29/04/2017

Bayern de Munique goleia o Wolfsburg e conquista penta inédito

O Bayern de Munique escreveu mais uma página em sua hegemonia nacional neste sábado. Auxiliado pelo tropeço do RB Leipzig mais cedo, o time bávaro conquistou com três rodadas de antecipação outro título do Campeonato Alemão ao golear o Wolfsburg por 6 a 0, mesmo atuando na casa do adversário, pela 31.ª rodada.

Disparado o time que mais conquistou títulos alemães, o Bayern ainda consegue bater recordes, mesmo com uma história já repleta das mais diversas marcas alcançadas. O troféu confirmado neste sábado foi o 27.º de sua trajetória, sendo o quinto consecutivo, feito nunca antes obtido por nenhum time do país.
CAMPANHA EXEMPLAR
Para faturar o título, o Bayern contou com nova campanha exemplar. Em 31 partidas disputadas, são 22 vitórias, sete empates e somente duas derrotas. A regularidade da equipe minou qualquer possibilidade de conquista do caçula RB Leipzig, que chegou a liderar a competição no início, mas caiu de produção no segundo turno.
O time de Munique chegou a 73 pontos com a goleada deste sábado e, com apenas mais três partidas pela frente, não pode mais ser alcançado pelo Leipzig, que foi a 63 com o tropeço desta rodada, ao empatar por 0 a 0 com o vice-lanterna Ingolstadt mesmo atuando em casa.

DETERMINADO A VENCER

O Bayern entrou em campo neste sábado ciente de que uma vitória lhe daria o título. Por isso, tratou de tomar conta da partida e foi ao ataque nos primeiros minutos.
De tanto insistir, abriu o placar aos 18 minutos, quando Alaba cobrou falta pela direita com perfeição, no ângulo.
O segundo quase saiu somente três minutos depois, mas Casteels fez milagre. Após saída errada da zaga, Lewandowski recebeu na entrada da área e encheu o pé, para grande defesa.
No rebote, Thomas Müller tentou novamente, mas o goleiro brilhou mais uma vez ao espalmar com muito reflexo.
ARTILHEIRO FAZ DOIS
Mas Lewandowski não desistiria e deixaria sua marca por duas vezes ainda no primeiro tempo. Aos 35, Müller recebeu de Coman pela esquerda e tocou para o atacante, que dominou e bateu no canto esquerdo, desta vez sem chances para Casteels. Aos 45, o polonês recebeu assistência direta de Coman para marcar.
Com o confronto definido, o Bayern diminuiu o ritmo na volta do intervalo. Só que mesmo sem forçar, as oportunidades foram aparecendo, até que Robben balançasse a rede, bem ao seu estilo. Aos 21, ele recebeu pela direita, foi levando para o meio e bateu firme, no canto.
O nervosismo tomou conta do Wolfsburg, e isto ficou claro aos 32 minutos. O árbitro viu falta de Luiz Gustavo em Renato Sanches, o brasileiro se enfureceu e chutou a bola longe. Por isso, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Revoltado, ele partiu para cima do juiz e precisou ser contido até por adversários.
ADVERSÁRIO DESLIGADO
Talvez desligado pelo destempero de Luiz Gustavo, o Wolfsburg cochilou e levou o quinto na cobrança da falta. Lewandowski foi acionado por Kimmich, driblou o goleiro e, com pouco ângulo, acertou a trave. No rebote, Müller marcou. Aos 39, o próprio Kimmich selou o placar, após aproveitar cruzamento de Robben pela esquerda.
Se o título salvou a temporada do Bayern, já eliminado da Liga dos Campeões e da Copa da Alemanha, a derrota mantém o Wolfsburg assombrado pelo rebaixamento. São apenas 33 pontos em 31 jogos para o 14.º colocado, dois à frente do Augsburg, que tem uma partida a menos e hoje teria que jogar um playoff para tentar evitar a queda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

seja o primeiro a comentar

Juventus perde para a Sampdoria e vê Nápoli consolidar liderança do Italiano

A Juventus, hexampeã italiana de futebol, foi hoje derrotada por 3-2 na visita à Sampdoria, em jogo da 13.ª jornada da liga italiana, re...