do segundo, o Sporting, e a seis do líder Benfica.

Com Mauro, Xeka e Rui Fonte de regresso ao 'onze', a equipe de José Peseiro fez o seu jogo mais conseguido da temporada, com dois golos de Rui Fonte (08 e 42 minutos) e Wilson Eduardo (55 e 60), um de Hassan (22) e outro de Ricardo Horta (88).

Os 'fogaceiros' ainda empataram a partida com um gol contra de Rosic (13), mas desperdiçaram algumas boas oportunidades para marcar e só conseguiram atenuar a derrota com o segundo golo, por Platiny, aos 65, mostrando as muitas debilidades que fazem com que seja a pior defesa do campeonato.

O Braga inaugurou cedo o marcador, com Rui Fonte a fazer a recarga depois de um 'tiro' de Wilson Eduardo ao poste (08).

O Feirense não se atemorizou e saiu sempre com intenção e vários jogadores para o ataque e, aos 13 minutos, chegou ao empate com um autogolo de Rosic, que tentou cortar um centro da esquerda.

Aos 15 minutos, lance polémico na área bracarense, com Marcelo Goiano a cortar um centro com o braço, mas o árbitro, Bruno Esteves, nada assinalou.

O Feirense esteve muito perto do golo pouco depois: centro da direita de Tiago Silva e desvio de Karamanos a sair a centímetros do poste da baliza defendida por Marafona (18).

Mas foi o Braga a colocar-se de novo em vantagem, com Hassan, de cabeça, a corresponder da melhor forma a um centro de Wilson Eduardo (22).

Os minhotos só voltaram a criar perigo 20 minutos depois e não perdoaram, Ricardo Horta rematou com violência contra a cabeça do guarda-redes contrário, a bola regressou a Horta que serviu Rui Fonte para o terceiro dos minhotos.

Pouco após o reatamento, Karamanos antecipou-se a André Pinto, mas falhou clamorosamente apenas com Marafona pela frente (50).

Dois minutos depois, foi Ricardo Horta a desperdiçar uma boa chance para o Braga, mas o quarto golo dos da casa não demoraria, com Wilson Eduardo a converter uma grande penalidade, que puniu falta de Paulo Monteiro sobre Hassan (55).

O mesmo Wilson Eduardo 'engordou' a conta aos 60 minutos, tendo apenas que encostar, após assistência de Ricardo Horta da esquerda.

O Feirense reduziu aos 65 minutos por Platiny, que fez uma recarga fácil depois de Etebo ter enviado a bola ao poste num livre direto, mas seria Ricardo Horta a marcar o último golo da partida, ao rematar rasteiro à saída de Vana Alves após um grande passe de Xeka (88).

América se vinga e elimina o Chivas do Apertura mexicano 2016

Sem ser brilhante, mas com o suficiente, o América se vingou do Chivas Guadalajara, ao vencê-lo por 1-0 (2-1 global) e assim conseguiu se classificar para as semifinais do Torneio Apertura 2016 da Liga MX.

O atacante Oribe Peralta se encarregou de marcar o gol da vitória, aos 10 minutos do segundo tempo no estadio do Chivas.

Agora o América enfrentará na semifinal o Necaxa. Na outra semi medirão forças León vs Tigres.


Necaxa segura empate com Pachuca e vai à semifinal do Mexicano

O Necaxa beirou a perfeição esta noite no estadio Hidalgo, aguentou e "parou" o ataque do Pachuca para avançar às semifinais do Torneio Apertura 2016 da Liga MX, com um empate 0-0 (2-1 global).

Com a vantagem de 2-1 conseguida em Aguascalientes na quinta-feira passada, o quadro necaxista tinha que manter a vantagem contra o atual campeão do futebol mexicano e assim o fez, se classificando para as semifinais da Liga MX 2017.

Sorgi vence Gurmendi e avança em Punta del Este

Destaque nos challengers sul-americanos do mês de outubro, João Sorgi estreou bem no future de US$ 10 mil no saibro uruguaio de Punta del Este. O paulista de 23 anos e 377º do mundo fez 6/0 e 6/1 contra o argentino Alexis Gurmendi e agora enfrenta Juan Pablo Ficovich, também da Argentina.
Outro brasileiro que estreou nesta segunda-feira foi Lourenço Gasperini, que não teve a mesma sorte e perdeu por 6/1 e 6/0 para o cabeça 8 argentino Gonzalo Villanueva.
O principal nome do torneio é Caio Zampieri. Vindo de um vice-campeonato no saibro boliviano de Santa Cruz, o paulista estreia contra o argentino vindo do quali Alan Kohen.
Quatro membros da nova geração brasileira jogam o evento. O mineiro João Menezes desafia o cabeça 3 austríaco Michael Linzer, enquanto os gaúchos Rafael Matos e Orlando Luz e o paulista Marcelo Zormann pegam riviais argentinos. Orlandinho contra Oscar Ortiz, Zormann contra Camilo Carabelli e Maos contra Matias Callarami.
Brasileiros na Colômbia - Três jogadores brasileiros estreiam nesta segunda-feira no future de US$ 10 mil no saibro colombiano de Villavicencio. Nicolas Santos enfrenta o anfitrião Sebastian Gamez, Oscar Gutierrez pega o espanhol Aaron Cortez Alcaraz, enquanto André Miele joga contra o argentino Franco Feitt.

Vitoria vence Coritiba fora de casa e complica a vida do Internacional

O Vitória surpreendeu o Coritiba, em pleno estádio Couto Pereira, evenceu por 1 a 0, dando um grande passo para escapar do rebaixamento do Campeonato Brasileiro, complicando a vida de Internacional e Sport, adversários diretos na luta contra a degola. Com 45 pontos, o Leão está três pontos à frente do Colorado. Na 14ª colocação vem o Coxa, com 46 pontos, com chances reduzidas de chegar à Sul-americana.
O Rubro-Negro abriu o placar aos 10 minutos, com Marinho, que deixou a defesa coxa-banca para trás e marcou um belo gol no Alto da Glória, garantindo os três pontos mais importantes da equipe na competição.
Na última rodada, o Coritiba enfrenta a Ponte Preta, no domingo, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. Já o Vitória encara o Palmeiras, no mesmo dia, no Barradão, em Salvador.
O jogo – Precisando do resultado positivo na luta contra a zona de rebaixamento, o Leão começou a partida no ataque. Aos cinco minutos, marinho recebeu na área, partiu para cima da defesa e foi travado, ficando no chão pedindo impedimento. Um minuto depois, o atacante rubro-negro fez o levantamento e Kieza se esticou todo para tentar desviar, sem sucesso.
O Coxa tocava bola, mas não passava da intermediária. E, aos 10 minutos, ainda viu Marinho arrancar em velocidade, deixar três defensores para trás e bater para marcar um belo gol e abrir o placar no Alto da Glória. O gol acordou os donos da casa que, no entanto, seguiam com dificuldade para entrar na defesa baiana. Aos 18 minutos, Kazim cruzou pra Kléber e Fernando deixou a meta para interceptar.
Se o ataque não estava funcionando, Amaral tentou resolver com um chute de fora da área, aos 28 minutos, para defesa de Fernando Miguel. O goleiro rubro-negro voltou a salvar aos 32 minutos, parando chute de Kazim no cantinho. Aos 38 minutos, Marinho deu trabalho novamente para a defesa alviverde, fazendo fila e soltando o pé pela linha de fundo.
Para a segunda etapa, o Coritiba voltou com Vinicius no lugar de Iago. Logo no primeiro ataque, Kleber levou a bola e arriscou para fora. O time da casa cresceu na partida. Aos quatro minutos, Vinícius cobrou falta fechada e vinguem conseguiu desviar para as redes. Kazim levantou a torcida, aos nove minutos, partindo em velocidade e parando na recuperação de William Farias.
O jogo era confuso, com muitas paradas, ficando mais travado. Aos 12 minutos, Leandro chutou colocado e o goleiro do Leão foi buscar. Mais Alviverde no ataque, aos 20 minutos, com Vinícius servindo Leandro com um toque rasteiro pra uma finalização para fora, com perigo. A resposta veio na sequência, com Euller, que recebeu de Marinho e desviou para uma defesa difícil de Wilson.
Marinho era o grande nome do Vitória e também do jogo. Aos 30 minutos, o atacante cobrou falta venenosa, pela linha de fundo. O Coxa mostrava desanimo. Aos 37 minutos, o Gladiador ainda tentou girar o corpo e chutar na entrada da área, mas carimbou a defesa. Aos 43 minutos, Amaral pegou sobra de bola e assustou Fernando Miguel. Evandro, nos acréscimos, anda teve uma chance, mas furou.
FICHA TÉCNICA CORITIBA 0 X 1 VITÓRIA
CORITIBA: Wilson, Dodô, Walisson Maia, Nery Bareiro e Juninho; Amaral, Yan (Vinicius), Iago; Leandro, Kazim e Kleber
Técnico: Paulo César Carpegiani
VITÓRIA: Fernando Miguel; Norberto, Kanu, Victor Ramos e Euller; Willian Farias, Marcelo e Cárdenas; Marinho (Amaral), Kieza e Zé Love (David)
Técnico: Argel Fucks
Local: Estádio Major Antônio Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data: 28 de novembro de 2016, segunda
Horário: 20 horas (de Brasília)
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (Fifa-GO) e Cristhian Passos Sorence (GO)
Cartões amarelos : Leandro, Nery Bareiro, Yan (Coritiba); Kanu, Norberto, Victor Ramos e Kieza (Vitória)
Gol:
VITÓRIA: Marinho, aos 10 minutos do primeiro tempo

