15/11/2016

Argentina faz 3 a 0 na Colômbia e se reabilita nas Eliminatórias sul-americanas

Ainda fora da zona de classificação direta para a Copa do Mundo de 2018, a Argentina ganhou um pouco de tranquilidade nas Eliminatórias nesta terça-feira ao vencer a Colômbia por 3 a 0 no Estádio del Bicentenário, na cidade de San Juan, contando com um gol de Lucas Pratto, do Atlético-MG.

A bicampeã mundial entrou em campo pressionada, já que, com a derrota para o Brasil por 3 a 0 na última quinta, estava apenas em sexto lugar na classificatória sul-americana. Com o triunfo, a equipe dirigida por Edgardo Bauza subiu para quinto, com 20 pontos, derrubando a adversária para sexto.

No último jogo das duas seleções no ano, 'Patón' apostou em Pratto, deixando Higuaín no banco. O jogador do Galo não decepcionou, deixou sua marca e ainda saiu de campo aplaudido. Entretanto, a estrela da companhia mais uma vez foi Messi, autor de um golaço em cobrança de falta e do passe para os outros dois gols. Di María fechou o placar.

Entre os visitantes, José Pekerman não pôde contar com o zagueiro Mina, do Palmeiras, que se machucou no empate com o Chile, na quinta-feira. Já o atacante Copete, do Santos, entrou no decorrer do confronto.

A partida começou bastante movimentada, com chances para os dois lados. Mas, para alívio da torcida local, foram necessários apenas dez minutos de bola rolando para que brilhasse a estrela do melhor jogador do mundo na última premiação da Fifa. Aos 10 minutos, Messi cobrou falta de longe, colocou efeito e acertou o ângulo, fazendo 1 a 0.

Sem se intimidar, a Colômbia quase empatou aos 18, em cabeceio de Falcao, mas a bola foi para fora. Quem colocou para dentro de cabeça, quatro minutos depois, foi Pratto, que aproveitou ótimo cruzamento de Messi e ampliou.

A partir de então até o intervalo, o nível do jogo caiu. As boas jogadas se tornaram escassas e deram lugar a divididas mais duras, e o árbitro mostrou quatro cartões amarelos, um deles para Pratto. Na volta dos vestiários, aos sete minutos, o centroavante preparou de cabeça, e Di María bateu para fora.

A Côlombia então apostou na entrada de Copete, do Santos, mas quem esteve mais perto do gol foi a 'Albiceleste'. Aos 22 minutos, Messi entortou o marcador e rolou com açúcar para Di María, que encheu o pé e carimbou a trave direita.

'Los Cafeteros' não esboçaram reação, e a seleção anfitriã ainda marcou o terceiro, aos 37. Messi tocou de letra para Pérez, que recolheu, entrou na área e tocou para Di María completar e assinalar o terceiro.

Na busca pelo gol de honra, os visitantes tiveram falta frontal para cobrar aos 46 minutos. James Rodríguez bateu e a bola caprichosamente acertou a trave.

 EFE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

seja o primeiro a comentar

PSG vence Lille e mantém folga na liderança da Ligue 1

O Paris Saint-Germain venceu hoje por 3-1 o Lille, do central português Edgar Ié, em jogo da 17.ª jornada da liga francesa de futebol, e a...