Red Bull Brasil goleia Novorizontino e conquista a 1ª vitória no Paulistão

O Red Bull Brasil conheceu na tarde desta quarta-feira a sua primeira vitória no Campeonato Paulista, em jogo válido pela 5ª rodada. Dentro do estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, o time de Alberto Valentim venceu o Novorizontino por 5 a 1, com uma grande atuação do trio Misael, Elvis e Elton. O time da casa aproveitou que estava com um jogador a mais desde os 17 minutos

O jogo contou com a presença da Rádio Futebol Interior, com a narração de Marcelo Corsato, os comentários de João Lucas e a reportagem de Elson Mariano. Além disso, o Projeto Futebol Sustentável também estava no estádio Moisés Lucarelli. O programa é idealizado pela Federação Paulista de Futebol em conjunto com a E&L Marketing Esportivo.

SÓ DEU TORO

Apesar das mudanças no time titular, o Red Bull Brasil conseguiu entrar em campo com muito mais intensidade que o adversário. Logo aos quatro minutos de bola rolando, Misael conseguiu quebrar a marcação com três dribles em sequencia. Ele serviu Elvis na direita, que tocou de calcanhar e encontrou o Elton. O atacante cruzou na marca do pênalti e Fillipe Soutto completou.

O gol logo no início do jogo deu mais tranqüilidade ao time da casa, mas ainda não era o suficiente para dar o jogo como ganho. Foi então que, aos 17 minutos, Henrique Santos entrou com a sola da chuteira no joelho de Misael. Sem perdoar, o árbitro Marcelo Aparecido de Souza mostrou o cartão vermelho de forma direta para o volante, que reclamou bastante da marcação.

No primeiro lance de perigo após a expulsão, aos 20 minutos, Alison encontrou Élvis no espaço da marcação. O meia esperou a saída do goleiro Tom e levantou em direção ao segundo pau. Sem marcação, Elton ajeitou o corpo e bateu de bicicleta. A bola ainda quicou no chão antes de estufar as redes. Um golaço do camisa 9 no estádio Moisés Lucarelli.
O NOME DELE É MISAEL!

A vantagem numérica ajudou o Red Bull Brasil a dominar o primeiro tempo, mas, assim que a bola rolou para a etapa final, o Novorizontino esboçou uma reação. Aos 10 minutos, Everaldo invadiu a grande área em velocidade e acabou derrubado por Willian Magrão. O árbitro assinalou a penalidade. Na cobrança, Alexandro deslocou o goleiro Saulo e diminuiu o placar.

Mas o sonho de arrancar um ponto fora de casa foi por água baixa pouco tempo depois. Quando o relógio marcava 17 minutos, Misael mais uma vez recebeu em velocidade de Élvis, esperou a saída do goleiro e tocou no meio para Elton, que completou de perna esquerda. Pouco tempo depois, aos 23, o camisa 9 recebeu de novo livre na área e marcou seu terceiro gol, o quarto do jogo.

Apático, o Novorizontino já não conseguia esboçar nenhuma reação. O técnico Alberto Valentim chegou a tirar o ‘motorzinho’ Misael para a entrada de Branquilho e ainda assim o time da casa conseguiu manter a intensidade. Aos 31 minutos, o lateral-esquerdo Thallyson lançou para Bruno Alves, que dominou, girou em cima da marcação e bateu rasteiro no canto de Tom, que se esticou todo, mas não conseguiu evitar.

No último lance da partida, aos 46 minutos do segundo tempo, Élvis lançou Branquinho nas costas da marcação e o Red Bull Brasil marcaria o sexta gol na partida, mas o atacante acabou derrubado por Doriva. Na cobrança da penalidade máxima, o próprio Élvis foi para a bola e mandou no canto esquerdo. O goleiro Tom saiu bem e conseguiu espalmar.

PRÓXIMOS JOGOS

O Red Bull Brasil volta a campo já no próximo sábado, pela 6ª rodada do Campeonato Paulista. Ainda na luta contra a zona de rebaixamento, o time viaja até Sorocaba enfrentar o São Bento no estádio Walter Ribeiro, às 17 horas. No mesmo dia, o Novorizontino recebe o São Paulo no estádio Jorge Ismael Biasi, em Novo Horizonte, às 19h30.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

San José busca empate com Oriente Petrolero e divide a liderança com o Bolívar

Benede supera Fucsovics e pega Raonic nas oitavas em Istambul