Atlético de Madrid volta a tropeçar e fica mais distante dos líderes

O Atlético de Madrid ficou hoje mais longe da liderança da Liga espanhola de futebol, ao empatar a dois gols no reduto do Athletic de Bilbau, em encontro da 19.ª jornada.

A formação ‘colchonera’ começou, praticamente, a ganhar, graças a um gol de Koke, aos três minutos, mas os locais deram a volta ao resultado, com tentos de Lekue, ainda na primeira parte, aos 42, e de Oscar De Marcos, já na segunda, aos 56.

A 10 minutos do final, o conjunto de Diego Simeone ainda conseguiu, porém, salvar um ponto, graças a um tento do francês Antoine Griezmann.

Na classificação, o Atlético de Madrid segue agora a oito pontos do líder Real Madrid e quatro do Sevilha, que reforçou o segundo lugar, mantendo-se a um ponto dos ‘merengues’ (menos um jogo), ao vencer fora o Osasuna por 4-3.

Os anfitriões, que seguem no 20.º e último lugar e ainda não venceram em casa, chegaram duas vezes à vantagem, por Sergio León, aos 15 minutos, e um autogolo de Iborra, aos 63, mas a formação sevilhana recuperou, com um ‘bis’ do mesmo Iborra, aos 43 e 65, e um tento de Vázquez, aos 80.

Nos descontos, o conjunto orientado por Jorge Sampaoli voltou a marcar, por Pablo Sarabia, aos 90+3 minutos, tendo o Osasuna reduzido, no minuto seguinte, por Kenan.

Com o triunfo em Pamplona, o Sevilha passou a somar 42 pontos, melhorando em três a sua melhor pontuação de sempre numa primeira volta do campeonato, e assegurou o segundo posto no fim da ronda, com mais quatro pontos do que o FC Barcelona, que ainda hoje joga no terreno do Eibar.

A equipa de Daniel Carriço acumula cinco vitórias consecutivas na Liga, depois dos triunfos caseiros diante de Real Madrid (2-1) e Málaga (4-1) e como visitante diante de Real Sociedad (0-4) e Celta Vigo (0-3).

Comentários

Postagens mais visitadas