27/11/2016

Benfica goleia o Moreirense e segue na liderança do Campeonato Português

O Benfica segue mais líder do que nunca no Campeonato Português. Os Encarnados receberam o Moreirense neste domingo, no Estádio da Luz, e venceram por 3 a 0. Pizzi foi o grande nome da partida, com dois gols. Raúl Jiménez completou o marcador. 

Com o resultado, o Benfica foi a 29 pontos, contra 24 do Sporting e 22 do Porto. Já o Moreirense está na 16ª colocação, a primeira fora da zona do rebaixamento, com oito. 

No Estádio da Luz, o Benfica dominou o jogo inteiro e abriu o placar aos 32 minutos, com Pizzi. O meia voltou a balançar as redes aos 13 da etapa final. No fim, Raúl Jiménez deixou o dele e fechou o marcador. 

Na próxima rodada, o Benfica encara o Marítimo, fora de casa. Já o Moreirense recebe o Nacional.

Roma sofre, mas derrota o Pescara e assume a vice-liderança do Italiano

Neste domingo, a Roma assumiu a vice-liderança do Campeonato Italiano. Jogando em casa, a equipe da capital bateu o Pescara por 3 a 2, e manteve a caça à Juventus, primeira colocada da competição.

Com o resultado, a Roma chegou aos 29 pontos, mesma pontuação do Milan. Contudo, a equipe possuiu um saldo de gol maior do que os Rossoneros, ficando em segundo. A líder Juve aparece com 33. Já o Pescara não vive boa fase. O time tem sete pontos e é apenas o 18º colocado, primeira equipe que integra a zona de rebaixamento.

O resultado foi sendo construído no início do jogo. Jogando em casa, a Roma começou melhor e chegou ao primeiro gol aos seis minutos do primeiro tempo. Após cobrança curta de escanteio, Perroti cruzou na medida para Dzeko, que empurrou para o fundo das redes já desequilibrado.

A vantagem animou os donos da casa, que aumentaram o marcador três minutos mais tarde. Em jogada pela esquerda, Perroti novamente cruzou para Dzeko, que pegou de direita e marcou o segundo na partida.

No segundo tempo, o Pescara diminuiu. Aos 14 minutos, após rápido contra-ataque, Memushaj recebeu e bateu cruzado, recolocando os visitantes na partida.

Contudo, Perroti estava decidido a ser o homem da Roma no confronto. Aos 25, o camisa 8 marcou de pênalti, recolocando o time da capital em situação confortável no jogo.

O Percara mostrou que não estava morto e marcou o segundo aos 28. Após cruzamento para a área, a bola sobrou livre para Caprari, que estufou as redes. Chegando aos momentos decisivos da partida, os donos da casa administraram a vantagem e conquistaram a nona vitória no Italiano.

Os times voltam a atuar no próximo domingo, às 12 horas, pela 15ª rodada do torneio. A Roma encara a Lazio, fazendo o clássico da capital. Já o Pescara recebe o Cagliari.

PSG derrota Lyon e segue na cola do líder Nice

O PSG  segue na cola do Nice, querendo assumir a primeira colocação do Campeonato Francês. Jogando fora de casa, no Estádio Lumieres, os atuais campeões venceram o Lyon por 2 a 1, com gols de Cavani. Para os mandantes, Valbuena deixou sua marca. 

Com a vitória, o PSG segue na terceira colocação, mas agora com 32 pontos, um a menos que o líder Nice. Enquanto isso, o Lyon caiu para sétimo, com 22. 

Equipes voltam a campo pelo Campeonato Francês nesta quarta-feira, pela 15ª rodada da competição. O Lyon vai visitar o Nantes, às 16h, enquanto às 18h, o PSG encara o Angers, em casa. 

O JOGO 

Partida começou com as duas equipes brigando bastante pela posse de bola e quem assustou primeiro foi o Lyon, com Ferri, porém Thiago Motta estava atento e travou na hora do chute. O volante foi quem levou perigo primeiro a meta adversária. Ben Arfa cruzou na medida e o camisa 8 quase abriu o placar de cabeça.Lucas também tentou, mas acabou se atrapalhando na hora de chutar. 

Aos 27, Thiago Motta sofreu pênalti de Gonalons e na cobrança, Cavani bateu bem e balançou as redes. Mesmo jogando fora de casa, os atuais campeões franceses eram superiores na partida. 

Na volta para a segunda etapa, Valbuena que tinha entrado no intervalo balançou as redes e deixou tudo igual para o time da casa. Jogo era mais aberto e Lyon assustava com Lacazette e Fekir. Aos 36, Munier achou Cavani na área e o uruguaio só escorou para fazer o segundo. Lyon ensaiou uma pressão, mas os visitantes estavam bem armados e seguraram o resultado até o fim.

Barcelona empata com Real Sociedad e fica a 6 pontos do líder Real Madrid

O Barcelona sentiu mais uma vez a 'maldição' do Anoeta. Jogando em San Sebastián, os catalães fizeram um primeiro tempo para se esquecer, melhoraram na etapa final e ficaram no empate em 1 a 1 com a Real Sociedad. Foi a oitava partida sem vitória da equipe contra o rival basco atuando no estádio. O brasileiro Willian José marcou o gol dos anfitriões e Messi deixou tudo igual. 

O resultado deixa o Barcelona com 27 pontos, a seis do líder Real Madrid. As duas equipes se enfrentam no próximo sábado, no Camp Nou. Já a Real Sociedad está em quinto, com 23. 

O Barcelona teve uma atuação para se apagar no primeiro tempo contra a Real Sociedad. Apáticos e sonolentos, os catalães foram amplamente dominados pelos bascos, que não aproveitaram as chances criadas. Xabi Prieto perdeu duas boas oportunidades, uma defendida por Ter Stegen e uma cabeçada para fora. 

A Real Sociedad encurralava o Barça em seu próprio campo, impedindo a saída dos laterais Sergi Roberto e Jordi Alba. Rakitic atacava pouco e André Gomes estava muito apagado. O trio MSN aceitava a marcação dos bascos e não levava perigo ao gol de Rulli.

 Messi marca en Anoeta y se acerca a Cristiano en la carrera por ser el máximo goleador... 🔝 #RealSociedadBarça pic.twitter.com/bB3j6S3Vpd — LaLiga (@LaLiga) 27 de novembro de 2016
O único chute do Barcelona na etapa inicial foi aos 40 minutos com Suárez, em arremate de fora da área. 

A conversa de Luis Enrique no intervalo não fez o time mudar sua postura em campo. Nem a entrada de Denis Suárez na vaga de Rakitic deixou a equipe mais envolvente e ofensiva. Pior, seguia batendo cabeça na defesa. Em erro da zaga, Vela chutou para grande intervenção de Ter Stegen. Mas no rebote o brasileiro Willian José cabeceou para o fundo das redes, marcando o seu sétimo gol no Campeonato Espanhol. 

