20/05/2017

Um dos torneios com mais charme na atualidade, o Campeonato Brasileiro do Série D, suas singularidades e seus grandes jogadores estarão de volta neste final de semana para a temporada 2017. Já no clima da competição, o Portal Futebol Interior foi atrás de alguns "medalhões" que irão disputar a quarta divisão nacional. Todos eles, buscam ajudar com a suas experiências no futebol para ajudar seus clubes. Os grandes destaques vão de Marcelinho Paraíba a Acosta, passando por Frontini, Weldon e Baiano. CONFIRA! Série D terá Neymar, Dinamite, 'Shevchenko', Sorín, Romero, Sassá e campeões mundiais Sem dúvidas, Marcelinho Paraíba é o mais experiente de todos os jogadores que disputarão a quarta divisão nacional. O meia, de 42 anos, brilhou por diversos times em sua carreira europeia, entre eles o Herta Berlin. No clube, o brasileiro foi bicampeão da Copa da Liga Alemã, nos anos de 2001 e 2002, além de ter sido eleito como melhor jogador da Bundesliga em 2005. No Brasil, MP10 teve boas passagens por São Paulo, Coritiba, Flamengo e Sport. O jogador chegou a Portuguesa para disputar a Série D, após rodar por times de menor expressão. Marcelinho Paraíba é o principal reforço da Portuguesa para a disputa da Série D (Foto: Divulgação/Portuguesa) Marcelinho Paraíba é o principal reforço da Portuguesa para a disputa da Série D (Foto: Divulgação/Portuguesa) Além dele, a Lusa conta com mais dois jogadores consagrados em seu elenco. O goleiro Ricardo Berna, de 35 anos, que ficou conhecido após jogar no Fluminense e o volante Leandro Domingues, que tem a sua carreira marcada por boas atuações no futebol japonês, onde jogou no Kashiwa Reysol e Nagoya Grampus. O time da capital paulista espera aliar a experiência com novos jogadores para surpreender e sonhar com o acesso. Frontini irá defender as cores do XV de Piracicaba, após rodar pelo país Frontini irá defender as cores do XV de Piracicaba, após rodar pelo país Nos outros cinco times paulistas que disputam a competição, os experientes jogadores também não ficam de fora. No Red Bull Brasil, o atacante Edmilson, ex-Vasco, volta ao clube campineiro para ajudar o time a conquistar voos altos na Série D. Além dele, o elenco do Toro Loko ainda conta com William Magrão, que mesmo não sendo tão velho de idade, pois tem 30 anos, já tem uma certa bagagem e por isso pode ser considerado um medalhão. O volante tem passagens pelo Grêmio e Ponte Preta. No XV de Piracicaba, Frontini desponta como o mais experiente do elenco. O atacante argentino, naturalizado brasileiro, chega ao Nhô-Quim com 35 anos, para ajudar o time paulista na difícil missão que será o campeonato brasileiro. Frongol, como é conhecido, rodou por diversos times e é velho conhecido no interior do Brasil. Já no São Bernardo, o goleiro Daniel de 35 anos é o medalhão do time. No Ituano e Audax, o goleiro Oliveira e o zagueiro Francis, são os mais antigos de cada elenco, respectivamente. DO OUTRO LADO Por outro lado, os times do estado de São Paulo também irão enfrentar alguns bons jogares experientes. Velho conhecido da torcida da Ponte Preta, onde fez muito sucesso na juventude, o atacante Weldon irá jogar o Campeonato Brasileiro da Série D pela Desportiva, do Espírito Santo, adversário da Portuguesa no Grupo A13. O jogador de 36 anos, chega ao clube após defender a camisa do Independente de Limeira no Paulista A2. O jogador é conhecido também na Europa, onde se destacou pelo Benfica entre os anos de 2009 e 2011. O experiente atacante uruguaio Acosta, irá defender o Sete na Série D O experiente atacante uruguaio Acosta, irá defender o Sete na Série D Adversário do XV de Piracicaba, o Brusque também tem um velho conhecido em seu elenco. Trata-se do volante Carlos Alberto, de 39 anos. O meio-campista tem passagens por Corinthians, Atlético Mineiro e Goiás, nos anos 2000. Já a Inter de Lages, será adversário do São Bernardo, no Grupo A16. O Vermelhão conta com Enercino. Apesar da pouca idade, 30 anos, o atacante tem sua primeira oportunidade no sul do país, após rodar por inúmeros times no Nordeste do país. MEDALHÕES PELO BRASIL Nas demais regiões do país, que conta com inúmeros clubes participantes na competição, os medalhões também estão presentes. Mas sem duvidas, o mais conhecido de todos é Beto Acosta, que irá defender o Sete de Setembro na Série D do Campeonato Brasileiro. O uruguaio de 40 anos, jogou pelo diversos times no Brasil mas teve seu auge quando jogava no Náutico e Corinthians, onde fez muitos gols. O lateral-direito Baiano é outro velho conhecido. O jogador irá defender o Luiziânia, em busca do acesso no fim da competição. Com 38 anos e 21 de carreira, o defensor tem passagens pela Seleção Brasileira, onde foi campeão do Torneio Pré-Olímpico em 2000, além de ter jogador no Las Palmas-ESP, Boca Juniors-ARG e Atlético Nacional-COL. No Brasil, Baiano defendeu o Santos, Palmeiras, Vasco e Guarani. Já Toró, volante ex-Flamengo, irá defender as cores do Princesa dos Solimões na disputa da Série D.

