26/09/2017

Paraná goleia Náutico e segue no G-4

Com uma grande atuação no segundo tempo, o Paraná bateu o Náutico por 3 a 0, na noite desta terça-feira, na Vila Capanema, e chegou a marca de 46 pontos na Série B. Assim, o Tricolor alcançou a quinta vitória seguida na competição e se firmou no G-4. 

Logo no início do duelo já ficou claro o desenho do jogo: o Náutico todo fechado, com os 11 homens atrás da linha da bola, e buscando o contra-ataque rápidos e também em lances de bola parada. Desta forma, o time pernambucano levou perigo aos dois minutos, com o zagueiro Rafael Ribeiro, e aos 27, em um contra-golpe veloz puxado por Dico e com o lateral Cristovam salvando o Paraná.

Já o Tricolor tinha dificuldade para encontrar espaços. Assim, as oportunidades eram em arremates de longa distância (Vítor Feijão e João Pedro quase abriram o placar), em jogadas individuais, especialmente com Renatinho, e nas infiltrações de Gabriel Dias, que em duas oportunidades levou muito perigo contra a meta do Náutico.

No fim do primeiro tempo, um lance muito polêmico. O Náutico pediu pênalti em cima de Diego Miranda, mas a arbitragem mandou o jogo seguir, o que gerou muita reclamação do time pernambucano.

Já na etapa final o Paraná conseguiu desatar o nó e resolver o jogo. Logo no primeiro minuto, João Pedro apareceu bem pela direita e Alemão bateu de primeira para abrir o placar na Vila Capanema.

Aos 11, após cobrança de escanteio de João Pedro, o zagueiro Iago Maidana antecipou ao adversário e mandou com o pé direito a bola para o fundo da rede. 2 a 0.

Em desvantagem, o Náutico foi se atirando para cima para tentar diminuir. Se assustava em arremates de longa distância, o time pernambucano dava ainda mais mole. Tanto é que aos 23, Robson fez uma bonita jogada individual e marcou um bonito gol na Vila Capanema. 3 a 0.

Com o resultado, o Paraná se firmou na 3ª colocação da Série B, agora com 46 pontos. Já o Náutico ficou em situação mais dramática do que nunca. O time segue com 20, na penúltima colocação, e viu a distância para o primeiro clube fora da ZR aumentar para nove pontos.

24/09/2017

Braga vence Tondela e entra na zona de classificação para Liga Europa

Quatro jogos deram sequência a sétima rodada do Campeonato Português, no decorrer do dia desse domingo. Os grandes destaques ficam por conta das boas vitórias de Belenenses, Vitória de Guimarães e Braga que continuam na parte de cima da tabela, brigando para entrar na zona de classificação da Liga dos Campeões e da Liga Europa. No outro jogo da rodada, Desportivo Aves e Rio Ave ficaram no empate sem gols.

Outro time que segue na parte de cima da tabela é o Braga, que nesse domingo venceu o Tondela, pelo placar de 2 a 1
Outro time que segue na parte de cima da tabela é o Braga, que nesse domingo venceu o Tondela, pelo placar de 2 a 1
No primeiro jogo do dia, que teve inicio ao meio-dia (horário de Brasília), o Belenenses visitou e venceu o Feirense pelo placar de 4 a 1, em pleno Estádio Marcolino de Castro. O resultado deixa o time visitante na sétima colocação da tabela com 10 pontos. No mesmo horário, o Vitória de Guimarães venceu o Marítimo em casa, por 2 a 1 e também segue na parte de cima da tabela, em oitavo, também com dez pontos.
Outro time que segue na parte de cima da tabela é o Braga, que nesse domingo venceu o Tondela, pelo placar de 2 a 1 no Estádio João Cardoso. Com isso, o time visitante segue em quinto - dentro da zona de classificação da Liga Europa - com 12 pontos. No outro jogo da rodada, Desportivo Aves e Rio Ave ficaram no empate sem gols. Com isso, ambos os times seguem estáveis nas posições que já estavam.

Santos vence Ponte Preta e vai à final do Paulista feminino

 Na tarde desse domingo foi conhecido o segundo finalista do Campeonato Paulista Feminino de 2017. Jogando no Estádio da Vila Belmiro, o Santos fez jus ao fator casa para vencer a Ponte Preta pelo placar de 2 a 0, na partida de volta da semifinal e conquistar a classificação para a última etapa do estadual. Após ter vencido o jogo de ida por 1 a 0, o time da baixada irá reeditar a decisão da edição passada, já que irá enfrentar mais uma vez o Rio Preto.
Dessa vez, irá Santos tentar dar o troco no Rio Preto, já que no ano passado o time do interior ficou com o título. Nesse sábado, o time rio-pretense empatou sem gols com o Corinthians e avançou por ter vencido o jogo de ida por 2 a 0. As duas equipes vão se encontrar em duelo de ida e volta, que provavelmente irão ser marcados para os próximos dois domingos. As datas e horários serão definidas no Conselho Técnico, que acontece na segunda-feira (25), às 15h.

Brena e Ketlen marcaram os dois gols do jogo que levou as Sereias da Vila mais uma vez a final do Campeonato Paulista Feminino
Brena e Ketlen marcaram os dois gols do jogo que levou as Sereias da Vila mais uma vez a final do Campeonato Paulista Feminino
PRIMEIRO TEMPO
Precisando do resultado para avançar a grande final do estadual, a Ponte Preta começou com tudo no ataque e criou boas oportunidades nos primeiros minutos. A melhor chance veio aos 10, quando Antônia cobrou falta da entrada da área com categoria, mas após a goleira Daniele espalmar, a bola explodiu na forquilha. Na sobra, Luana tentou pegar a sobra mas chutou para fora. Porém o Santos equilibrou a partida e respondeu em forma de gols.
Aos 15 minutos, Brena pegou a sobra de um escanteio e colocou a bola para o fundo das redes. A partir daí, o ritmo do jogo diminuiu um pouco. Enquanto as donas da casa chegavam bem para ampliar, a Ponte Preta respondia em contra-ataques rápidos e por muito pouco não deixou tudo igual no placar. Mas como isso não aconteceu, o primeiro tempo terminou mesmo com a vitória parcial das Sereias da Vila.
SEGUNDO TEMPOMesmo a frente no placar, o Santos não sossegou na segunda etapa. Nos primeiros minutos, os dois times foram ao ataque mas aos 23 minutos, as donas da casa ampliaram o placar. Maria encontrou Sole James na lateral que fez um cruzamento preciso para Ketlen, que só teve o trabalho de cabecear para o fundo das redes. Aos 30, Patricia recebeu sozinha na área e ficou muito próximo de marcar o terceiro gol do jogo, mas chutou por cima. Nos minutos finais, a Ponte Preta até tentou responder, mas não foi as redes. Até por conta disso, o jogo terminou mesmo com a vitória das donas da casa por 2 a 0.