Em uma das poucas aparições no ataque até o momento, o Barcelona chegou ao empate. Neymar fez boa jogada pela esquerda e rolou para Lionel Messi fuzilar Rulli. O jogo ficou mais aberto. Suárez, impedido, teve um gol anulado.

 53' GOOOOOOOOOOOOOOOOOOLLLLLLLLLLLL!! 1-0 pic.twitter.com/Bdt8GCnhuC — Real Sociedad Fútbol (@RealSociedad) 27 de novembro de 2016
A Real Sociedad terá motivos de sobra para reclamar da arbitragem. Em linda finalização de Vela, a bola bate no travessão, quica na linha e Juamni completa para o fundo das redes. Piqué dava condição ao jogador do time basco, mas o bandeirinha marcou impedimento. 

Em dois lances, o Barcelona poderia ter virado. Denis Suárez partiu em velocidade, driblou Rulli, e chutou, mas Iñigo tirou em cima da linha e jogou para escanteio. Na cobrança, Mascherano desviou assustando o goleiro argentino. Mas a Real Sociedad tinha Vela. O mexicano fez linda jogada e acertou o poste de Ter Stegen, que estava vendido. As duas equipes seguiram buscando o segundo gol, que acabou não saindo.

NBA: Cavalliers vencem 76ers e lideram a Conferência Leste

Neste domingo, o Cleveland Cavaliers não teve vida fácil para garantir a 13ª vitória na temporada 2016/2017 da NBA. Fora de casa, os Cavs venceram o Philadelphia 76ers de virada, pelo placar de 112 a 108. Com o resultados, os atuais campeões seguem isolados na liderança da Conferência Leste, enquanto os Sixers amargam a lanterna.

Apesar de ótimas atuações de LeBron James, Kyrie Irving e Kevin Love, os Cavs começaram atrás no placar. No primeiro quarto, os donos da casa foram mais eficientes e venceram por 30 a 24. Os seis pontos de frente fizeram a diferença para os Sixers. No segundo quarto, ambas equipes marcaram 28 pontos, e o Philadelphia foi para o intervalo vencendo por 58 a 52.

Na etapa final, o Cleveland voltou melhor, e venceu o terceiro quarto por dois pontos de diferença. Contudo, a vantagem seguia com os donos da casa. O jogo, então, foi decidido na quarta parcial. Os atuais campeões se impuseram na partida e viraram o placar, assegurando a vitória.

O cestinha da partida foi Kyrie Irving, responsável por 39 pontos. Já Lebron James conseguiu mais um triplo-duplo na carreira, com 26 pontos, dez rebotes e 13 assistências. Além deles, Kevin Love e Tristan Thompson também foram decisivos para a vitória dos Cavs, ambos anotando duplo-duplo. Love conseguiu 25 pontos e 11 rebotes, enquanto Thompson alcançou 12 pontos e 12 rebotes.

Pelo lado dos 76ers, os destaques foram Joel Embiid, com 22 pontos e nove rebotes, e Jahlil Okafor, que finalizou com 14 pontos e nove rebotes.

O Cleveland volta a atuar na próxima terça-feira, quando encara o Milwaukee Bucks fora de casa. Já o Philadelphia viaja para enfrentar o Toronto Raptors, na segunda.

Delbonis derrota Karlovic e a Argentina conquista título inédito da Davis

O Frederico Delbonis passou de forma inapelável neste domingo por Ivo Karlovic e garantiu neste domingo para a Argentina o inédito título da Copa Davis, com vitória sobre a Croácia por 3 a 2, na casa do adversário.

O jogo entre os dois tenistas foi o último da final, forçado a partir da vitória de Juan Martín del Potro sobre Marin Cilic por 3 sets a 2, com parciais de 2-6, 7-5, 6-4 e 6-3, em quatro horas e 53 minutos de confronto.

Delbonis atropelou Karlovic em sets diretos, fechando o confronto com 6-3, 6-4 e 6-2, em duas horas, virando a série decisiva, que hoje começou com os croatas levando a melhor por 2 a 1, após vitória nas duplas.

A Argentina, com o resultado, levanta pela primeira vez o troféu da Davis, que é a competição por equipes de tênis masculino. Ao todo, 15 países conquistaram o título.

Além disso, esta foi a segunda vez na história do torneio que o campeão vence todos os confrontos fora de casa. A primeira vez aconteceu em 2001, com a França.

 EFE

Flamengo derrota o Santos e assume a vice-liderança do Brasileirão

O Flamengo venceu o Santos por 2 a 0, na noite deste domingo, no Maracanã, e assumiu a segunda colocação do Campeonato Brasileiro. Guerrero e Diego fizeram os gols. O Rubro-Negro controlou as ações da partida, apesar do Peixe ter maior domínio de bola. Os visitantes tiveram atuação burocrática para quem ainda sonhava com o título e foram inofensivos na maior parte do tempo. 

As remotas chances de título do Santos ficaram ainda menores logo aos cinco minutos do primeiro tempo. Guerrero aproveitou vacilo da defesa dos visitantes, recuperou bola e acertou um chute fortíssimo da entrada da área. A bola morreu no canto direito de Vanderlei, que nada pôde fazer. 

Após o gol, o Santos tentava se encontrar e distribuía passes sem objetividade. O Peixe sofria para criar lances de perigo e ainda cometida erros grosseiros na defesa. Já o Flamengo seguiu pressionando em jogadas de velocidade e quase ampliou em cabeçada de Gabriel, que explodiu no travessão. 

Em alguns momentos da primeira etapa, Diego e Lucas Lima, os grandes organizadores de seus respectivos times, travaram um duelo à parte pela disputa da bola. O santista parecia irritado com as decisões da arbitragem. Do outro lado, o rubro-negro abria espaços e distribuía bons passes para os companheiros. 

Após a parada técnica, na qual Dorival Júnior gesticulou muito, o Flamengo diminuiu um pouco o ritmo. O Santos, por sua vez, melhorou e chegou mais perto do gol, porém foi para o intervalo em desvantagem. 

Em resumo, o Santos teve muita posse de bola na primeira etapa, mas não conseguiu ser objetivo. O Flamengo, porém, foi eficaz. 

O segundo tempo começou com a mesma característica do primeiro, com o Rubro-Negro saindo em velocidade no contra-ataque, e o Santos pouco inspirado. Everton foi o autor das melhores jogadas do Flamengo, pela esquerda. 

Empurrado pela torcida, o time de Zé Ricardo sobrou na raça e teve boas chances para ampliar. Guerrero desperdiçou duas oportunidades claras. Os lances não fizeram falta porque Diego ampliou. Aos 39 minutos, ele completou cruzamento de Pará para o fundo da rede e deu números finais ao duelo. 

Na última rodada, o Santos recebe o lanterna América-MG, na Vila Belmiro, enquanto o Flamengo enfrenta o Atlético-PR, na Arena da Baixada. Se vencer, o Rubro-Negro carioca fica com a segunda colocação. O Peixe precisa vencer e torcer por empate ou derrota do time da Gávea. 

FICHA TÉCNICA FLAMENGO 2 X 0 SANTOS 

Local : Maracanã, Rio de Janeiro (RJ) 
Data-hora : 27/11/2016, às 17h (de Brasília) 
Árbitro : Eduardo Tomaz de Aquino Valadao (GO) 
Auxiliares : Alessandro R. de Matos (BA - Fifa) e Bruno R. Pires (BA - Fifa) 
Cartões: Não houve 
Público e renda : 33.924 pagantes; 37.615 presentes / R$ 1.601.982,00 
Gols : Guerrero, 5'/1° T (1-0); Diego, 39'/2°T (2-0) 

FLAMENGO : Alex Muralha, Pará, Réver, Rafael Vaz (Juan, 18'/2°T) e Jorge; Márcio Araújo, Willian Arão e Diego; Gabriel (Fernandinho, 45'/2°T), Everton e Guerrero (Leandro Damião, 40'/2°T) Técnico: Zé Ricardo. 

