Santa Cruz vence o ABC e assume a vice-liderança da Série B

O Santa Cruz venceu o ABC, por 2 a 1, nesta tarde, no estádio do Arruda, em Recife (PE), pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O resultado foi justo e o jogo foi marcado por uma grande confusão gerada pela troca de camisas entre dois jogadores do time potiguar. O time pernambucano, agora, soma nove pontos, na vice-liderança, com cinco do ABC, em 14.º lugar. "O mais importante foi a vitória, porque a gente vem de uma maratona de jogos. Nosso time está reagindo bem e acho que a vitória foi merecida" - comentou ao final do jogo Vinícius Eutrópio, técnico do Santa Cruz.

MUITA VELOCIDADE

O jogo começou movimentado, inclusive com o ABC chegando mais na frente usando bem a velocidade de seus atacantes. Júlio César defendeu bem uma cabeçada de Nando, evitando o gol do ABC aos 18 minutos. O zagueiro Anderson Salles exigiu boa defesa de Edson, aos 26 minutos pelo lado do Santa Cruz.
Mesmo com volume maior o ABC sofreu o gol aos 36 minutos. Tudo aconteceu em jogada individual do lateral-esquerdo Roberto, que desceu em diagonal e passou por vários adversários antes de chutar no canto direito de Edson.
Santa Cruz foi superior ao ABC que se perdeu com trocas de camisas entre seus atacantes
Santa Cruz foi superior ao ABC que se perdeu com trocas de camisas entre seus atacantes
GOL E EMPATE
Dois minutos depois, o visitante empatou com Adriano Pardal, que aproveitou de cabeça o cruzamento de Dalberto. Foi quando se notou que as camisas de ambos estavam trocadas. A sete de Pardal estava com Dalberto, que usaria a número 11.
Mas aos 47 minutos o árbitro Cleisson Veloso Pereira errou ao marcar pênalti de Jardel em cima de André Luis. A falta aconteceu claramente fora da área. Na cobrança, Anderson Salles bateu forte, porém, a bola explodiu no travessão. Isso aos 48 minutos.
VOLTA DEMORADA E TROCA
Por conta da confusão das camisas, o ABC demorou 20 minutos para voltar a campo. Como Adriano Pardal já tinha recebido o cartão amarelo, havia a dúvida de que ele poderia receber outro amarelo e ser expulso na volta para campo. Por isso ele foi substituído por Echeverría. O lateral Jonathan Bocão, também amarelado, foi trocado por Levy.
Mas logo o Santa Cruz ficou na frente no placar aos quatro minutos. Primão lançou Ricardo Bueno pelo lado esquerdo da área e ele soltou a bomba de esquerda. A bola explodiu no travessão e caiu nos pés de André Luís. Ele ajeitou com categoria, tirou do adversário e bateu cruzado.
O ABC não teve forças para reagir. O Santa Cruz manteve seu ritmo e criou outras chances para ampliar. João Paulo perdeu um gol quase em cima da linha do gol aos 37 minutos e Ricardo Bueno, aos 45 minutos fez um gol legal e que acabou anulado pela arbitragem. Ele comemorava com a torcida quando soube do erro grotesco do bandeirinha. Uma pena.
JOGOS NA TERÇA-FEIRA
Na próxima terça-feira, pela quinta rodada, o Santa Cruz enfrenta o Goiás, às 20h30, no estádio Serra Dourada, em Goiânia. O ABC vai buscar a reabilitação em casa diante do líder Paysandu, às 19h15.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

San José busca empate com Oriente Petrolero e divide a liderança com o Bolívar

Benede supera Fucsovics e pega Raonic nas oitavas em Istambul