Ferroviária derrota Água Santa em estreia na 2ª fase da Copa Paulista

 A Ferroviária largou na frente na primeira rodada da segunda fase da Copa Paulista. O time foi a Diadema enfrentar o Água Santa, no Distrital de Inamar, e venceu por 2 a 0, com gols de Léo Castro e Luís Henrique, além de uma defesa decisiva de Tadeu em pênalti cobrado pelos adversários.
Com o resultado, a Ferrinha soma os primeiros três pontos da segunda fase e fica com a liderança do Grupo 5, enquanto o Netuno fica com a quarta e última colocação, sem nenhum ponto somado.

O JOGO
A primeira metade da etapa inicial foi demarcação forte nos dois lado e poucas chances de gol foram criadas. A primeira vez que um dos goleiro foi exigido foi aos 27 minutos, em finaliação de Hygor, da Ferroviária, mas o time não conseguiu manter o ritmo no campo de ataque.
Nos minutos finais do primeiro tempo, o Água Santa passou a chegar com mais perigo e deu trabalho para a defesa visitante. A melhor chance foi aos 43 minutos, no momento em que o Netuno carimbou a trave do goleiro Tadeu, em cobrança de falta de Gabriel Duarte.
No do intervalo, o time de Diadema conseguiu manter a intensidade com a qual tinha terminado os primeiros 45 minutos e assustou com apenas dois minutos de bola rolando. Fabiano arriscou e Tadeu estava ligado para defender.

Tadeu evitou empate do Água Santa ao defender pênalti. (Foto: Beto Boschiero/Ferroviária)
Tadeu evitou empate do Água Santa ao defender pênalti. (Foto: Beto Boschiero/Ferroviária)
A Ferrinha não desanimou diante do bom momento do adversário e surpreendeu na resposta. Aos sete minutos, Alisson chegou à linha de fundo e cruzou rasteiro para Léo Castro abrir o placar no Distrital de Inamar.
Atrás no placar, o Água Santa conseguiu voltar ao campo de ataque com intensidade e pressionou os visitantes. Aos 37 minutos, teve a grande chance de empatar, em cobrança de pênalti. No entanto, Anderson Bertola bateu e o goleiro Tadeu defendeu. No rebote, ele pegou de novo.
Para fechar o jogo em alta, a Ferroviária ainda conseguiu o segundo o gol, aos 45 minutos, quando Luís Henrique driblou o goleiro e mandou para o gool.
PRÓXIMOS JOGOS
Os dois times voltam a campo às 20 horas da próxima quarta-feira. A Ferroviária recebe o Taboão da Serra na Fonte Luminosa, enquanto o Água Santa Vai ao Major Levy Sobrinho enfrentar o Inter de Limeira.

Chapecoense vence Ponte Preta e se afasta do Z-4

Chapecoense levou a melhor no confronto direto contra a Ponte Preta. O time catarinense encerrou o tabu de nunca ter vencido a Macaca em Campeonatos Brasileiros e saiu vitorioso pelo placar de 1 a 0, na tarde deste domingo, na Arena Condá, em Chapecó. O duelo é válido pela 25ª rodada.
Até este confronto, a Chapecoense amargava três derrotas e dois empates em confrontos contra a Ponte na competição nacional. Além de acabar com o tabu, o time voltou a vencer em casa, após quatro rodadas. Vinha de três derrotas e um empate. De quebra, respira na classificação, com 31 pontos, em posição intermediária.
Em compensação, a Ponte se afunda de vez na tabela e corre sérios riscos de terminar a rodada na zona de rebaixamento. Sem vencer há quatro rodadas, com três derrotas e um empate, a Macaca vive seu pior momento na competição, com 28 pontos.
TUDO CAMINHAVA ATÉ...Apesar do início truncado, a Chapecoense tentou trabalhar mais a bola nos primeiros minutos. A primeira boa chegada dos mandantes aconteceu aos nove minutos. O lateral Reinaldo deixou Nino Paraíba no chão, entrou na área, mas na hora do cruzamento acabou travado pelo zagueiro Luan Peres.
Aos poucos, a Ponte também começou a se soltar. Embora o jogo não apresentasse bom nível técnico, a Macaca passou a ocupar mais o campo ofensivo. Aos 21 minutos, o time chegou perto de marcar. O lateral Danilo Barcelos cobrou falta no travessão. Na sobra, o atacante Wellington Paulista mandou para escanteio.
O crescimento alvinegro no jogo e a dificuldade dos mandantes em construir jogadas esgotou a paciência dos torcedores. Nem mesmo o chute de longa distância de Reinaldo, aos 40 minutos, que tirou tinta da trave esquerda do goleiro João Carlos animou a torcida.
Isso só viria a acontecer dois minutos depois, quando as primeiras vaias eram ensaiadas nas arquibancadas. E graças a uma grande colaboração de João Carlos. O volante Lucas Marques soltou uma bomba da intermediária e o goleiro tentou espalmar. O problema é que foi com “mão de alface” e não teve força para mandar para fora. Resultado: bola na rede.
SEM REAÇÃO!
No intervalo, o técnico Eduardo Baptista fez uma alteração tática. Ele sacou o atacante Felipe Saraiva para a entrada do lateral Jeferson. Este último foi improvisado na ala esquerda, dando mais liberdade para Danilo Barcelos atuar como um meia aberto na esquerda. A modificação alterou o posicionamento do atacante Lucca, que passou a flutuar mais centralizado.
Em um primeiro momento, a modificação surtiu efeito. Tanto que a Macaca chegou próxima de marcar logo a um minuto. Léo Gamalho tentou finalizar duas vezes sem sucesso. Na primeira, chutou em cima da zaga. Na sequência, cabeceou para fora.
Depois do susto inicial, porém, a Chape despertou e criou duas boas chances em sequência. Aos oito minutos, o atacante Arthur concluiu da entrada da área e João Carlos salvou. Aos dez, o atacante Wellington Paulista fintou o zagueiro Luan Peres e chutou de canhota para outra boa defesa do goleiro.
Apesar de aparentemente controlar o jogo, a Ponte mostrou muita falta de criatividade. O time rodou a bola, mas sem conseguir ser vertical. As principais chances saíram em bola aérea. Já a Chapecoense teve a chance de ampliar aos 27 minutos. O atacante Penilla saiu na cara do gol e chutou em cima do goleiro João Carlos.
PRÓXIMOS JOGOS
No próximo sábado, às 16 horas, no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro. Enquanto isso, a Ponte Preta recebe o Flamengo, na segunda-feira, às 20 horas, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

23/09/2017

Roma bate Udinense e assume a 4ª posição no Italiano

A Roma se aproximou dos líderes do Campeonato Italiano neste sábado, ao passar com facilidade pela Udinese por 3 a 1. Atuando diante de sua torcida, no Estádio Olímpico, o time da capital abriu a sexta rodada da competição com um triunfo tranquilo, definido ainda no primeiro tempo.
Com o resultado, a Roma chegou aos 12 pontos, na quarta colocação da tabela, três atrás dos líderes Napoli e Juventus, que ainda atuam na rodada. Vale lembrar que a equipe teve o duelo com a Sampdoria, neste mês, adiado pela previsão de temporal e, por isso, tem o mesmo número de jogos dos adversários.