SANTOS : Vanderlei, Victor Ferraz, David Braz, Yuri e Zeca; Renato (Arthur Gomes, 37'/2°T) , Thiago Maia e Lucas Lima; Victor Bueno (Leo Cittadini, 15'/2°T), Copete e Ricardo Oliveira. Técnico: Dorival Júnior. 

São Paulo vence Bahia e se aproxima da final da Copa do Brasil sub-20

Horas após ser anunciado como novo técnico do São Paulo, Rogério Ceni já estava no Morumbi para acompanhar a equipe sub-20 do Tricolor paulista, que venceu o Bahia por 3 a 1, no primeiro jogo decisivo da Copa do Brasil da categoria. Com o resultado, a equipe comandada pelo técnico André Jardine pode até perder por um gol de diferença no jogo de volta, marcado para a próxima quinta-feira, no estádio de Pituaçu, em Salvador.

Ceni estava acompanhado de José Alexandre Médicis (vice-presidente de futebol), Diego Cabrera (coordenador técnico da base), do preparador de goleiros da base, Haroldo Lamounier e de Alexandre Pássaro (advogado do Tricolor). Para tentar não ser identificado, ele estava com um boné cinza. Quando os jornalistas se aproximaram para tentar entrevistá-lo, ele saiu andando rapidamente para outro setor do estádio.

Dentro de campo, o São Paulo conseguiu vantagem graças a grandes atuações de dois jogadores ofensivos no primeiro tempo: o meia Shaylon, autor de dois gols, e o atacante Pedro Bortoluzo, que abriu a contagem na etapa inicial. O Bahia, que marcou seu gol com Kanyan, levou perigo principalmente com as investidas de João Paulo, atacante que pertence ao time paulista e que está atuando por empréstimo na equipe baiana.

Shaylon Pedro Bortoluzo São Paulo (Foto: Reprodução/Twitter SaoPauloFC)

No intervalo, Ceni foi até o vestiário do time da casa para conversar rapidamente com o técnico André Jardine e os jogadores.

No segundo tempo, a equipe paulista manteve o domínio e soube administrar sua vantagem. Nas numeradas, os torcedores presentes (eram aproximadamente 800) começaram a cantar o nome do novo treinador são-paulino.

– O-le-lê, o-la-lá… O Mito vem aí, e o bicho vai pegar!

Aos 39 minutos do segundo tempo, o São Paulo teve a chance de aumentar sua vantagem, mas Foguete desperdiçou uma cobrança de pênalti, defendida por Deijair. Vale ressaltar que, antes da cobrança, vários jogadores ficaram discutindo para ver quem bateria.

Se vencer a Copa do Brasil, será o terceiro título da equipe sub-20 na temporada. Antes, o time havia conquistado a Taça Libertadores da América e a Copa Ouro. A base do time paulista ainda está na decisão do Campeonato Paulista da categoria, contra o Capivariano. O primeiro jogo será disputado no próximo domingo, no CT Laudo Natel, em Cotia.

Palmeiras vence Chapecoense e conquista o título do Campeonato Brasileiro

A longa espera de 22 anos do torcedor do Palmeiras acabou neste domingo, quando a equipe venceu a Chapecoense por 1 a 0, no Allianz Parque, em São Paulo, e conquistou o título do Campeonato Brasileiro com uma rodada de antecipação.

O gol isolado da partida foi marcado pelo lateral-direito Fabiano, aos 25 minutos do primeiro tempo. O troféu, no entanto, estava garantido bem antes do apito final, pois, no Maracanã, o Flamengo derrotou o Santos por 2 a 0.

O Palmeiras chegou aos 77 pontos no Brasileirão, sete a frente do time da Gávea, que assumiu a vice-liderança da competição. O Peixe, por sua vez, é terceiro com 68. O trio está garantido na fase de grupos da Taça Libertadores de 2017.

Com a unificação de competições feitas pela CBF, o Alviverde chegou a nove títulos nacionais. São duas Taças Brasil, em 1960 e 1967, o Roberto Gomes Pedrosa, em 1969, além dos Brasileirões de 1972, 1973, 1993 e 1994.

O jogo decisivo deste domingo, válido pela penúltima rodada, ainda teve o retorno do goleiro Fernando Prass, que, por lesão, ficou fora dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. O titular, que deu lugar a Jaílson em quase toda a campanha do título, entrou nos instantes finais, para erguer o troféu, na condição de capitão.

 EFE

Del Potro vira sobre Cilic e força 5º jogo na decisão da Copa Davis

O sonho da Argentina segue vivo em conquistar pela primeira vez a Copa Davis, maior competição de nações do tênis. Juan Martin Del Potro, 38º colocado, saiu abaixo 2 sets a 0, mas uniu forças para virar contra Marin Cilic, 6º, empatando a final em 2 a 2 em Zagreb.

Delpo, ex-top 4, impôs sua nona vitória em onze jogos contra o campeão do US Open de 2014, por 6/7 (7/4) 2/6 7/5 6/4 6/3 após 4h52min de batalha na lotada e empolgada arena com 15 mil pessoas.

Esta é a sexta vitória em quinze jogos no quinto set de Delpo que já havia batido Andy Murray em setembro na semifinal em cinco horas em Glasgow, na Escócia. É a primeira vez que ele vira um duelo perdendo por 2 a 0 na carreira.

Com o triunfo a Argentina empata em 2 a 2 o confronto decisivo da Copa Davis e a decisão ficará com Ivo Karlovic, 20º, e Federico Delbonis, 41º, se os capitães não optarem por mudanças.

A Argentina jamais venceu a competição com vices em 1981, 2006, 2008 e 2011. A Croácia foi campeã em 2005.

O jogo

Cilic começou com tudo, indo pra cima e vendo um Delpo nervoso, errático e conservador. Abriu 3/0, salvou cinco breaks para fazer 4/1, mas cometeu erro no backhand e cedeu o empate. Os saques falaram mais alto até o tie-break. O tenista da casa começou melhor, aplicando passadas, deixadas e slices com efetividade. Abriu 6 a 2, perdeu duas chances, mas fechou com bom backhand paralelo por 7/6 (7/4) em 1h14min.

A segunda etapa começou equilibrada,mas Delpo deu duas duplas-faltas, foi quebrado em 4/1 e tomou paralela para ser quebrado de novo. Cilic salvou dois breaks e fechou com belo voleio curto por 6/2.

Na terceira etapa Delpo seguiu acreditando, fez jogadaça no primeiro game com grand-willy lob winner e foi mantendo o saque. Teve um 15/40 salvo com dois aces seguidos por Cilic. O set seguiu serviço a serviço até Delpo abrir um 0/40 e fechar o set com bela jogada na rede por 7/5 em uma hora de set.

No quarto set os ânimos ficaram aflorados, a torcida participou ainda mais e o jogo foi indo saque a saque com Cilic se safando de chances de quebra com aces e bons serviços. No 4/4 um game apertado e o árbitro deu violação de tempo para a Argentina após uma longa troca e torcida incendiando o estádio. Em seguida Delpo cravou o saque, ficou em vantagem e proferiu palavras de baixo calão. O árbitro deu violação de código, o capitão argentino e Delpo reclamaram com o capitão croata. Após três minutos parados e dez de game, Delpo confirmou e jogou tudo e mais um pouco no game seguinte com direita firme para fechar a parcial com quebra em 6/4.

Na quinta parcial Cilic saiu quebrando com dupla-falta do sul-americano, mas Delpo, na raça, virou e o jogo caminhou game a game até Delpo colocar pressão, conseguir a quebra para fechar com muita coragem por 6/3. Emocionado, ele chorou na entrevista pós-jogo e vibrou muito com a inflamada torcida argentina.

Com gol no fim, Gil Vicente vence Porto B e se afasta do Z-6

Um gol de Avto, a quatro minutos do fim, garantiu hoje a vitória em casa do Gil Vicente sobre o FC Porto B, em encontro da 16.ª jornada da II Liga portuguesa de futebol.

No Estádio Cidade de Barcelos, o Gil Vicente conseguiu uma vitória sofrida num jogo intenso entre duas equipes que se bateram bem, mas foram pouco incisivas no último terço do terreno.

