Sesi derrota o Taubaté e fica na vice-liderança da Superliga

Duas das grandes forças do vôlei brasileiro nas últimas temporadas, Sesi e Taubaté se enfrentaram neste sábado, no Ginásio Sesi Leopoldina, em um jogo de extrema qualidade. Apesar da dominância do time do interior de São Paulo nos últimos confrontos, desta vez a equipe da capital levou a melhor em seus domínios e garantiu a vitória por 3 sets a 0, com parciais de 25/23, 25/18 e 25/18.
O jogo seguiu a sequência de homenagens que têm sido feitas pelas equipes da Superliga às vítimas do acidente envolvendo a delegação da Chapecoense. Apesar das faixas presentes no confronto, a equipe do Sesi foi além na solidariedade. O líbero Serginho entrou em quadra com um uniforme verde, trocando as habituais cores preta ou branca, e usará a camisa de jogo para ajudar a equipe catarinense. A intenção da equipe da capital é de que todos os jogadores assinem a camisa e enviem para a Chape, que decidirá se quer guardar a homenagem como recordação ou se a leiloará para ajudar financeiramente na reconstrução do clube.
Cercada pela rivalidade, já que as duas equipes carregam um retrospecto de decidirem títulos do Campeonato Paulista, a partida seguiu as expectativas presentes antes do duelo. Disputado ponto a ponto, o primeiro set apresentou grande equilíbrio em todos os momentos, estando sempre com vantagens apertadas. No entanto, no final a equipe do Sesi conseguiu se sobressair com um bloqueio e fechar a parcial em 25 a 23.
Sesi homenageou equipe da Chapecoense (Foto: Divulgação/Sesi SP Vôlei)
O segundo set seguiu o mesmo caminho do primeiro, com muito equilíbrio entre as equipes, que trocavam pontos a todo momento. Desta vez, no entanto, o Sesi conseguiu deslanchar na parte final e abrir 2 a 0. Os dois pontos finais do triunfo no set vieram em grande estilo, com dois aces do ponteiro Douglas Souza, que fechou a parcial em 25 a 18.
Ao contrário dos outros, o terceiro set começou com um domínio do empolgado Sesi, que aproveitou uma sequência de bloqueios para abrir 8 a 3. Na sequência do set, no entanto, o Taubaté reagiu e chegou a diminuir a vantagem para dois pontos de diferença. Na reta final, porém, a equipe da capital voltou a mostrar sua força e deslanchou no placar para fechar o jogo em 25 a 18.
Com a vitória, o Sesi se isolou na segunda posição da Superliga com 19 pontos, tendo seis vitórias e apenas um revés. Já o Taubaté, que tem cinco triunfos e duas derrotas, é o quinto, com 14 pontos.
Na próxima semana, o Taubaté joga novamente fora de casa, desta vez visitando o São Bernardo, no Ginásio Adib Moysés Dib. Já o Sesi recebe o Cruzeiro, em um grande jogo marcado para o Ginásio Sesi Leopoldina.
Outros resultados pela Superliga masculina de vôlei:
Minas 0x3 JF Vôlei (24-26, 25-27 e 20-25)
Canoas 3×1 Caramuru (21-25, 25-20, 25-20 e 25-21)
Maringá 1×3 São Bernardo (23-25, 22-25, 25-19, 18-25)
Osasco passa fácil pelo Minas em jogo de homenagem à Chapecoense
Osasco homenageou Chapecoense com faixa (Foto: João Pires/Fotojump )
Na Superliga feminina, o Osasco segue firme em busca das primeiras posições na tabela. Neste sábado, a equipe paulista recebeu o Minas, no Ginásio Professor José Liberatti, e não teve dificuldade para vencer por 3 sets a 0, com parciais de 25/16, 25/11 e 25/20.
A grande destaque do jogo foi a líbero Camila Brait, que recebeu o troféu VivaVôlei de melhor da partida. A jogadora do Osasco destacou a atuação da equipe. “A gente vinha buscando uma evolução e hoje tudo funcionou da melhor maneira possível. Essa semana trabalhamos muito e conseguimos transferir o bom desempenho dos treinos para o jogo. A nossa virada de bola funcionou, passe e defesa também foram eficientes, mas o diferencial desta partida foi o saque, que foi bem agressivo e quebrou a recepção delas”, declarou.
O jogo contou também com homenagens às vítimas da tragédia ocorrida com a delegação da Chapecoense. Antes da partida, as jogadores do Osasco entraram em quadra com uma faixa de apoio à equipe catarinense, além da realização de um minuto de silêncio.
Com a vitória, o Osasco fica na terceira colocação da Superliga, com 18 pontos conquistados, ostentando seis vitórias em sete jogos disputados. Já o Minas é o sétimo, com oito pontos e apenas três triunfos em sete confrontos.
Na próxima rodada, o Minas visita o Fluminense, no Ginásio Hebraica. Já o Osasco vai a Uberlândia para enfrentar o Praia Clube.

Comentários

Postagens mais visitadas