Agora, a Roma volta as atenções para a Liga dos Campeões, pela qual encara o Qarabag na quarta-feira, no Azerbaijão. Já a Udinese volta a campo somente no próximo sábado para encarar a Sampdoria, em casa, pela sétima rodada do Campeonato Italiano, no qual tem apenas três pontos e ocupa a 16.ª colocação.
Neste sábado, a Roma definiu a vitória com um início fulminante. Aos 11 minutos, Nainggolan ganhou dividida e conseguiu acionar Dzeko, que deslocou o goleiro para abrir o placar. Aos 29, o bósnio foi quem fez o papel de garçom ao tocar para El Shaarawy desviar para a rede.
O mesmo El Shaarawy contaria com ajuda da defesa para marcar aos 44, após aproveitar erro crasso de Larsen e finalizar para a rede. Na etapa final, Perotti ainda desperdiçou um pênalti na reta final, antes que o mesmo Larsen deixasse sua marca e fizesse o gol de honra da Udinese.

São Paulo vence São Bernardo e lidera Paulista sub-15

 Na manhã deste sábado foi disputada de maneira completa a terceira rodada da segunda fase do Campeonato Paulista Sub 15. Destaque para Palmeiras Santos que venceram mais uma partida nessa nova etapa do estadual e seguem com 100% de aproveitamento na liderança de seus respectivos grupos. Já o São Paulo venceu o duelo direto diante do São Bernardo e se isolou na ponta.
Em jogo válido pelo Grupo 20, o Palmeiras viajou até Porto Feliz e venceu o Desportivo Brasil pelo placar de 3 a 0. Com o resultado, o time alviverde chega a sua terceira vitória seguida e aparece na liderança isolada com nove pontos. No outro duelo da chave, Ponte Preta e Audax ficaram apenas no empate sem gols e por isso a briga pela segunda colocação segue acirrada.

Jogadores do Palmeiras comemoram a boa vitória nesse sábado diante do Desportivo Brasil
Jogadores do Palmeiras comemoram a boa vitória nesse sábado diante do Desportivo Brasil
Já o Santos também abriu distância para o segundo colocado do Grupo 21. Na manhã desse sábado, o time praiano visitou e venceu o Guarani, pelo placar magro de 1 a 0. Essa é a terceira vitória do time visitante nessa terceira fase do estadual, que aparece em primeiro lugar com nove pontos. Logo atrás vem o Mirassol, que venceu o São Carlos por 2 a 0 e chegou aos seis pontos.
Outro tradicional time que conquistou uma boa vitória nessa manhã, foi o São Paulo. Jogando no CT Laudo Natel, em Cotia, o time tricolor recebeu e não tomou conhecimento do São Bernardo FC, vencendo a partida por 3 a 0. Como se tratava de um duelo pela liderança do Grupo 18, o clube da capital chegou aos sete pontos e abriu distância do seu adversário, que segue com quatro. No outro duelo da chave, o Botafogo venceu a primeira nessa nova fase do estadual, ao bater a Portuguesa Santista.
QUE FEIO TIMÃO
Por outro lado, a situação do Corinthians não é nada confortável. Fora de casa, o time alviverde tinha tudo para vencer a sua primeira partida nessa terceira fase do estadual, mas acabou empatando por 1 a 1 diante do Osasco FC. O resultado mantém os garotos do Parque São Jorge em terceiro, com três pontos. Isolado na liderança do Grupo 19 está o Red Bull, que venceu a Ferroviária por 3 a 0 e chegou aos sete pontos.

Tottenham sofre, mas derrota o West Ham e segue entre os líderes

Tottenham voltou a contar com a estrela de seu artilheiro para vencer neste sábado, na abertura da sexta rodada do Campeonato Inglês. Harry Kane marcou duas vezes e ajudou a equipe a bater o West Ham por 3 a 2 no duelo londrino, disputado no Estádio Olímpico da capital do país.

Tottenham leva susto, mas bate o West Ham em dia inspirado de Kane
Tottenham leva susto, mas bate o West Ham em dia inspirado de Kane
O resultado levou o Tottenham a 11 pontos, na terceira colocação da tabela, se aproximando dos líderes Manchester City e Manchester United, que ainda atuam neste sábado. O West Ham, por sua vez, vive péssimo início de temporada, venceu apenas uma vez e é o 17.º colocado, com quatro pontos, à beira da zona de rebaixamento.
O triunfo deste sábado, no entanto, não veio sem sustos para o Tottenham. Depois de abrir 3 a 0 e dar a impressão de que iria golear, o time visitante viu o adversário diminuir e pressionar pelo empate na reta final, principalmente após a expulsão do lateral Aurier.
O primeiro tempo foi todo de Harry Kane, que marcou duas vezes antes do intervalo. O primeiro gol saiu aos 33 minutos, aproveitando assistência de Dele Alli. Somente quatro minutos depois, o centroavante voltou a balançar a rede. Eriksen, aos 14 do segundo tempo, ainda ampliou o placar.
Com o triunfo encaminhado, o Tottenham relaxou e viu o West Ham reagir. Aos 19 minutos, Chicharito Hernández diminuiu. Cinco minutos depois, Aurier foi expulso e a pressão dos anfitriões cresceu. Kouyate, a quatro minutos do fim, fez o segundo e inflamou ainda mais a equipe, mas a reação parou por aí, para decepção da torcida.

Marcílio Dias enfrenta o Concórdia de olho no acesso

 O acesso de dois times para a primeira divisão do futebol catarinense de 2018 começa a ser definido nesse domingo com o início das semifinais da Série B. O Marcílio Dias receberá o Concórdia, em Itajaí e o Camboriú estará enfrentando o Hercílio Luz em seu campo. Os jogos da volta estão programados para o outro domingo.
Iniciado no dia dois de julho, a Série B Catarinense está tendo a participação de dez times, com as semifinais sendo disputada entre o campeão do primeiro turno (Hercílio Luz), o campeão do returno (Concórdia) e os dois melhores classificados ao longo de toda a competição (Marcílio Dias Camboriú). O Jaraguá, com uma campanha medíocre, foi a equipe rebaixada.
Dos quatro times que brigam pelo acesso, o Marcílio Dias é o mais tradicional, e a surpresa é o Camboriú que se classificou de forma surpreendente na última rodada, deixando o Guarani de Palhoça fora das semifinais.
O Portal Futebol Interior é o único veículo de comunicação esportiva que vem dando destaque a essa competição e, neste domingo, apresentará os detalhes da primeira rodada das semifinais da Série B de Santa Catarina.
Concórdia fez a melhor campanha

Além de ser o campeão do segundo turno, o Concórdia foi o time de melhor campanha em toda a competição, somando 36 pontos ganhos. Mas o time da distante cidade de Concórdia (450 km da capital Florianópolis) teve um início muito ruim, ficando os seis primeiros jogos sem conquistar uma vitória.
Após a troca de treinador, com a chegada do experiente Mauro Ovelha para o lugar de Gilmar Silva, o Concórdia engrenou na competição e está invicto faz 13 jogos. Os destaques têm sido o goleiro Zé Carlos, que estava jogando no Londrina-PR e acabou dispensado do time paranaense por problemas disciplinares e o atacante Marcos Paulo, artilheiro do campeonato com 13 gols.