Um dos torneios com mais charme na atualidade, o Campeonato Brasileiro do Série D, suas singularidades e seus grandes jogadores estarão de volta neste final de semana para a temporada 2017. Já no clima da competição, o Portal Futebol Interior foi atrás de alguns "medalhões" que irão disputar a quarta divisão nacional. Todos eles, buscam ajudar com a suas experiências no futebol para ajudar seus clubes. Os grandes destaques vão de Marcelinho Paraíba a Acosta, passando por Frontini, Weldon e Baiano.
Sem dúvidas, Marcelinho Paraíba é o mais experiente de todos os jogadores que disputarão a quarta divisão nacional. O meia, de 42 anos, brilhou por diversos times em sua carreira europeia, entre eles o Herta Berlin. No clube, o brasileiro foi bicampeão da Copa da Liga Alemã, nos anos de 2001 e 2002, além de ter sido eleito como melhor jogador da Bundesliga em 2005. No Brasil, MP10 teve boas passagens por São Paulo, Coritiba, Flamengo e Sport. O jogador chegou a Portuguesa para disputar a Série D, após rodar por times de menor expressão.

Marcelinho Paraíba é o principal reforço da Portuguesa para a disputa da Série D (Foto: Divulgação/Portuguesa)
Marcelinho Paraíba é o principal reforço da Portuguesa para a disputa da Série D (Foto: Divulgação/Portuguesa)
Além dele, a Lusa conta com mais dois jogadores consagrados em seu elenco. O goleiro Ricardo Berna, de 35 anos, que ficou conhecido após jogar no Fluminense e o volante Leandro Domingues, que tem a sua carreira marcada por boas atuações no futebol japonês, onde jogou no Kashiwa Reysol e Nagoya Grampus. O time da capital paulista espera aliar a experiência com novos jogadores para surpreender e sonhar com o acesso.

Frontini irá defender as cores do XV de Piracicaba, após rodar pelo país
Frontini irá defender as cores do XV de Piracicaba, após rodar pelo país
Nos outros cinco times paulistas que disputam a competição, os experientes jogadores também não ficam de fora. No Red Bull Brasil, o atacante Edmilson, ex-Vasco, volta ao clube campineiro para ajudar o time a conquistar voos altos na Série D. Além dele, o elenco do Toro Loko ainda conta com William Magrão, que mesmo não sendo tão velho de idade, pois tem 30 anos, já tem uma certa bagagem e por isso pode ser considerado um medalhão. O volante tem passagens pelo Grêmio e Ponte Preta.
No XV de Piracicaba, Frontini desponta como o mais experiente do elenco. O atacante argentino, naturalizado brasileiro, chega ao Nhô-Quim com 35 anos, para ajudar o time paulista na difícil missão que será o campeonato brasileiro. Frongol, como é conhecido, rodou por diversos times e é velho conhecido no interior do Brasil. Já no São Bernardo, o goleiro Daniel de 35 anos é o medalhão do time. No Ituano e Audax, o goleiro Oliveira e o zagueiro Francis, são os mais antigos de cada elenco, respectivamente.
DO OUTRO LADO
Por outro lado, os times do estado de São Paulo também irão enfrentar alguns bons jogares experientes. Velho conhecido da torcida da Ponte Preta, onde fez muito sucesso na juventude, o atacante Weldon irá jogar o Campeonato Brasileiro da Série D pela Desportiva, do Espírito Santo, adversário da Portuguesa no Grupo A13. O jogador de 36 anos, chega ao clube após defender a camisa do Independente de Limeira no Paulista A2. O jogador é conhecido também na Europa, onde se destacou pelo Benfica entre os anos de 2009 e 2011.

O experiente atacante uruguaio Acosta, irá defender o Sete na Série D
O experiente atacante uruguaio Acosta, irá defender o Sete na Série D
Adversário do XV de Piracicaba, o Brusque também tem um velho conhecido em seu elenco. Trata-se do volante Carlos Alberto, de 39 anos. O meio-campista tem passagens por Corinthians, Atlético Mineiro e Goiás, nos anos 2000. Já a Inter de Lages, será adversário do São Bernardo, no Grupo A16. O Vermelhão conta com Enercino. Apesar da pouca idade, 30 anos, o atacante tem sua primeira oportunidade no sul do país, após rodar por inúmeros times no Nordeste do país.
MEDALHÕES PELO BRASIL Nas demais regiões do país, que conta com inúmeros clubes participantes na competição, os medalhões também estão presentes. Mas sem duvidas, o mais conhecido de todos é Beto Acosta, que irá defender o Sete de Setembro na Série D do Campeonato Brasileiro. O uruguaio de 40 anos, jogou pelo diversos times no Brasil mas teve seu auge quando jogava no Náutico e Corinthians, onde fez muitos gols.
O lateral-direito Baiano é outro velho conhecido. O jogador irá defender o Luiziânia, em busca do acesso no fim da competição. Com 38 anos e 21 de carreira, o defensor tem passagens pela Seleção Brasileira, onde foi campeão do Torneio Pré-Olímpico em 2000, além de ter jogador no Las Palmas-ESP, Boca Juniors-ARG e Atlético Nacional-COL. No Brasil, Baiano defendeu o Santos, Palmeiras, Vasco e Guarani. Já Toró, volante ex-Flamengo, irá defender as cores do Princesa dos Solimões na disputa da Série D.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

seja o primeiro a comentar

Corinthians derrota Colo Colo nos pênaltis e conquista a Libertadores Feminina

O Corinthians/Audax conquistou na noite deste sábado o título da Copa Libertadores Feminina, realizada em Assunção, no Paraguai. Na grande...