Chelsea derrota Tottenham e avança à final da Copa da Inglaterra

O Chelsea está na final da Copa da Inglaterra. Na tarde deste sábado, os líderes da Premier League levaram a melhor no clássico londrino contra o Tottenham e avançaram com vitória por 4 a 2, no estádio de Wembley. O brasileiro Willian foi um dos destaques do duelo, com dois gols no primeiro tempo.
O meio-campista foi responsável por abrir o placar e depois fazer 2 a 1, após Harry Kane ter empatado. Na segunda etapa, Dele Alli voltou a deixar tudo igual para o Tottenham, mas um chute rasteiro de Eden Hazard e outra pancada de Nemanja Matic, ambos de fora da área, selaram a vaga do Chelsea.
Será a 12ª decisão dos Blues, que vão em busca de seu oitavo título - que é justamente o número de taças do Tottenham. Os Spurs, por sua vez, amargam o sétimo revés consecutivo em uma semifinal de Copa da Inglaterra, um novo recorde no quesito - superando seis eliminações do Chelsea.
O outro finalista sairá do confronto entre Arsenal e Manchester City, neste domingo, que correrá a partir de 10h30 (horário de Brasília). A decisão está marcada para o dia 27 de maio.
  • Emoção precoce
Foram precisos apenas três minutos para que o placar fosse aberto em Wembley. Após falta em Pedro, Willian bateu por fora da barreira e surpreendeu o goleiro Hugo Lloris, para fazer o que foi seu nono gol do tipo desde o início da temporada 2015/16, quase metade dos 21 tentos que fez no período.
A resposta do Tottenham, contudo, também foi rápida - e igualmente fruto de bola parada. A defesa do Chelsea até cortou cruzamento após o escanteio, mas Kane aproveitou a segunda bola que foi para a área e mandou para a rede. São 21 gols do atacante em 24 dérbis londrinos desde o início de 2015.
  • Polêmicas
Se não faltaram emoções nos primeiros minutos do jogo, sobraram polêmicas nos últimos da etapa inicial. Em uma delas, aos 42, o juiz marcou pênalti em carrinho de Heung-Min Son em Victor Moses, e Willian voltou a marcar. Em seguida, um lance inusitado: Lloris se atrapalhou e acabou pegando a bola com a mão fora da área. A arbitragem não viu e poupou o goleiro de receber cartão.
  • Foi Dele!
Assim como no primeiro tempo, os minutos iniciais da segunda etapa tiveram as redes balançando. Outro destaque do Tottenham na temporada, Dele Alli recebeu um belo lançamento de Christian Eriksen e finalizou com categoria, sem qualquer chance de defesa para Thibaut Courtois.
  • Pés afiados
Ainda que o Tottenham ficasse mais com a bola, o Chelsea foi letal para definir sua classificação. Aos 29 minutos do segundo tempo, Hazard aproveitou rebote de escanteio e emendou chute rasteiro, no canto, sem chance para Lloris. Quando a vaga já estava próxima, foi Matic quem soltou o pé de fora da área, em um chutaço que morreu no ângulo da meta do Tottenham, para definir a vitória.

Comentários

Postagens mais visitadas