Wellington Saci joga no Marcílio Dias.
Wellington Saci joga no Marcílio Dias.
Marcílio Dias foi o time mais regular

Dono da segunda melhor campanha no geral com 35 pontos ganhos, o Marcílio Dias, da cidade de Itajaí (95 km de Florianópolis), tem a melhor estrutura entre todos os times que estão na Série B Catarinense. Com uma diretoria renovada e atuante, a equipe começou instável sob o comando de Hudson Coutinho (ex-Figueirense), e foi crescendo ao longo da competição.

Atualmente o treinador é Renê Marques, que conquistou o acesso nessa mesma competição, na temporada passada, com o Almirante Barroso. O veterano atacante Schwenck tem sido uma referência, mas os destaques são ogoleiro Rafael Kahn, emprestado pelo Coritiba-PR e o atacante Kaynan, cedido pelo Bahia-BA
Hercílio Luz venceu o primeiro turno
Campeão do primeiro turno sob o comando de Agnaldo Liz (ex-treinador do Guarani de Campinas), o Hercílio Luz,da cidade de Tubarão (135 km de Florianópolis) caiu de rendimento do returno a ponto da diretoria ter substituído a comissão técnica com a chegada de Paulo Sales, que vinha trabalhando no futebol da Bahia.
Conhecido por ter revelado o craque Zenon no início dos anos 1970, o Hercílio Luz vem buscando o acesso há algum tempo e o jogador mais conhecido é Wellington Saci, que chegou a jogador no Corinthians.
Camboriú classificou no saldo de gols
Com a pior campanha entre os quatro semifinalistas, o Camboriú, da cidade de Camboriú (95 km da capital) somou 31 pontos ganhos e somente se classificou por ter um saldo de gols melhor que o do Guarani de Palhoça. É outro time que também trocou de treinador ao longo da Série B, com a entrada de Rodrigo Bandeira no lugar de Rodrigo Rozatti.
O veterano atacante Hyantony (ex-Vila Nova, Luverdense-MT e Macaé-RJ) é o principal jogador do time.

22/09/2017

Monaco faz 4 a 0 no Lille e segue na cola do líder PSG

O Monaco goleou o Lille por 4 a 0, fora de casa, em partida da sétima rodada do Campeonato Francês, nesta sexta-feira, com dois gols do atacante colombiano Falcao García, artilheiro disparado da competição com 11. Jovetic e Ghezzal fizeram os outros dois gols para os visitantes.
Com a vitória, o time monegasco chegou aos 18 pontos, junto com o Paris Saint-Germain, atual líder, mas que ainda não jogou na rodada – visitará o Montpellier, neste sábado. Já o Lille, que tem no elenco os brasileiros Luiz Araújo, Thiago Mendes, Thiago Maia e é comandado pelo argentino Marcelo Bielsa amarga um péssimo início de campeonato e ocupa somente a 17.ª posição na tabela, com cinco pontos, perto da zona de rebaixamento.
O atual campeão francês não encontrou dificuldades para dominar o time da casa durante toda a partida. Sem muito esforço, o Monaco abriu o placar aos 24 minutos do primeiro tempo, com o atacante montenegrino Jovetic, que recebeu um passe errado da zaga adversária, dominou a bola, girou e bateu no canto esquerdo do goleiro Maignan.
Pouco depois, a equipe visitante ampliaria o marcador com o argelino Ghezzal. Após jogada em velocidade da direita, Almany Touré se livrou de Thiago Maia e cruzou. A bola passou por Falcao García e caiu nos pés de Ghezzal, que bateu para o gol.
Na segunda etapa, a superioridade monegasca continuou. Logo aos três minutos, o Falcao García aproveitou rebote de Maignan, que havia feito grande defesa em chute de Rony Lopes para tocar de cabeça para o fundo das redes: 3 a 0.
O brasileiro Fabinho teve uma grande chance de deixar a sua marca na partida. Aos 22 minutos, ele escapou pelo meio, se livrou de dois marcadores, ficou cara a cara com o goleiro do Lille e chutou cruzado, mas a bola passou rente à trave direita.
Em seguida, aos 28 minutos, o Monaco chegaria ao quarto gol novamente com Falcao García, em cobrança de penalidade máxima sofrida pelo lateral-esquerdo brasileiro Jorge, ex-Flamengo. O atacante colombiano deslocou o goleiro para dar números finais à partida.
O Monaco receberá o Montpellier, no dia 29, na próxima rodada do Francês. Antes, na próxima terça-feira, vai encarar o Porto, também em casa, pela Liga dos Campeões. O Lille voltará a jogar no dia 30, fora de casa, diante do Amiens.
OUTRO JOGO – No outro duelo desta sexta pela sétima rodada do Campeonato Francês, Nice e Angers empataram em 2 a 2, em Nice. O time visitante abriu dois gols de vantagem. O italiano Balotelli descontou para o Nice, que empatou com um gol contra do zagueiro Ismael Traoré. O Nice chegou aos dez pontos e ocupa a sexta colocação na competição, enquanto o Amiens está em 14.º lugar, com seis pontos.

20/09/2017

Grêmio sofre, mas derrota o Botafogo e avança na Libertadores

Jogando em sua Arena, o Grêmio recebeu o Botafogo, venceu por 1 a 0 e se classificou para a fase semifinal da Libertadores, após ter empatado sem gols no Rio de Janeiro.

Apesar de estar fora de casa, o Botafogo foi mais arisco que o Grêmio no primeiro tempo, criando as melhores chances, incluindo um chute na trave, de longe, de Bruno Silva. No fim da primeira etapa, Fernandinho, do Grêmio, acertou o travessão de Gatito Fernández.

O Grêmio voltou melhor na segunda etapa e aos 17 minutos, após falta levantada na área por Edílson, Lucas Barrios ganhou no alto, se antecipando a Matheus Fernandes, e marcou. Após o gol, o Grêmio recuou, mas conseguiu segurar o resultado até o fim.

Na fase semifinal, o time gaúcho enfrenta o Barcelona, do Equador, que eliminou o Santos. Já o Botafogo ainda tem a disputa do Campeonato Brasileiro.


Sport perde para Ponte Preta em Campinas, mas avança na Copa Sul-Americana

Foi no sufoco, mas o Sport está nas quartas de final da Sul Americana. O Leão não jogou bem, mas suportou a pressão campineira, acabou derrotado por 1 a 0, mas como venceu o jogo de ida por 3 a 1, avançou por conta do maior saldo de gols. Com a classificação garantida, o rubro negro pernambucano chega as quartas de final e irá encarar o Júnior Barranquilla da Colômbia.