A prova disto é que as únicas situações complicadas para os guarda-redes na primeira foram causadas por remates de longa distância. A mais clara aconteceu aos 34 minutos, com Alphonse a obrigar João Costa a defesa apertada para evitar o golo dos barcelenses.

Na segunda parte os donos da casa apareceram dispostos a chegar ao golo e, aos 56 minutos, Avto teve uma excelente jogada pela esquerda, mas o remate saiu por cima.

À entrada dos últimos trinta minutos os portistas assumiram o domínio da partida mas raramente criaram situações de perigo. Os gilistas, por seu lado, recuaram para o seu meio campo e só a espaço desciam à área contrária, e quando o faziam era com passes longos para o desamparado Abou Toure.

Quando nada o fazia prever, e contra a corrente do jogo, Avto aproveitou uma defesa incompleta de João Costa, após um primeiro remate seu, para apontar o golo que valeu a conquista dos três pontos.

Com este resultado, o Gil Vicente subiu ao 10.º lugar, com 20 pontos, os mesmos do FC Porto B, que é 12.º

Celtic goleia Aberdeen e é campeão da Copa da Liga escocesa


Escócia: Celtic vence final da Taça da Liga e conquista 100.º troféu

O Celtic conquistou hoje o 100.º troféu da sua história também centenária (129 anos), ao vencer por 3-0 o Aberdeen na final da Copa da Liga escocesa de futebol, realizada em Glasgow.

O meia australiano Tom Rogic inaugurou relativamente cedo o marcador, aos 16 minutos, e James Forrest aumentou a vantagem do Celtic aos 37, cabendo ao avançado francês Moussa Dembele fechar a contagem já na segunda parte, aos 64, na marcação de uma grande penalidade.

O treinador Brendan Rodgers conquistou o primeiro troféu da carreira, mas o Celtic, pentacampeão escocês e líder destacado do campeonato desta época, mantém aberta a perspetiva de conquistar o ‘treble’ (título de campeão, vencedor da Copa da Escócia e da Copa da Liga).

Gent vence Kortrijk e segue em quarto na Bélgica

O Gent venceu hoje por 3-0 na receção ao Kortrijk, em jogo da 16.ª jornada da Liga belga.

O francês Perbet, aos 30, o brasileiro ex-Sporting Renato Neto, aos 54, e o israelita Saief, aos 82, marcaram os golos do Gent, frente ao Kortrijk, que alinhou com o português Joãozinho a tempo inteiro.

O Gent segue no quarto lugar do campeonato, com os mesmos 30 pontos do terceiro, o Club Brugge, adversário do FC Porto na 'Champions', e do Charleroi, quinto, todos a três do líder Zulte-Waregem, que ainda hoje vai jogar ao terreno do Standard Liège.

No Grupo H da Liga Europa, o Gent ocupa o terceiro lugar, com cinco pontos, menos um do que os bracarenses, com quem disputam a qualificação para os 16 avos de final.

Na sexta e última jornada da 'poule', o Sporting de Braga vai defrontar os ucranianos do Shakhtar Donetsk, que já asseguraram o primeiro lugar, enquanto os belgas vão enfrentar os turcos do Konyaspor.

Olympiacos empata com Kerkyra e segue na liderança na Grécia

O Olympiacos concedeu hoje o primeiro empate no campeonato grego de futebol, ao limitar-se a um ‘nulo’ na receção ao Kerkyra, em jogo da 12.ª jornada da prova.

Apesar do empate sem gols frente ao nono classificado, o Olympiacos, campeão grego nas últimas seis temporadas, manteve-se no comando da prova, com cinco pontos de vantagem sobre o Giannina, que no sábado se impôs ao Veria FC, por 2-0.

O médio André Martins, um dos três jogadores portugueses que integram o plantel do Olympiacos, em conjunto com o defesa Diogo Figueiras e o avançado Gonçalo Paciência, foi suplente utilizado por Paulo bento, tendo entrado em campo aos 57 minutos.

Nice empata com Bastia e segue na liderança da Ligue 1

O Nice empatou hoje em casa a 1-1 com o Bastia, para a 14.ª jornada, mas, mesmo assim, recuperou a liderança da Liga francesa de futebol, embora com apenas um ponto de vantagem sobre o Mónaco, de Leonardo Jardim.

Alassane Plea marcou para o Nice aos 11 minutos, mas Enzo Crivelli, aos 60, empatou para o Bastia, que impôs ao atual líder o seu terceiro empate no campeonato, obrigando-o a ceder terreno para os mais diretos opositores.

O Mónaco, que no sábado goleou o Marselha, por 4-0, e tinha assumido a liderança provisória, está agora a um ponto do Nice, uma diferença a que pode também ficar o Paris Saint-Germain, se vencer hoje no terreno do Lyon.

O Saint-Étienne venceu em casa do Angers, por 2-1, recuperando com golos do guineense Florentin Pogba, aos 39 minutos, e do marroquino Oussama Tannane, aos 77, a desvantagem imposta pelo golo do costa-marfinense Nicolas Pepe, aos 18.

Hertha Berlim faz 2 a 1 no Mainz e assume a 3ª posição na Alemanha

O Hertha Berlim manteve hoje a sua invencibilidade em casa na Liga alemã de futebol, ao vencer o Mainz por 2-1, num jogo da 12.ª jornada em que ambas as equipes acabaram com dez.

O Estádio Olímpico de Berlim continua a ser talismã para o Hertha que aumentou para seis a série de jogos consecutivos a vencer em casa nesta temporada e, assim, subiu ao terceiro lugar da Bundesliga.

O Mainz pareceu disposto a colocar um ponto final na invencibilidade caseira dos berlinenses, graças ao gol de Aaron Seydel aos 25 minutos, no entanto Vedad Ibisevic tinha um plano diferente.

O avançado bósnio marcou pela primeira vez aos 36 minutos e ‘bisou’ aos 67, antes de ser expulso por acumulação de amarelos (74), já depois de Jean-Philippe Gbamin também ter deixado o Mainz reduzido a dez (62).

O triunfo permite ao Hertha subir ao terceiro lugar da tabela classificativa, com 24 pontos, menos seis do que o líder Leipzig e menos três do que o segundo classificado, o Bayern Munique.

No outro encontro da 12.ª jornada da Bundesliga hoje disputado, o Schalke 04 venceu o Darmstadt por 3-1 para fixar-se no meio da tabela.

A jogar em casa, a equipa de Gelsenkirchen permitiu o golo dos visitantes, por intermédio de Marcel Heller logo aos seis minutos, mas não perdeu o foco para inverter o resultado.

Sead Kolasinac empatou aos 26 minutos e, dois minutos depois, Maxim Choupo-Moting podia ter feito o segundo, de grande penalidade, mas o guarda-redes Michael Esser negou-lhe o golo.

O camaronês redimiu-se da ocasião desperdiçada aos 60 minutos, ao fazer o 2-1. O triunfo do Schalke 04, que é oitavo com 17 pontos, os mesmos que o Mainz que é nono, foi confirmado por Alessandro Schopf, ao minuto 90.

Com a derrota, o Darmstadt salva-se por pouco da zona da despromoção, sendo 15.º, com oito pontos.

Atlético Madrid derrota Osasuna e entra no G-4 da Liga BBVA

Dois gols em dois minutos bastaram para que o Atlético de Madrid garantisse hoje a vitória sobre o Osasuna (3-0), em jogo da 13ª jornada da Liga espanhola de futebol, e se reaproximasse provisoriamente do FC Barcelona.

No Estádio El Sadar, em Pamplona, a equipa da casa poderia ter escrito uma história diferente, caso Roberto Torres não tivesse desperdiçado uma grande penalidade, logo aos 14 minutos.

Com o ‘bónus’ de jogar antes do FC Barcelona, que ainda hoje visita a Real Sociedad, o Atlético de Madrid sacudiu a pressão da perseguição ao terceiro classificado, com dois minutos de glória: primeiro, foi Diego Godin a encontrar o caminho do golo, aos 36 minutos, com Kevin Gameiro a fazer o 2-0 na jogada seguinte.

Quando o encontro da 13.ª jornada já caminhava para o apito final e a vitória dos visitantes estava bem segura, Yannick Carrasco protagonizou um momento de inspiração individual para o 3-0 (90 minutos).

