03/07/2017

Bia vence Robson e avança em Wimbledon

 Em sua primeira aparição na grama do All England Club, a paulista Beatriz Haddad Maia mostrou firmeza e mesmo enfrentando a atleta da casa Laura Robson, não sentiu qualquer tipo de pressão, venceu em sets diretos e se tornou a primeira brasileira a triunfar em Wimbledon desde 1989, repetindo o feito da paranaense Giesele Miró. 

Bia também conseguiu, nesta segunda-feira, sua primeira vitória em uma chave principal de Grand Slam, fechando o jogo contra Robson com parciais de 6/4 e 6/2, em 1h12 de confronto. Na segunda rodada ela poderá enfrentar a romena Simona Halep, que precisa confirmar a condição de cabeça de chave 2 contra a neozelandesa Marina Erakovic.

O domínio da brasileira na partida se mostrou nos números, com ela levando a melhor sobre a rival em quase todas as estatísticas. Bia teve melhor aproveitamento com o saque (70% a 60%), anotou mais bolas vencedoras (15 a 9) e cometeu menos erros não forçados (14 a 23). Além disso, ela foi impecável nos break-points, anotou os três que teve a seu favor e salvou o único que encarou. 

Logo de cara o jogo começou favorável à paulistana, que já no primeiro game conseguiu uma quebra. Bia teve o saque ameaçado na sequência, mas se se salvou e administrou a vantagem obtida na largada até o final e deu seu primeiro passo rumo a uma vitória em Slam. 

A história da segunda parcial foi bem parecida, com um break para Bia novamente no primeiro game. Só que desta vez ela ampliou a diferença ao anotar nova quebra no quinto game e ficou ainda mais perto da segunda rodada. Bia fechou na primeira vez que sacou para o jogo, mas teve um pouco de trabalho para selar o triunfo, precisando de cinco match-points. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

seja o primeiro a comentar

Liga dos Campeões: Seis equipes nas "oitavas" e mais um recorde de CR7

Há três semanas, depois da 4.ª jornada da fase de grupos, Bayern Munique, Manchester City, Paris Saint-Germain e Tottenham garantiram um l...