As duas equipes agora voltam a campo pelo Campeonato Brasileiro. A Ponte Preta vai até Chapecó encarar a Chapecoense na Arena Condá no domingo, às 19h. Já o Sport só entra em campo na próxima segunda. O Leão recebe o Vasco na Ilha do Retiro, às 20h.

Em desvantagem na soma dos placares, a Ponte Preta começou a partida de forma discreta no campo de ataque. A primeira chegada perigosa veio aos onze minutos, quando Ronaldo Alves perdeu a bola para Léo Gamalho, que na pequena área, perdeu o equilíbrio e não conseguiu finalizar. Cinco minutos depois, Renato Cajá cobrou falta, a bola desviou na barreira e sobrou para Lucca. O atacante bateu na esquerda de Magrão, que se esticou, mas não alcançou.

Perdendo a partida, mas ainda sim se classificando, o Sport só desceu ao ataque apenas uma vez de forma efetiva. Lenis puxou contra-ataque e, numa tentativa de cruzamento, a bola quase entrou direto, mas acertou o travessão. Na sobra, André, que estava sozinho, isolou.

A Macaca acabou perdendo o lateral Nino Paraíba, que acabou recebendo o segundo cartão amarelo e consequentemente o vermelho. Com um a menos, a Ponte ainda teve chance de ampliar o placar, quando a zaga rubro negra falhou, Léo Gamalho saiu cara a cara com Magrão, que saiu bem do gol e defendeu com o peito, evitando o gol da equipe campineira.

Na volta para o segundo tempo, O Sport adotou uma atitude muito aquém do que se espera de um time que tem um jogador a mais. Passivo na etapa complementar, os rubros negros viam a Ponte com a bola e sempre chegando ao ataque, mas faltando a precisão na hora de definir as jogadas ofensivas. Para dar uma cara nova, Luxemburgo sacou Lenis e colocou André. Antes, o treinador havia Mena no intervalo e acionado Thomás.

A Ponte esbarrava nas suas próprias deficiências e não tinha força para atacar com um jogador a menos. A partida seguia a mesma tônica, sem perspectivas de mudança. Contundo, nos acréscimos, Léo Gamalho teve a chance de fazer o gol da classificação, mas o atacante parou novamente em Magrão, que garantiu a vaga pernambucana nas quartas de final.

19/09/2017

Paraná goleia Guarani em Campinas e assume a 3ª posição na Série B

O Paraná teve um desempenho de gala contra o Guarani, na noite desta terça-feira (19), em Campinas, pela 25ª rodada da Série B. Após fazer dois gols nos primeiros 13 minutos e acabar o primeiro tempo já vencendo por 3 a 0, o Tricolor sacramentou a goleada na etapa final e fez 4 a 0 na equipe paulista. O resultado faz o time paranista subir ainda mais na classificação.
ASSINE A GAZETA DO POVO E TENHA ACESSO ILIMITADO AOS NOSSOS CONTEÚDOS EXCLUSIVOS.
Com a derrota do Vila Nova para o América-MG, também nesta terça, o Paraná alcançou a terceira posição, dentro do grupo do acesso à Série A do ano que vem. Esta é a quarta vitória seguida do Tricolor na Segundona, o que anima a torcida e aumenta expectativa pelo retorno do clube à elite.
Bem armado defensivamente, o Paraná abriu o placar com João Pedro logo aos 6 minutos, aproveitando o cruzamento de Alemão em um rápido contra ataque. O mesmo João Pedro, pouco depois, sofreu o pênalti que Renatinho converteu. Já no terceiro gol, aos 38, foi a vez de Renatinho ser garçom. O camisa 10 passou por dois jogadores do Guarani com um único drible e cruzou para Iago Maidana fazer de cabeça.
No segundo tempo, o Tricolor soube administrar o placar e aproveitar a indignação da torcida da casa. O time paranista ainda ampliou logo aos 5 minutos. Cristovam cruzou e Léo Rigo desviou contra o próprio gol.
Com o resultado, o Paraná devolve a derrota ao único time que o havia vencido na Vila Capanema nesta Série B. A equipe não perde a vaga no G4, independentemente dos outros jogos da rodada.
Na próxima terça-feira (26), às 20h30, na Vila Capanema, o Paraná enfrenta o Náutico, vice-lanterna da Segundona.

Craque

Renatinho
O maestro do meio de campo paranista comandou a equipe, fez um gol de pênalti e ainda foi o responsável pela bela jogada que gerou o terceiro gol paranista.

Bonde

Richarlyson
O experiente jogador está longe da boa fase da carreira. Pouco apareceu na partida e ainda foi o responsável pelo pênalti no segundo gol paranista. Sai de campo vaiado após ser substituído.

Guerreiro

João Pedro
O meia está cada vez mais entrosado e se destacando no Paraná. Além de correr muito e ajudar na marcação, ainda fez um gol, sofreu o pênalti e fez bela jogada com Cristovam no quarto gol.

Chave do Jogo

Início avassalador
O Paraná soube se defender bem no começo do jogo e aproveitar as oportunidades que teve para fazer dois gols logo no começo. Isto colocou a torcida do Guarani contra o próprio time e facilitou a vitória paranista.

Gols

Primeiro tempo
0 x 1 (6 min) - Renatinho encontra Alemão, que cruza. A bola sobra para João Pedro mandar para o fundo da rede.
0 x 2 (13 min)- Alemão dá um belo passe para João Pedro, que é derrubado por Richarlyson. Pênalti que Renatinho cobrou com categoria.
0 x 3 (38 min)- Renatinho faz bela jogada, passando por dois adversários com um drible, e cruza para Maidana fazer de cabeça.
Segundo tempo
0 x 4 (5 min) - João Pedro faz belo passe para Cristovam, que cruza. A bola bate no zagueiro Léo Rigo e tira do goleiro do Guarani. Gol contra.

Próximos jogos:

Guarani: Paysandu (fora), Criciúma (casa), Oeste (fora).
Paraná: Náutico (casa), Figueirense (fora), Internacional (casa).

16/09/2017

Inter de Milão sofre, mas vence o Crotone e chega à liderança do Italiano

Abrindo a quarta rodada do Campeonato Italiano, a Internazionale visitou o Crotone e não teve vida fácil. A vitória foi por 2 a 0 e os gol só saíram ao final do jogo. Com o resultado, a Inter chega a quatro triunfos em quatro partidas. Somando 12 pontos, o time de Milão volta à liderança do campeonato após 618 dias, mas provisoriamente, já que pode ser ultrapassada depois dos jogos deste domingo. O Crotone, por sua vez, fica com apenas um ponto e não consegue se afastar da zona do rebaixamento.