O triunfo frente ao Osasuna permite aos ‘rojiblancos’, que contaram com o português Tiago no onze inicial, fixar-se no quarto lugar da Liga espanhola, com 24 pontos, menos dois do que o terceiro classificado, o FC Barcelona.

O Atlético de Madrid espera agora por um deslize dos catalães na viagem ao País Basco para ficar mais perto do pódio do campeonato, que é comandado pelo Real Madrid, com 33 pontos, com o Sevilha a ser segundo, com 27.

Genoa vence Juventus em casa e se recupera no Italiano

A Juventus, pentacampeã italiana de futebol, perdeu hoje na visita ao Genoa, por 3-1, em jogo da 14.ª jornada, e ficou com quatro pontos de vantagem sobre o segundo classificado, o AC Milan.

A formação do português Miguel Veloso, que ficou de fora da ficha de jogo, chegou à vantagem com dois gols do argentino Giovanni Simeone, filho do treinador do Atlético de Madrid, aos três e 13 minutos, e um gol contra do ex-FC Porto Alex Sandro, aos 29, antes de o bósnio Miralem Pjanic reduzir para a 'vecchia signora', aos 82.

Com este desaire, a formação de Turim permanece na liderança, com 32 pontos, mas deixou o AC Milan, que no sábado goleou no terreno do Empoli (4-1), a quatro pontos, os mesmos a que pode ficar a Roma, caso vença ainda hoje na receção ao Pescara.

A Lazio ascendeu provisoriamente ao terceiro lugar, com 28 pontos e ultrapassando a rival citadina, ao vencer na visita ao Palermo, por 1-0, com um golo do médio sérvio Milinković-Savić, aos 31 minutos.

O português Bruno Fernandes marcou aos 72 minutos o golo do empate 1-1 da Sampdoria no terreno do Crotone, que se tinha adiantado no marcador com um tento de Diego Falcinelli, aos 43.

Além de Bruno Fernandes, que entrou em campo aos 52 minutos, a formação genovesa contou ainda com o luso Pedro Pereira a tempo inteiro, tal como Bruno Alves no triunfo caseiro do Cagliari frente à Udinese, por 2-1.

O emblema da Sardenha marcou primeiro, pelo brasileiro Diego Farias, aos 35, na conversão de uma grande penalidade, a Udinese empatou, aos 51, pelo francês Fofana, mas Sal, aos 58, sentenciou o encontro.

A Atalanta subiu provisoriamente ao quarto posto, com 28 pontos, ao vencer por 2-0 em Bolonha, graças aos golos de Masiello, aos 15, e do esloveno Jasmin Kurtic, aos 68.

Décamps vence Oliel e fatura título no México

A grande semana de Gabriel Décamps no saibro mexicano de Mérida foi coroada com a conquista da Yucatan Cup, torneio ITF G1 no circuito mundial juvenil. O paulista de 17 anos venceu o cabeça 2 israelense Yshai Oliel, 28º do ranking, por 6/3, 4/6 e 6/3 na noite de sábado.

Cabeça 7 do torneio, o jovem de 1,93m venceu os dois principais favoritos na competição. Isso porque nas quartas de final ele conseguiu uma grande vitória sobre o sérvio Miomir Kecmanovic, que é o número 1 do raking mundial juvenil.

Décamps tinha uma motivação extra para a final e dedicou a conquista ao avô, que ele perdeu há poucos dias.

O título rende 150 pontos para o Décamps, que certamente irá bater seu recorde pessoal. Lembrando que ele ainda descarta 30 pontos do último resultado válido de simples para o ranking. Atual 49º colocado e ex-número 33, o pupilo de William Kyriakos irá aparecer entre os trinta melhores jogadores do mundo em sua categoria.

A campeã da chave feminina foi a americana filha de russos Amanda Anisimova. A jogadora de apenas 15 anos já é top 5 no ranking com atletas até três anos mais velhas e entrou como cabeça 1 para vencer a final contra a britânica Jodie Anna Burrage por 6/2 e 6/1.

Copenhagen vence Lyngby e segue na liderança do Campeonato Dinamarquês

O FC Copenhagen venceu hoje na visita ao Lyngby, por 1-0, reforçando a liderança da Liga dinamarquesa de futebol.

O gol solitário de Youssef Toutouh, aos 11 minutos, bastou para o FC Copenhaga vencer o encontro da 18.º jornada e aumentar, provisoriamente, a diferença para o segundo classificado, o Brondy, que tem 32 pontos, menos 12 do que o líder.

Os dinamarqueses são terceiros classificados do Grupo G da Liga dos Campeões, com seis pontos, estando a dois do segundo lugar dos portistas, com quem empataram na última terça-feira (0-0).

O agrupamento é liderado pelo Leicester, com 13 pontos. Os ingleses visitam o Estádio do Dragão (Porto), na sexta e última jornada do Grupo G, enquanto o FC Copenhaga defronta o Club Brugge.

Sevilla vence o Valência e assume a vice-liderança provisória do Espanhol

O Sevilha ascendeu hoje, provisoriamente, ao segundo lugar da Liga espanhola de futebol, ao vencer na 13.ª jornada em casa o Valência, que somou o quinto encontro consecutivo sem triunfar.

Sem o português Daniel Carriço, o Sevilha adiantou-se no marcador aos 53 minutos, com um golo na própria baliza do argentino Ezequiel Garay, ex-Benfica.

O lateral português João Cancelo, que, tal como Nani, esteve no ‘onze’ do Valência, fez a assistência para o golo do empate, apontado, aos 65 minutos, três depois de entrar, por Munir.

O Sevilha acabaria mesmo por garantir o triunfo, pelo argentino Nico Pareja, aos 75 minutos, passando a somar 27 pontos, a seis do Real Madrid e com mais um do que o FC Barcelona, que visita no domingo a Real Sociedad.

Com dois golos de Cristiano Ronaldo (05 e 18 minutos), o Real Madrid venceu o Gijon, por 2-1, com os visitantes a reduzir por Carmona (35) e a desperdiçarem uma grande penalidade por Dujan Cop, aos 78.

O Espanyol subiu ao 10.º posto, com um triunfo por 3-0 sobre o Leganés (15.º), com os três golos a serem marcados na segunda parte, por Gerard Moreno (47) e Pablo Piatti (51 e 88).

No primeiro encontro do dia, o Málaga, nono posicionado, bateu o Deportivo da Corunha, 17.º, por 4-3.

Porto empata com Belenenses e chega ao quarto jogo seguido sem vitória

Um FC Porto parco em ideias somou hoje o quarto jogo consecutivo sem vencer, e o terceiro em ‘branco', ao ceder um nulo (0-0) na visita ao Belenenses, na 11.ª jornada da Primeira Liga.

Os ‘azuis e brancos', que sentiram a insatisfação dos adeptos no final do jogo, voltaram a demonstrar pouco futebol para um candidato ao título e levam apenas uma vitória nos últimos seis jogos oficiais (diante do Club Brugge), acabando por falhar a previsão do seu treinador, Nuno Espírito Santo, que na véspera tinha dado como certo o regresso às vitórias e aos golos, em Belém.

Desta forma, os ‘dragões', que já deixaram ‘fugir' o Sporting no segundo posto, podem ficar a sete pontos do líder Benfica, que no domingo recebe o Moreirense, e inclusivamente até podem terminar a ronda no quinto lugar, caso Vitória de Guimarães e Sporting de Braga vençam as respetivas partidas.

Apesar do nulo (0-0) em Copenhaga, o técnico dos ‘azuis e brancos' apresentou o mesmo ‘onze' que iniciou o encontro da Liga dos Campeões, mantendo Otávio e Óliver no meio-campo, enquanto André Silva contou com o apoio de Diogo Jota e Corona na frente de ataque.

Já o conjunto de Belém, que tinha disputado o último encontro oficial há três semanas, frente ao Feirense, não pôde contar com o capitão Gonçalo Brandão nem com o castigado Palhinha, que foram substituídos por Gonçalo Silva e Rosell, respetivamente.

O Belenenses começou por ameaçar no arranque da partida, num remate de Gerso que saiu ao lado, o mesmo sucedendo na resposta do FC Porto, que também atirou fora do alvo, por intermédio de Otávio.

