Djokovic sofre, mas vence Schwartzman e vai às oitavas em Paris



Depois de duas vitórias em sets diretos nas primeiras rodadas de Roland Garros, Novak Djokovic foi muito mais exigido nesta sexta-feira, mas garantiu seu lugar nas oitavas de final. Atual campeão em Paris, o sérvio lutou por 3h19 para derrotar o argentino Diego Schwartzman por 5/7, 6/3, 3/6, 6/1 e 6/1.

Agora com 232 vitórias em Grand Slam, o sérvio está a uma vitória de igualar a marca estabelecida por Jimmy Connors, segundo maior vencedor da história. Ele também iguala as 58 vitórias em Roland Garros do argentino Guillermo Villas, terceiro maior vencedor no saibro parisiense.

A vitória também foi a 28ª que Djokovic conseguiu no quinto set, sendo que ele perdeu apenas nove jogos que foram à parcial decisiva. Seu próximo rival sairá da partida entre o francês Lucas Pouille e o espanhol Albert Ramos.

Djokovic foi o primeiro a quebrar e liderou o set inicial por 4/1. O sérvio vinha tendo o controle das ações, apesar dos muitos ralis longos da partida, mas cometeu quatro erros não-forçados no sétimo game e permitiu o empate. Schwartzman ganhou confiança e vinha cada vez mais firme do fundo de quadra para voltar a quebrar no penúltimo game da parcial.

Depois de cometer 21 erros no primeiro set, Djokovic deu apenas nove pontos de graça na parcial seguinte. Além disso, o sérvio foi muito firme no saque, cedendo apenas quatro pontos nos games de serviço. Foram necessários seis break points para que o sérvio conseguisse a única quebra do set já no oitavo game.

Os sacadores prevaleceram no início do terceiro set. Perdendo por 4/3, Djokovic cometeu uma dupla-falta e dois erros e se viu em um perigoso 0-40. O sérvio chegou a salvar dois break points, mas não evitou a quebra. Ao apostar em bolas de segurança, quase sempre na cruzada, Djokovic teve quatro chances de devolver a quebra, mas não as aproveitou.

O quarto set começou com amplo domínio do atual campeão, que rapidamente abriu 4/0, perdendo apenas seis pontos no período. Advertido por uso de linguagem obcena, o sérvio discutiu com o árbitro Carlos Ramos e foi quebrado no quinto game. Passado o incidente, o sérvio voltou a mostrar um bom nível de tênis e venceu oito pontos seguidos para forçar o quinto set. 

Uma leve chuva começou a cair nos primeiros games do quinto set, mas não impediu a continuidade da partida. Já era evidente também que Schwartzman não conseguia manter a intensidade dos três primeiros sets e passava a cometer erros com frequência cada vez maior. O argentino chegou a receber atendimento em quadra e pouco pôde fazer para impedir a classificação do sérvio. Deu tempo ainda para que o número 2 do mundo pudesse aplaudir o momento que Schwartzman deixava a quadra.

Comentários