16/11/2016

Coritiba vence o Santa Cruz em casa e se afasta do Z4

Foi no sufoco, com uma apresentação abaixo da média diante do torcedor, mas o Coritiba bateu o Santa Cruz por 1 a 0, no Couto Pereira, e deu um passo importante para afastar o risco de degola no Campeonato Brasileiro. Com 44 pontos, o Alviverde aparece na 14ª colocação, enquanto o adversário, com 27 pontos, está rebaixado para Série B.

Depois de ser pressionado na primeira etapa e ter dificuldades para render mesmo com mudanças depois do intervalo, o Coxa encontrou seu gol apenas aos 29 minutos, quando Kléber serviu Leandro, que teve tranquilidade para balançar as redes e garantir os três pontos.

Na próxima rodada, o Coritiba enfrenta o Flamengo, domingo, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, Já o Santa Cruz volta a campo no mesmo dia para encarar o Atlético Mineiro, no estádio do Arruda, no Recife.

O jogo – O Alviverde mostrou seu cartão de visitas logo aos dois minutos, com Juan lançando Leandro em profundidade. O toque final do atacante, no entanto, foi falho. A resposta veio no minuto seguinte, com Jadson roubando a bola e servindo Grafite, que bateu para defesa de Wilson. O jogo era equilibrado e, já sem tanta responsabilidade, a equipe tricolor jogava mais solta.

Boa chance para o Santa aos 14 minutos, com Léo Moura tabelando com Keno e, de cara para o gol, perder com um chute fraco. Os 18 minutos, Léo Moura invadiu a área, foi travado, e ficou no chão pedindo pênalti, sem ser atendido. A equipe pernambucana chegava mais no campo ofensivo do que os donos da casa. Aos 26 minutos, Leo Moura cruzou para Grafite, mas Walisson Maia apareceu para cortar.

O torcedor coxa-branca já começava a se irritar na arquibancada com a baixa produção do time. Aos 32 minutos, Grafite partiu para a jogada individual, deixou Juninho para trás e tocou para João Paulo, que bateu por cima do gol. Aos 38 minutos, Luan Peres fez o desvio par ao meio da área após cruzamento, e Wilson deixou a meta para interceptar.

Para a segunda etapa, o Coxa voltou com Yago no lugar de Raphael Veiga. O time alviverde também voltou querendo mostrar outra postura. Aos dois minutos, Leandro invadiu a área e soltou a bomba para defesa de Tiago Cardoso, no rebote, Amaral perdeu a chance. A resposta veio aos nove minutos, Jadson aproveitou cochilo da zaga do Coritiba para avançar e bater pra fora.

O resultado era ruim para as duas equipes, mas o Santa parecia mais próximo de mudar o resultado. Aos 18 minutos, Keno fez a jogada e cruzou para Grafite, de perna direita, fazer a bola carimbar o travessão. Os jogadores do Coxa perdiam mais tempo discutindo com a arbitragem, pedindo a marcação de pênaltis, do que realmente criando.

O tempo passava e nada de o time da casa reagir, mesmo com todas as mudanças processadas por Carpegiani. Até que, aos 29 minutos, Kléber dominou no meio da defesa e deixou Leandro na cara do gol para balançar as redes e abrir o placar. Já no desespero, aos 39 minutos, Keno bateu de muito longe, pela linha de fundo. Aos 45 minutos, falta para o Santa Cruz, e João Paulo cobrou para Wilson salvar e garantir a vitória.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

seja o primeiro a comentar

Paraná vence o CRB e conquista acesso para a Série A

Garantido na Série B do Campeonato Brasileiro, o CRB perdeu para o Paraná por 1 a 0 na tarde deste sábado (18), no Estádio Rei Pelé, em Ma...