Inter empata com Santa Cruz no Beira-Rio e segue próximo ao Z4

A festa estava pronta no Beira-Rio com mais de 35 mil pessoas para o Inter se afastar um pouco mais da zona de rebaixamento. De quebra, poderia decretar o retorno do Santa Cruz à Série B. E tudo começou conforme planejado quando Vitinho abriu o placar logo aos seis minutos. Mas Léo Moura empatou em uma desatenção da defesa adversária e, no fim do primeiro tempo, os donos da casa viram Eduardo Henrique ser expulso e não tiveram forças para vencer com um a menos.
Com o empate, o Santa Cruz ainda respira na Série A, mesmo que com aparelhos. Sobe para 24 pontos e devolve a lanterna ao América-MG. O Colorado segue em 16º, com 38, dois a mais que o Vitória, primeiro na zona de rebaixamento. No próximo domingo, Inter e Santa Cruz entram em campo às 17h. O Colorado vai a São Paulo enfrentar o líder Palmeiras, e a Cobra Coral faz o duelo de lanternas com o América-MG, no Arruda.
Envolto na polêmica de suposta mala preta publicada pelo Jornal do Commercio, de Pernambuco, o Santa Cruz garantiu que a motivação para vencer o Inter em Porto Alegre tinha muitos outros motivos. Mas a vontade de deixar ao menos a lanterna da competição parecia ter acabado em apenas seis minutos. Ceará cruzou da direita, Sasha cabeceou, e Tiago Cardoso espalmou parcialmente para o lado. William conseguiu bater cruzado no rebote, e Vitinho completou com a barriga para o gol.
Sasha Inter x Santa Cruz (Foto: Ricardo Duarte/Divulgação Inter)Léo Moura e Sasha em Inter x Santa Cruz (Foto: Ricardo Duarte/Divulgação Inter)
Com a vantagem e o domínio das ações, o Inter passou a atacar sem pressa, trocando passes. Enquanto isso, o Santa parecia sem forças de ir à frente. Até que aos 31 surgiu o empate. Vítor fez a jogada pela direita, cortou Vitinho e cruzou na cabeça de Léo Moura, livre na pequena área colorada, que apenas desviou para a rede. Aos 37, João Paulo cobrou falta e Grafite conseguiu mais um cabeceio, dessa vez para fora.
E a situação colorada complicou ainda mais aos 40. Eduardo Henrique, que já tinha cartão amarelo, impediu contra-ataque de Roberto no meio de campo com uma chegada forte, recebeu o segundo e foi expulso. O volante deixou o campo sob vaias da torcida.
Na volta do intervalo, Celso Roth colocou Anderson no lugar de Alex, mas quem assustou primeiro foi o Santa Cruz. João Paulo avançou pelo meio e finalizou perto da trave direita aos três minutos. Vitinho fez boa jogada individual pela esquerda e chutou forte aos seis para Tiago Cardoso espalmar. Aos 18, William mandou de longe, e a bola passou rente à trave esquerda.
Com um homem a mais, o time pernambucano inverteu a estatística da posse de bola e começou a trocar passes na linha de meio-campo. Pior para o Colorado, que perdeu o artilheiro Vitinho aos 24, com lesão no músculo posterior da coxa direita. Três minutos depois, porém, Tiago Cardoso fez milagre ao bloquear William na cara do gol. Na sequência, Sasha marcou de cabeça, mas ele estava adiantado na cobrança de falta de Valdívia.
Aos 37, Keno passou por cima de Paulão e chutou em curva, mas a bola passou à esquerda de Danilo Fernandes. Os colorados fizeram Tiago Cardoso trabalhar de novo aos 39, em cabeçada de Fabinho no ângulo esquerdo. Aos 42, o volante Jadson entrou livre na área colorada, mas finalizou para fora. Com o apito final, o Santa Cruz segue vivo na competição e agora faz o duelo dos desesperados com o América-MG no Recife.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Benede supera Fucsovics e pega Raonic nas oitavas em Istambul

Carreño supera Robredo e faz quartas em Estoril

Raonic derrota Bedene na estreia em Istambul