Skriniar abriu o placar para a Inter aos 40 minutos do segundo tempo (Foto: Reprodução/Inter)
O primeiro tempo começou equilibrado. O Crotone, posicionado mais atrás, via a Inter com boa movimentação e toque de bola, esperando conseguir furar a zaga adversária. Mas o time da casa não ficou apenas fechado em seu campo de defesa e tentou sair para o jogo. No entanto, nenhuma das duas equipes conseguia levar perigo à meta adversária e a primeira chance mais clara foi com João Mario, apenas aos 29 minutos, mas a bola saiu à direita do gol.

Mesmo com maior de posse de bola da Inter (73%), os números do Crotone na primeira etapa foram melhores. O time mandante teve 6 tentativas de gols contra 3 da Inter, além de uma finalização a mais que o adversário.

Porém, o Crotone não conseguiu converter as oportunidades em gols e ninguém conseguiu abrir o placar, levando a partida para o intervalo empatada em 0 a 0.

No início da segunda etapa, o jogo seguiu equilibrado. Quem teve as primeiras chances foi o Crotone, com uma cobrança de falta aos 5 minutos.  A partida seguiu sem grandes oportunidades. Aos 24 minutos, o Crotone teve a melhor chance do jogo até então. Ante Budimir subiu mais alto para cabecear com precisão, mas viu Samir Handanovic fazer uma enorme defesa, impedindo que o time da casa abrisse o placar.

No segundo tempo, a Inter continuou com maior posse de bola, mas o Crotone também seguiu com mais tentativas de gol e finalizações.

Aos 40 minutos, a Inter conseguiu abrir o placar. Milan Skriniar, bem posicionado, pegou rebote dentro da área e mandou no canto direito: 1 a 0. Já nos acréscimos, os visitantes ampliaram a vantagem. Aos 48 minutos do segundo tempo, Ivan Perisic saiu no contra-ataque, fez jogada individual e mandou rasteiro no canto direito do gol.

Na próxima rodada, a Inter visita o Bologna, nesta quarta-feira, às 15h45 (horário de Brasília). No mesmo dia e no mesmo horário, o Crotone joga fora de casa contra a Atalanta.

Boavista vira sobre o Benfica e se afasta da zona de rebaixamento do Português

Neste sábado, o Benfica foi até a cidade do Porto para enfrentar o Boavista no Estádio do Bessa, pela sexta rodada do Campeonato Português. Vencendo por 1 a 0 no intervalo, em jogo que parecia tranquilo, o time de Lisboa foi surpreendido e tomou a virada dos mandantes. O gol da equipe da Luz foi marcado pelo brasileiro Jonas, enquanto Renato Santos e Fabio Espinho foram responsáveis pela reação dos alvinegros. Gabigol, que começou no banco, entrou no segundo tempo e e não teve oportunidades de evitar a derrota.

Logo aos sete minutos de jogo, em jogada pela esquerda, Zivkovic levantou a bola na área, Jonas subiu entre os zagueiros e cabeceou para dentro. Benfica na frente, um a zero. O brasileiro ainda teve mais duas chances de ampliar o placar para o time da capital portuguesa. Na primeira delas, obrigou o goleiro Vagner a espalmar para escanteio, e na segunda, viu a bola passar perto da trave após conclusão da entrada da área.

O Boavista pouco ameaçou o gol de Bruno Varela ao longo do primeiro tempo. Porém, Renato Santos, o jogador mais perigoso do time da casa durante os primeiros 45 minutos, teve seus esforços recompensados no início da etapa final. Aos 10 minutos, em cobrança de lateral direta na área, o atacante aproveitou a sobra e bateu cruzado para igualar o placar.

O jogo se tornou mais equilibrado, com chances para os dois lados. O Boavista cresceu e conseguiu a virada, contando com a colaboração do arqueiro do Benfica. Aos 29, Fabio Espinho cobrou falta, a bola passou pela barreira e Bruno Varela aceitou.

Aos 32, o técnico Rui Vitória, da equipe da Luz, apostou no brasileiro Gabigol para buscar a reação, mas o camisa 11 pouco fez para que o prejuízo no placar fosse recuperado. O time da casa segurou a pressão dos visitantes e conquistou a surpreendente vitória diante de sua torcida.

É mais um tropeço por parte do Benfica, que perde a chance de colar nos líderes do Campeonato Português. Com o resultado negativo, a equipe permanece em quarto lugar e pode ver o rival Porto se distanciar na liderança da competição. O Boavista, por sua vez, conquistou sua segunda vitória na Primeira Liga e, enfim, se afasta da zona do rebaixamento.

Atlético de Madrid derrota Malaga e conquista a 2ª vitória no Espanhol

O Atlético de Madrid estreou com o pé direito no seu novo estádio, neste sábado.  Em jogo válido pela quarta rodada do Campeonato Espanhol, a equipe de Diego Simeone superou o Málaga por 1 a 0. O primeiro gol do Wanda Metropolitano foi marcado pelo francês Antoine Griezmann. A partida contou com a presença de diversas personalidades, entre elas o rei da Espanha.
Com o resultado, o time da capital da Espanha foi a oito pontos e permanece na parte de cima da tabela da LaLiga. Já os visitantes permanecem sem pontuar na competição e ocupam a última colocação. Com campanha perfeita, o Barcelona lidera o torneio.
A partida começou com o Atlético de Madrid tendo maior posse de bola e atacando mais, entretanto errando a pontaria. A primeira grande chance foi aos 26 minutos. Correa recebeu a bola no fundo da área e rolou parta Griezmann chegar batendo. A bola acertou a trave, mas o juiz já havia paralisado o jogo.
Griezmann comemorando o gol da vitória(Foto: Oscar Del Pozo)
Os visitantes responderam aos 35. Em contra-ataque do Málaga, Baston carregou a bola até a grande área e finalizou, entretanto, o goleiro Oblak fez a defesa, salvando o clube colchonero.
O confronto voltou do intervalo com a equipe de Diego Simeone quase abrindo o placar. Koke saiu cara a cara com o goleiro, mas parou em Jimenez, que fez uma grande defesa, mantendo o zero no placar.
Griezmann foi o autor do primeiro gol do estádio Wanda Metropolitano. Aos 16 minutos, Ángel Correa recebe a bola pelo lado direito, faz o drible, invade a área e cruza. O atacante francês chegou batendo na linha da pequena área e balançou as redes adversárias. O Atlético de Madrid fazia 1 a 0.
Depois do gol o confronto ficou mais morno, com o Málaga tentando sair um pouco mais para o ataque e a equipe da casa se defendendo muito bem e tendo paciência para trabalhar a bola. O Atlético de Madrid também buscava sair em velocidade pelos lados do campo quando conseguia, mas nenhuma grande chance saia.
Uma das melhores oportunidades foi aos 37. Fernando Torres recebeu a bola na intermediária e chutou de muito longe, contudo a bola foi desviada e saiu ao lado da meta da equipe visitante. Na cobrança de escanteio, a defesa conseguiu tirar o perigo com tranquilidade.
No finalzinho do jogo, Rolan finalizou de dentro da área e Oblak fez a defesa.
Na próxima rodada, os Colchoneros irão visitar o Athletic Bilbao na quarta-feira, dia 20 de setembro, às 11 horas (de Brasília), no estádio San Mamés. Já o clube do estádio La Rosaleda irá visitar o Valencia, no mesmo dia e horário, no Mestalla.

