01/07/2017

Alison/Bruno Schmidt e Pedro Solberg/Guto vão à semi do vôlei de praia na Croácia

O Brasil está mostrando força na chave masculina do Major de Porec, a etapa da Croácia do Circuito Mundial de Vôlei de Praia. Neste sábado, os campeões olímpicos Alison/Bruno Schmidt e a dupla Pedro Solberg/Guto, formada apenas seis meses atrás, venceram seus duelos e avançaram às semifinais da competição.

As duplas do Brasil não se enfrentam na semifinal, apenas em uma eventual disputa de ouro ou bronze. Alison e Bruno Schmidt terão pela frente a reedição da final olímpica contra os italianos Nicolai e Lupo. Em 10 confrontos entre os times, os brasileiros levam a melhor com seis vitórias. Já Pedro Solberg e Guto encaram os russos Oleg Stoyanovskiy e Artem Yarzutkin, no primeiro confronto da história entre as duas equipes.

Alison e Bruno conquistaram a vaga com duas vitórias neste sábado. Nas oitavas de final, triunfo sobre os espanhóis Pablo Herrera e Adrian Gavira por 2 sets a 0, com parcial final alucinante (21/17 e 34/32). Horas mais tarde, nas quartas de final, bateram os norte-americanos Theo Brunner e Casey Patterson por 21/12 e 21/19.

Bruno Schmidt analisou o duelo da semifinal, repetição da decisão olímpica e também de partida da fase de grupos, quando os italianos acabaram levando a melhor. “Enfrentamos os italianos na primeira fase e talvez não tenhamos colocado a pressão máxima naquela partida. Sabemos a maneira como eles atuam, o bloqueador é um atleta diferenciado, não podemos entrar devagar contra eles. A cabeça agora está focada em descansar, recuperar a parte física, e amanhã vamos estudar. Respeitamos muito, estão fazendo um torneio ótimo, mas sabemos que podemos jogar com nossa intensidade em busca dessa vitória”.

Pedro Solberg e Guto conquistaram a vaga na semifinal ao vencerem nas oitavas de final os norte-americanos Phil Dalhausser, campeão olímpico em 2008, e seu parceiro Nick Lucena por 2 sets a 0 (21/10 e 21/17). Nas quartas de final, triunfo sobre os austríacos Doppler e Horst novamente por 2 a 0 (21/15 e 21/16).

FEMININO – Entre as mulheres, nada de medalha. Fernanda Berti e Bárbara Seixas terminaram o Major de Porec na quarta colocação. A parceria acabou superada duas vezes neste sábado, para canadenses e suíças, mas saiu com pontos importantes para o ranking. Foi a melhor dupla brasileira na etapa.

O desempenho foi ainda mais importante pela condição física da bloqueadora brasileira. Fernanda Berti enfrentou uma forte gripe desde o início do torneio, tendo que superar as dificuldades físicas para atuar. Na disputa de bronze, neste sábado, elas foram vencidas pelas suíças Nina Betschart e Tanja Huberli por 2 sets a 0 (21/14 e 21/19).

“Obrigado a todos que torceram por nós, pelo apoio. Fizemos o melhor, mas não conseguimos apresentar nosso melhor voleibol nas partidas de hoje (sábado). Agora vamos trabalhar e nos vemos em Gstaad (Suíça)”, disse Fernanda Berti, que precisou tomar antibióticos na semana.

A quarta colocação em Porec dá 600 pontos às brasileiras no ranking do Circuito Mundial, além de um prêmio de 16 mil dólares. Na semifinal, horas mais cedo neste sábado, as brasileiras haviam sido superadas pelas canadenses Sarah Pavan e Melissa Humana-Paredes por 2 sets a 0 (21/16 e 21/11).

O Brasil contou com cinco duplas na fase de grupos do torneio feminino em Porec. Larissa e Talita ficaram na quinta colocação, Elize Maia/Taiana terminaram em nono lugar, Ágatha/Duda em 17.º e Josi/Lili caíram na fase de grupos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

seja o primeiro a comentar

Braga vence Tondela e entra na zona de classificação para Liga Europa

Quatro jogos deram sequência a sétima rodada do  Campeonato Português , no decorrer do dia desse domingo. Os grandes destaques ficam por co...