Juventus perde para Napoli fora de casa, mas avança à final da Copa da Itália

Com três dias de atraso, a "Lei do Ex" foi implacável. Após passar em branco no duelo de domingo, Higuaín fez dois gols contra o antigo clube e classificou a Juventus para a final da Copa da Itália.
Os gols do Napoli foram anotados por Hamsik, Insigne e Mertens, enquanto Higuaín marcou os dois dos visitantes.

Nesta quarta-feira, o Napoli venceu a Juventus por 3 a 2 pelo jogo de volta da semifinal da competição, mas não saiu do estádio San Paolo com a vaga na decisão. A primeira partida havia terminado com vitória dos comandados de Massimiliano Allegri por 3 a 1.
A final será disputada no dia 2 de junho, no Estádio Olímpico de Roma. E o adversário dos alvinegros terá a vantagem de conhecer melhor o local: trata-se da Lazio, que perdeu para o rival da capital nesta terça, mas acabou se classificando no confronto.
Será a terceira final consecutiva do clube de Turim. Nas duas últimas, inclusive, conquistou a taça, tornando-se a maior campeã, com 11 títulos.
FRANCESCO PECORARO/GETTY IMAGES
Atletas da Juventus comemoram classificação à final da Copa da Itália
Atletas da Juventus comemoram classificação à final da Copa da Itália
Com a vantagem na cabeça, a Juventus começou a partida recuada e esperando os donos da casa em seu próprio campo. E o Napoli veio para cima: aos 11 minutos, o brasileiro Neto fez grande defesa. Milik deu passe de calcanhar para Insigne, que invadiu a área e cruzou para Callejón. O atacante só não abriu o placar porque o ex-goleiro do Atlético-PR abafou o lance com sucesso.
O restante da primeira etapa, porém, foi de poucas chances e até certa violência. As duas equipes não economizaram nas entradas mais duras. Aos 28, o clima ficou pesado após falta não marcada em Cuadrado. Koulibaly inclusive chegou a se estranhar com Sturaro.
Aos 29, o Napoli errou ao tentar sair tocando no tiro de meta e Rincón interceptou passe dentro da área. O venezuelano, porém, isolou a oportunidade.
  • Higuaín culpa presidente
Dois minutos depois, o placar foi aberto - e a famigerada "Lei do Ex" seguiu implacável. Higuaín, ex-atacante do Napoli e odiado pela torcida presente, calou o estádio San Paolo. De fora da área, ele recebeu de costas, girou e chutou no cantinho: 1 a 0 para a Juventus.
Higuaín marca na volta ao San Paolo e comemora apontando para presidente do Napoli
O argentino foi contido na celebração. Entretanto, apontou para alguém na arquibancada, na região onde estava o presidente do clube napolitano, Aurelio De Laurentiis, e disparou: "Isto é culpa sua!".
Foi o terceiro gol de Higuaín contra o ex-clube em quatro jogos. Porém, o tento foi o 1ª anotado com a camisa nove alvinegra em Nápoles.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

San José busca empate com Oriente Petrolero e divide a liderança com o Bolívar

Benede supera Fucsovics e pega Raonic nas oitavas em Istambul

Carreño supera Robredo e faz quartas em Estoril