Oeste bate Náutico e fica perto do G-4

O ascendente Oeste alcançou na tarde desta sábado sua terceira vitória seguida na Série B do Campeonato Brasileiro. Na Arena Barueri, o time de Itápolis contou com um gol do ex-palmeirense Robert para ganhar pelo placar mínimo do Náutico, em situação delicada no torneio.

Com 37 pontos, o Oeste sobe para a sétima colocação da tabela e fica a três do Juventude, último integrante do grupo de clubes que teriam vaga na elite do futebol nacional. O Náutico, por sua vez, permanece com os mesmos 20 pontos e ocupa o penúltimo lugar, superando apenas o ABC.

Pela 25ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, às 21h30 (de Brasília) de sexta-feira, o Oeste volta a campo para enfrentar o Luverdense, seriamente ameaçado pelo rebaixamento, no Estádio Passo das Emas. Já o Náutico, às 16h30 de sábado, pega o Internacional, no Lacerdão.

O primeiro tempo da partida disputada na Arena Barueri terminou de forma trágica para o Náutico. Aos 43 minutos da etapa inicial, por interceptar um passe no meio de campo com a mão, Henrique Ávila acabou expulso. Dois minutos antes, ele já havia sido advertido com o cartão amarelo.

Com um homem a mais em campo, o técnico Roberto Fernandes voltou para o segundo tempo com Robert no lugar de Lídio e viu o Oeste marcar aos 26 minutos. Mazinho recebeu cobrança de lateral pela direita e cruzou para cabeçada certeira do experiente centroavante.

Com o Náutico em busca do empate, William Schuster chegou a levar algum perigo ao goleiro Rodolfo em cabeçada após cruzamento de Manoel pela esquerda. Em superioridade numérica e com 1 a 0 no placar, o Oeste soube como se defender e completou sua quarta rodada sem derrota.

Internacional vence Figueirense e retoma a liderança da Série B

Na chuvosa tarde deste sábado, o Internacional venceu o Figueirense pelo placar de 3 a 0 e retornou à liderança da Série B. Os gols foram marcados pelos atacantes William Pottker, Leandro Damião e Nico López. Com o resultado, o Colorado Gaúcho chega aos 45 pontos, mesmo número do América-MG, mas leva vantagem no critério de desempate, por possuir uma vitória a mais que o Coelho. Já o Figueirense permanece com 25 pontos e cai para a 18ª posição.

O Internacional entrou em campo sabendo que se vencesse assumiria a primeira colocação da Série B. Assim como o Figueirense sabia que apenas uma vitória tiraria o time do Z4 do torneio.

No Beira-Rio, um uma parte das arquibancadas foi fechada devido à estrutura do show do Bon Jovi que já foi montada. A apresentação da banda americana de rock ocorrerá dia 19 de setembro no estádio.

No lado colorado, o técnico Guto Ferreira teve apenas a ausência do zagueiro Klaus para o duelo. O jogador sofreu uma fratura no osso rádio e teve que passar por uma cirurgia. Assim, Ernando assumiu a posição. Já, no lado alvinegro, Milton Cruz não contou com Guilherme Lazaroni e Jorge Henrique, lesionados, e Zé Antônio, que recebeu o terceiro cartão amarelo e cumpriu suspensão. O treinador optou por colocar João Lucas, Xuxa e Pereira como substitutos.


William Pottker foi o autor de um dos gols da partida (Foto: Ricardo Duarte/Internacional)

O JOGO

A forte chuva que caia em Porto Alegre desde quarta-feira deixou o gramado do Beira-Rio bastante molhado e fazia com que a bola corresse mais rápido que o normal. Com isso, os jogadores erraram bastante passes no jogo.

O Internacional abriu o placar no primeiro ataque. Aos 3 minutos, o lateral esquerdo Uendel recebeu a bola e cruzou para a área. A redonda passou por todo mundo e o atacante William Pottker apareceu na segunda trave dando um carrinho e empurrando para o fundo das redes.

Em uma rápida jogada pela direita, Leandro Damião invadiu a área, mas no momento em que tentou fazer a assistência para o centro, o zagueiro Leandro Almeida cortou a bola e afastou para o meio de campo.

Aos 10 minutos, em outro lance pela direita de ataque, o lateral Claudio Winck carregou a bola até a entrada da área e arriscou uma finalização rasteira, tentando aproveitar o gramado molhado. O goleiro Saulo realizou a defesa em dois tempos.

O Figueirense teve boa oportunidade com Henan aos 21 minutos. Após cruzamento da direita, o atacante apareceu livre na área para cabecear com muito perigo, mas o goleiro Danilo Fernandes fez grande defesa espalmando para escanteio.

O Inter começou a crescer na partida. Aos 35 do primeiro tempo, em avanço pela esquerda, Eduardo Sasha recebeu na entrada da área e tentou uma conclusão colocada no canto oposto ao defendido por Saulo, mas a bola subiu muito e saiu pela linha de fundo.

Cinco minutos depois, Uendel invadiu a área pela esquerda e cruzou buscando Pottker, mas a zaga do Figueirense afastou. No rebote, o volante Edenílson ficou com a bola na entrada da área, passou pela marcação e finalizou com força para mais uma boa defesa do goleiro Saulo.

SEGUNDO TEMPO

O Internacional voltou para o campo com uma mudança. O lateral direito Claudio Winck foi substituído por Alemão. O jogador colorado teria sentido dores na coxa direita após colidir com o goleiro Saulo em um lance do primeiro tempo. O Figueirense retornou do vestiário com a mesma equipe que terminou a etapa inicial.

O segundo gol colorado veio aos 7 minutos. Após D’Alessandro cobrar escanteio, o atacante Leandro Damião apareceu sozinho na área e, de peixinho, balançou as redes para o Internacional. Após o tento, a torcida mandante começou a gritar: “ão, ão, ão, terceira divisão”, provocando o torcedor do Figueirense presente no Beira-Rio.

O time visitante tentou responder com Zé Love, que chutou cruzado para área, buscando Henan, mas o zagueiro Victor Cuesta apareceu desviando a bola para escanteio.

Aos 14 minutos, o atacante William Pottker deu uma arrancada espetacular. O jogador saiu do campo de defesa do Internacional carregando a bola e, sem ninguém marcando, passou por todo o campo até chegar na área adversária. Quando estava cara-a-cara com o goleiro tocou para Leandro Damião, que aparecia pelo meio, mas a conclusão de Damião parou no volante Abuda.

O Inter quase marcou o terceiro aos 25 minutos. Em jogada pela esquerda, Uendel cruzou para a área pequena e encontrou Leandro Damião livre. O atacante cabeceou com muita força, mas a bola passou tirando tinta do travessão.