Depois do primeiro aviso do extremo guineense, os lisboetas quase inauguraram o marcador, pouco depois dos 10 minutos, quando André Sousa arriscou de fora da área e viu a bola embater no poste.

Ainda assim, a grande ocasião do primeiro tempo pertenceu aos ‘dragões', à passagem dos 20 minutos: Corona deixou Óliver na ‘cara' de Joel Pereira, mas o espanhol, em posição privilegiada, preferiu assistir André Silva e permitiu que Domingos Duarte se antecipasse e cortasse o lance de golo iminente.

À medida que o tempo ia passando e com a chuva a não dar tréguas, o terreno de jogo foi ficando cada vez mais pesado, sendo que, até ao intervalo, houve apenas mais um lance digno de registo, na sequência de uma falha de Casillas, que acabou por não ter consequências de maior para a baliza portista, porque Fábio Sturgeon falhou o alvo por completo.

No regresso do descanso, foi novamente o Belenenses a dar o primeiro aviso, por Abel Camará, mas, com o passar dos minutos, o conjunto do Restelo foi caindo de produção e permitiu que o FC Porto jogasse mais no meio-campo ofensivo e mais próximo da baliza à guarda de Joel Pereira.

De resto, aos 55 minutos, os portistas quase fizeram o primeiro, não fosse o corte providencial de Florent em cima da linha de baliza, depois de Felipe ter saltado mais alto do que toda a concorrência, na sequência de um canto.

Com poucas ideias para ‘romper' a organização dos lisboetas, Nuno Espírito Santo lançou Depoitre para fazer dupla com André Silva, mas, ainda assim, os ‘azuis e brancos' continuaram a ter dificuldades para chegar ao golo.

Por seu lado, a equipa de Belém ia conseguindo os seus intentos, razão pela qual Quim Machado apenas fez a primeira substituição aos 78 minutos, pouco antes de Abel Camará obrigar Casillas a defesa apertada para segurar o nulo.

Nos instantes finais, o FC Porto já jogava mais com o coração do que com a cabeça, só que poderia mesmo ter desbloqueado o nulo, mas André Silva não conseguiu bater a oposição de Joel Pereira.

26/11/2016

Paula vence Segue por abandono e fatura título em Santiago

A brasileira Paula Gonçalves conquistou neste domingo o título do torneio de Santiago, válido pelo circuito da ITF, em final interrompida pelo abandono da chilena Daniela Seguel, que recebeu na quadra a notícia da morte do pai.

A tenista da casa, cabeça de chave número 2, venceu o primeiro set por 6-4. Na segunda parcial, quando levava a melhor por 2-1, Jorge Seguel, passou mal e desmaiou nas arquibancadas, de onde acompanhava a filha.

O confronto seguiu, enquanto o pai da chilena era encaminhado para um hospital de Santiago. Logo depois, com o placar do segundo set marcando 4-4, Daniela foi informada do falecimento.

A número 233 do ranking mundial começou a chorar ainda em quadra e foi consolada por Paula. Em seguida, o juiz da partida pediu para que as tenistas reiniciassem a final, mas Daniela afirmou não estar em condições de seguir.

Com isso, a vitória foi dada para a brasileira, que conquistou assim o primeiro título na temporada e o quinto na carreira no circuito da ITF, menor em importância do que o da WTA.

 EFE

Milan goleia o Empoli fora de casa e assume a vice-liderança do Italiano

Milan goleou o Empoli por 4 a 1 no Stadio Carlo Castellani e assumiu provisoriamente a segunda posição do Campeonato Italiano. Os Rossoneri agora torcem por um tropeço da Roma, que joga contra o Pescara, neste domingo, às 17h45 (de Brasília). Já os donos da casa permanecem na 17ª posição. 

O Milan precisou de 14 minutos para abrir o placar. Jogada na direita, Lapadula recebeu o passe de Juraj Kucka no meio da área e chutou para o gol, fazendo 1 a 0. Menos de dois minutos depois o Empoli deixou tudo igual. Passe longo da direta na área, o goleiro saiu e espalmou nos pés de Saponara, que só precisou empurrar e fazer 1 a 1. 

Na segunda etapa, logo aos 15 minutos Abate deu passe pelo lado direito e Suso finalizou, fazendo 2 a 1. O Milan ainda aumentou a vantagem aos 19, Bonaventura fez boa corrida e chutou, Andrea Costa desviou e fez contra. 3 a 1 para os Rossoneri. 

Aos 32, os visitantes ampliaram o marcador logo após Suso ter um gol anulado por impedimento. Lapadula fez o seu segundo no jogo e o quarto do Milan. A partir daí foi só administrar ainda mais a vantagem e sair com os três pontos do Carlo Castellani. 

Na próxima rodada, o Milan encara o lanterna Crotone, dia 4 de dezembro, às 9h30 (de Brasília) no San Siro. Já o Empolo visita o Sassuolo, dia 4, às 12h (de Brasília).

TORINO VENCE E SOBE PARA QUARTO 

O Torino venceu o Chievo Verona por 2 a 1, no jogo que abriu a 14ª rodada da Serie A. Com o resultado, o time do goleiro Joe Hart subiu, provisoriamente, para o quarto lugar, que dá uma vaga na Liga Europa. Agora, a torcida é contra Lazio e Atalanta, que tem os mesmos 25 pontos, mas um jogo a menos. 

Iago Falque foi o grande destaque do jogo e marcou os dois gols do Torino aos 36 e 38 minutos do primeiro tempo. O Chievo, que terminou o jogo com dez jogadores após a expulsão de Fabrizio Cacciatore, diminuiu aos 41, com Roberto Inglese.

Jeonbuk Hyundai empata com Al-Ain e conquista a Liga dos Campeões da Ásia

Jeonbuk estará no Mundial de Clubes (Foto: Nezar Balout/AFP)
O Jeonbuk Hyundai, da Coreia do Sul, garantiu sua vaga no Mundial de Clubes de 2016, após conquistar a Liga dos Campeões da Ásia, neste sábado. A equipe levou a melhor sobre o Al-Ain, dos Emirados Árabes Unidos, após empate por 1 a 1 e estará no Japão em dezembro.
A partida terminou empatada, e os coreanos haviam feito 2 a 1 na ida. Assim, a igualdade foi suficiente para o segundo título continental do clube. O Jeonbuk levantou a taça também em 2006.
Jeonbuk estará no Mundial de Clubes (Foto: Nezar Balout/AFP)
Han Kyo-won abriu o placar para o time da Coreia, mas logo depois Lee Myung-joo deixou tudo igual. O brasileiro Douglas ainda teve a chance de virar para o Al-Ain, mas acabou desperdiçando pênalti. Assim, os coreanos garantiram o título e a segunda participação em Mundiais de Clubes.
No Japão, o Jeonbuk encara o América, do México, no dia 11 de dezembro, em Osaka. Curiosamente, na primeira participação do clube, em 2006, foram justamente os mexicanos que eliminaram os coreanos, vencendo por 1 a 0.
Se conseguir avançar e chegar à semifinal do Mundial, a equipe asiática terá o poderoso Real Madrid, campeão europeu de 2016, pela frente, no dia 15, no Estádio Internacional de Yokohama.

Brasília vence Liga Sorocabana fora de casa no NBB

Na tarde deste sábado, o Brasília conquistou a quinta vitória em seis jogos na temporada 2016/2017 do NBB. O time da capital nacional não teve vida fácil, mas venceu a Liga Sorocabana, fora de casa, por 73 a 66.

Jogando em casa, a Liga Sorocabana começou melhor, vencendo os dois primeiros quartos e indo para o intervalo liderando por 35 a 29.

Na etapa decisiva, os donos da casa aumentaram para dez pontos a diferença, indicando que garantiriam a vitória. Porém, o Brasília fez um último quarto arrasador, marcou 28 pontos, em comparação ao time paulista, que só fez 11. Assim, os visitantes viraram o placar e garantiram a vitória.

Com o resultado, o Brasília chegou à quinta vitória em seis jogos, e segue forte na competição. Já a Liga Sorocabana soma dois triunfos e três revezes.

