15/01/2017

Marítimo vence Paços Ferreira e assume a 6ª posição na Liga NOS

O Marítimo obteve hoje a terceira vitória seguida na Primeira Liga, ao ganhar em casa o Paços de Ferreira, por 3-1, em encontro da 17.ª jornada, e subiu ao sexto lugar.

Graças aos gols de Dyego Sousa, aos 05 e 68 minutos, o segundo de penálti, e de Raúl Silva, aos 08, os 'verde rubros' conseguiram um feito que não acontecia desde setembro de 2014, e passaram a somar 26 pontos.

Já o Paços, que ainda reduziu para 2-1 aos 25, com um golo de Welthon, leva seis jogos sem ganhar (a última vitória tem um mês) e mantém os 17 pontos, na 13.ª posição.

O marcador mexeu logo aos cinco minutos e para a equipa da casa, quando Patrick fez um lançamento lateral longo, aproveitado por Dyego Sousa, que surgiu entre os centrais pacenses e fez de cabeça o primeiro golo do jogo.

Apenas três minutos depois novo golo do Marítimo, outra vez de cabeça, desta feita a partir de um canto, apontado por Ghazaryan, lance finalizado por Raúl Silva no 'coração' da área adversária.

Vasco Seabra pedia mais aos seus jogadores e, após algumas tentativas sem nexo, Welthon conseguiu reduzir a desvantagem, aos 25 minutos, ao concretizar um livre direto na zona central, à entrada da grande área, apontando o seu sexto golo no campeonato, o 11.º em todas as competições esta temporada.

O avançado brasileiro esteve perto de 'bisar' três minutos depois, mas, desta vez, o guardião maritimista Charles, que ocupou o lugar do lesionado Gottardi, levou a melhor.

O Marítimo entrou melhor no arranque da segunda parte e ameaçou fazer o terceiro golo, através de Xavier, ao rematar de fora da área, aos 52 minutos.

A resposta visitante surgiu apenas quatro minutos depois, através de um contra-ataque, em que Welthon voltou a causar perigo, para defesa de Charles.

Os madeirenses controlavam a partida e, aos 67 minutos, o árbitro Manuel Oliveira assinalou grande penalidade por falta de Marco Baixinho sobre Dyego Sousa. O 'camisola 9' converteu o castigo máximo e apontou o quinto golo na Liga.

O Paços continuou a procurar surpreender através de transições rápidas, mas a melhor oportunidade surgiu na sequência de um canto, aos 79 minutos, em que a bola sobrou para Barnes Osei, que rematou forte para excelente intervenção de Charles.

Daniel Ramos lançou Brito para os últimos dez minutos e o internacional cabo-verdiano surpreendeu a defesa contrária, numa 'arrancada' pelo corredor esquerdo, lance apenas travado pelo guardião Defendi, aos 87 minutos, no último lance de perigo antes do apito final.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

seja o primeiro a comentar

Corinthians derrota Colo Colo nos pênaltis e conquista a Libertadores Feminina

O Corinthians/Audax conquistou na noite deste sábado o título da Copa Libertadores Feminina, realizada em Assunção, no Paraguai. Na grande...