O Colorado dominava o duelo no Beira-Rio com tranquilidade. Aos 32 minutos, o uruguaio Nico López lançou para William Pottker, que ao dominar no peito driblou a marcação, mas no momento da conclusão a bola subiu muito e saiu longe da meta.

A pressão vermelha era infernal para os visitantes. Aos 36 minutos, William Pottker fez jogada pela esquerda e levantou a bola na área. Nico López dominou mal e Damião, quase de voleio, chutou. Porém, a bola desviou nas costas do marcador e saiu para escanteio.

Um minuto depois, Nico López marcou o terceiro dos donos da casa. O lateral Uendel fez fila pela esquerda, invadiu a área e tocou para o uruguaio que apenas precisou empurrar para dentro do gol e sair para a festa.

Na melhor chance do Figueirense na partida, o atacante Nicolas Careca, dentro da área, acertou o travessão da goleira defendida por Danilo Fernandes.

Ainda antes do apito final, D’Alessandro cruzou para a área e Damião tentou de carrinho, mas a bola subiu muito e passou por cima da meta.

Os dois times retornam a campo no próximo sábado, às 16h30 (de Brasília), pela 25ª rodada da Série B. No Lacerdão, o Internacional encara o desesperado Náutico, enquanto o Figueirense enfrenta o lanterna ABC no Orlando Scarpelli.

Fortaleza derrota o Tupi e se aproxima do acesso para a Série B

O Fortaleza abriu ótima vantagem no confronto diante do Tupi que vai determinar uma das equipes na Série B 2018. Neste sabado, empurrado pela torcida no Castelão, o time venceu por 2 a 0, gols marcados por Leandro Lima e Bruno Melo, ambos no segundo tempo. Assim, vitória, empate ou derrota por um tento de diferença no confronto de sábado que vem, 23, em Juiz de Fora, garante o acesso ao Tricolor. Até uma derrota por dois gols de diferença, desde que marque pelo menos um gol, classifica o Fortaleza. Em caso de vitória do Tupi por 2 a 0, a decisão será nos pênaltis.

A primeira etapa do confronto foi de poucas emoções. O Fortaleza tinha mais a bola, mas errava muito quando chegava perto da área, tanto que não criou nenhuma oportunidade real. Já o Tupi entrou em campo para se defender e em um escanteio teve a grande chance do primeiro tempo, depois que Edmario, de cabeça, obrigou Marcelo Boeck a fazer uma defesa espetacular.

No segundo tempo, tudo mudou. Logo aos dois minutos, Hiago fez ótima jogada e serviu Bruno Melo. O lateral deu ótimo passe para Leandro Lima e o meio-campista abriu o placar. Nos cinco minutos seguintes o Tupi ficou completamente desorganizado e o Tricolor poderia ter ampliado, mas Hiago perdeu duas chances incríveis.

Ainda dominante, o Fortaleza continuava buscando aumentar a vantagem. Lucio Flavio desperdiçou boa oportunidade, mas aos 25 minutos novamente Hiago foi decisivo. Ele invadiu a área e seu cruzamento foi interceptado pela mão do zagueiro do Tupi. Pênalti que Bruno Melo bateu e definiu o placar, para alegria do torcedor do Fortaleza que vê seu time mais perto do que nunca de voltar para a Série B em oito anos seguidos de disputa da Terceira Divisão.

Bayern de Munique goleia o Mainz e assume a vice-liderança da Bundesliga

O Bayern de Munique se recuperou na Bundesliga ao golear o Mainz por 4 a 0 neste sábado, 16, no Allianz Arena, em München, em jogo válido pela 4ª rodada. Thomas Müller abriu o placar aos 11 e Arjen Robben ampliou aos 23 minutos. No segundo tempo, Robert Lewandowski fechou a conta aos cinco e 32 minutos.

O Bayern assumiu a vice-liderança, com nove pontos. O Mainz ocupa a 14ª posição, com apenas três pontos. Na terça-feira, 19, às 15h30, o Bayern encara o Schalke na Veltins Arena, em Gelsenkirchen. O Mainz recebe o Hoffenheim na Opel Arena, quarta-feira, 20, às 15h30.

15/09/2017

Santa Cruz derrota Goiás e deixa o Z-4 da Série B

Marcelo Martelotte teve uma semana quase cheia para preparar a equipe visando o Goiás. Apesar do empate diante do ABC, na última rodada, o treinador gostou da atuação da equipe no primeiro tempo e resolveu dar sequência aos titulares. O time vai entrar em campo da seguinte forma: Júlio César; Nininho, Anderson Salles, Sandro, Tiago Costa; João Ananias, Derley, Thiago Primão, João Paulo; André Luis e Grafite.
O JOGO 
O Santa Cruz conseguiu apresentar um bom futebol e goleou o Goiás, no Arruda. O gol de João Paulo e os dois de Bruno Paulo encerraram sequência negativa e, de quebra, tiraram o tricolor da zona de rebaixamento. Diante de sua apaixonada torcida, a equipe comandada por Martelotte alcança os 27 pontos na Série B.
Nem o mais otimista esperava um início de jogo avassalador do Santa Cruz. Com menos de 3 minutos após o apito inicial, João Paulo abriu o placar de cabeça e deu uma tranquilidade maior para a equipe coral trabalhar durante o jogo. O Mais Querido dominou as ações e Júlio César foi exigido apenas uma vez. Os jogadores desceram para os vestiários aplaudidos pelo torcedor presente no Arruda.
Necessitando pontuar, o Goiás pressionou e não conseguiu furar o bloqueio coral. Apesar de focar na marcação no segundo tempo, o tricolor foi cirúrgico nos contra ataques e conseguiu fazer dois gols dessa maneira. Bruno Paulo, que havia entrado na primeira etapa, foi o autor dois últimos gols que decretaram a vitória coral.
GOLS 
O Santa Cruz conseguiu abrir o placar com três minutos da etapa inicial. André Luis recebeu na esquerda, fez o cruzamento e João Paulo apareceu livre para cabecear no fundo das redes. Aos 39 minutos, Bruno Paulo aproveitou passe de João Paulo, em ótimo contra ataque e bateu no ângulo de Marcelo Rangel. Poucos minutos depois, aos 42, o mesmo Bruno Paulo fez ótima jogada individual, invadiu a área e pôs números finais do duelo.
MODIFICAÇÕES – Marcelo Martelotte foi obrigado a fazer a primeira e a segunda mudança por questões médicas. André Luis deixou o campo com 30 minutos do primeiro tempo, alegando dores na coxa, para a entrada de Bruno Paulo. Na etapa final, com 17 minutos, Derley torceu o tornozelo e saiu para Wellington Cezar entrar. A última mexida de Martelotte, por opção, foi a Ricardo Bueno na função de Grafite. 

Corinthians derrota Colo Colo nos pênaltis e conquista a Libertadores Feminina

O Corinthians/Audax conquistou na noite deste sábado o título da Copa Libertadores Feminina, realizada em Assunção, no Paraguai. Na grande...