Na próxima quarta-feira, o Brasília recebe o Pinheiros, às 20 horas. Já a Liga Sorocabana volta a atuar na quinta, quando encara o campeão Flamengo fora de casa, às 20 horas.

 

Rio Ave vence Vitória de Setúbal fora de casa na estreia de Luís Castro

O Rio Ave venceu em casa do Vitória de Setúbal por 1-0, na estreia do seu novo treinador, Luís Castro, jogo que inaugurou a 11.ª jornada da I Liga de futebol.

Os vila-condenses marcaram o único gol ainda na primeira parte, aos 18 minutos, por Filipe Augusto, tendo assim interrompido uma série de sete jogos sem vencer para o campeonato - o último triunfo foi na receção ao Sporting -, enquanto os sadinos viram interrompido um ciclo de seis jogos consecutivos sem perder.

A vitória deixa o Rio Ave instalado no sétimo posto com 14 pontos, os mesmos que o Desportivo de Chaves, sexto, enquanto o Vitória desce ao nono posto com 13 pontos.



Definidos os grupos da Copa das Confederações 2017

O sorteio da Copa das Confederações ditou, este sábado, que Portugal vai integrar o grupo da Rússia na competição.

O sorteio da Copa das Confederações 2017 definiu este sábado que Portugal vai ter pela frente a anfitriã Rússia, a complicada seleção do México e a desconhecida Nova Zelândia, no primeiro duelo de sempre com a formação da Oceânia.

Colocada no Grupo A, a seleção lusa, que aparece pela primeira vez na competição e com o estatuto de campeão europeu, estreia-se a 18 de junho, em Kazan, perante o México, vencedor da Gold Cup da CONCACAF (América do Norte, Central e Caraíbas).

Naquele que será o quarto confronto, segundo oficial, entre as duas equipas, Portugal vai ter pela frente jogadores conhecidos como Herrera, Layún e Corona, do FC Porto, e Raúl Jiménez, do Benfica.

A formação nas 'quinas' nunca perdeu com os mexicanos e no único duelo oficial, na fase de grupos do Mundial 2016, venceu por 2-1, com golos de Maniche e Simão Sabrosa. Em 2014, num particular, Portugal venceu por 1-0 e em 1969, também num 'amigável', a duas equipas empataram a zero.

Segue-se a Rússia no dia 21 de junho, em Moscovo, naquele que promete ser o encontro mais complicado da seleção lusa na fase de grupos, já que nunca bateu os russos no seu terreno e também nunca marcou qualquer golo. O melhor que Portugal conseguiu foi um 'nulo' em 2005, na fase de apuramento para o Mundial2006.

O último encontro ocorreu em novembro de 2015, num particular que serviu de preparação para a fase final do Euro2016 e terminou com um triunfo dos russos por 1-0, em Krasdonar.

Portugal encerra a sua participação no Grupo A a 24 de junho, em São Petersburgo, perante a Nova Zelândia, naquele que à partida será o rival mais acessível do agrupamento.

Pela primeira vez, a seleção lusa vai defrontar os neozelandeses, que vão somar a quarta participação na Taça das Confederações, embora nunca tenha registado qualquer triunfo. O melhor que alcançaram foi um empate, na edição de 2009, na África do Sul, perante o Iraque (0-0).

Ao todo, a Nova Zelândia, que terminou sempre na oitava e última posição, regista sete derrotas e um empate, com dois golos marcados e 24 sofridos.

No Grupo B, o sorteio juntou Alemanha, Chile, Austrália e o representante africano, que só será conhecido em fevereiro do próximo ano.

Os dois primeiros classificados de cada grupo garantem um lugar nas meias-finais.

A Copa das Confederações, prova que serve de 'teste' para Mundial 2018, que vai decorrer igualmente na Rússia, arranca a 17 de junho do próximo ano e termina a 02 de julho, com a final a ser realizada em São Petersburgo. Moscovo, Sochi e Kazan também vão receber jogos da competição.



Real Madrid sofre, mas vence o Sporting Gijón e mantém liderança

Dois gols do atacante português Cristiano Ronaldo proporcionaram este sábado ao Real Madrid uma sofrida vitória por 2-1 na recepção ao Sporting Gijón e a consolidação da liderança do campeonato espanhol, à passagem da 13.ª jornada.

O adversário do Sporting no Grupo F da Liga dos Campeões de futebol, que a meio da semana se impôs no estádio José Alvalade pela mesma margem (2-1), pareceu lançar os madrilenos para uma goleada quando 'bisou', aos cinco (de grande penalidade) e 18 minutos.

O Gijón colocou os anfitriões em sentido quando Carlos Carmona reduziu aos 35 minutos, e, depois de várias oportunidades desperdiçadas pelo Real Madrid, poderia mesmo ter conseguido o empate, mas o avançado croata Duje Cop atirou sobre a barra na marcação de uma grande penalidade, aos 78.

O Real Madrid, pelo qual, além de Ronaldo, também o internacional português Pepe foi totalista, aumentou para sete pontos a vantagem sobre o FC Barcelona, que defronta no domingo a Real Sociedad, a uma semana de visitar a Catalunha para jogar no estádio do rival.

Horas antes, o Deportivo dos portugueses Luisinho e Bruno Gama no 'onze', perdeu por 4-3 na visita a Málaga, que até entrou a perder e marcou o gol da vitória aos 90+2 minutos, por intermédio do avançado Javier Ontiveros.

Liverpool vence Sunderland e assume a liderança provisória do Inglês

O Liverpool igualou o Manchester City na liderança provisória da liga inglesa de futebol, depois de se ter imposto ao Sunderland por 2-0, num jogo da 13.ª jornada marcado pela lesão grave do internacional brasileiro Philippe Coutinho.

A equipa orientada por Jürgen Klopp chegou à vantagem aos 75 minutos, com um golo de Divock Origi, que entrou em jogo aos 34 para substituir Coutinho, que se lesionou com gravidade no pé direito, depois de uma bola dividida com Didier Ndong, na área do Sunderland.

O Liverpool, que agora soma 30 pontos tal como o Manchester City, que hoje se impôs ao Burnley por 2-1, chegou ao segundo golo através de uma grande penalidade convertida por James Milner, já em tempo de descontos (90+1).

City e Liverpool podem perder ainda hoje a liderança, caso o Chelsea, que soma 28 pontos, se imponha frente ao Tottenham, quinto da tabela.

No jogo mais 'proveitoso' da jornada, o Swansea, penúltimo da tabela, recebeu e venceu o Crystal Palace, por 5-4, num jogo no qual o holandês Leroy Fer e o espanhol Fernando Llorente 'bisaram' e o islandês Gylfi Sigurdsson inaugurou o marcador para a equipa da casa.

Os dois golos do espanhol, ambos apontados nos descontos (90+1 e 90+3) foram decisivos para a vitória do Swansea, que aos 84 minutos perdia por 4-3.

0 Crystal Palace, que inaugurou o marcador aos 19 minutos, por intermédio de Wilfried Zaha, chegou depois aos golos por James Tomkins (75) e Christian Benteke (84), tendo ainda beneficiado de um autogolo de Jack Cork (82).

O Leicester, próximo adversário do FC Porto na sexta e última jornada do grupo G da Liga dos Campeões, empatou a dois golos na receção ao Middlesbrough, que 'beneficiou' de um 'bis' do espanhol Alvaro Negredo (13 e 71).

Pelo campeão inglês, que segue apenas na 13.ª posição da liga caseira mas tem já garantida presença nos 'oitavos' da Liga dos Campeões, marcaram os argelinos Riyad Mahrez e Islam Slimani, ex-jogador do Sporting, aos 34 e 90+4, ambos de grande penalidade.

A jogar em casa o Hull City, a primeira equipa abaixo da linha de despromoção, empatou a um golo com o West Bromwich.

No primeiro jogo da tarde, um 'bis' de Sergio Aguero garantiu o triunfo por 2-1 do Manchester City frente ao Burnley, e permitiu à equipa de Pep Guardiola ascender provisoriamente à liderança.


Roma bate Udinense e assume a 4ª posição no Italiano

A Roma se aproximou dos líderes do Campeonato Italiano neste sábado, ao passar com facilidade pela Udinese por 3 a 1. Atuando diante de sua...