11/12/2016

Nacional vence Tondela por 3 a 2 e deixa o Z-2

Dois gols contra de Kaká permitiram hoje ao Nacional recuperar de dois tentos de desvantagem e bater em casa o Tondela por 3-2, em encontro da 13.ª jornada da Primeira Liga.

Wagner, aos 23 minutos, e Miguel Cardoso, aos 30, colocaram os forasteiros a vencer por 2-0, mas, na segunda parte, dois lances infelizes de Kaká, aos 62 e 89, e um tento de César, aos 65, selaram a reviravolta dos insulares.

O conjunto de Manuel Machado terminou, assim, com uma série de seis jogos sem ganhar (dois empates e quatro derrotas) e entregou a lanterna-vermelha ao Tondela, que sofreu a quarta derrota nos últimos cinco jogos.

A jogarem sobre ‘brasas', os ilhéus tinham por obrigação vencer a partida, mas ainda antes de o jogo começar, perderam o argelino Hamzaoui, que se lesionou durante o aquecimento, dando lugar ao jovem médio, Jota.

A ansiedade apoderou-se da equipa da Choupana que, ao longo da primeira parte, acusou a responsabilidade e, num curto espaço de tempo, sofreu dois golos.

O primeiro aconteceu aos 23 minutos, num lance rápido, com execução perfeita de Wagner, após uma série de ressaltos e o segundo aos 30, com Miguel Cardoso a concretizar um novo lance rápido, com um remate forte e direcionado à entrada da área.

Na segunda parte, tudo mudou para os insulares e, aos 55 minutos, Nélson Bonilla lançou o primeiro aviso à defesa contrária, mas a bola foi contra David Bruno, que evitou o pior para a sua equipa.

Com a entrada de Willyan, o Nacional ganhou ainda mais consistência e dinâmica ofensiva, com o brasileiro a rematar com perigo, logo após a sua entrada em campo, mas com a bola a sair ao lado da baliza defendida por Cláudio Ramos.

Aos 63 minutos, Kaká saltou na área para fazer o corte, após um cruzamento de Salvador Agra, mas acabou por desviar para a própria baliza, relançando a equipa da casa.

Apenas dois minutos volvidos, César combinou bem com Nélson Bonilla e apontou o golo da igualdade, com um colocado remate de pé esquerdo, à entrada da área.

Num relvado casa vez em pior estado, devido à chuva, o Nacional chegou à vantagem, aos 89 minutos, após nova infelicidade de Kaká, que após remate de Nélson Bonilla, desviou a bola, de novo, para dentro da sua baliza.

Até final, o Tondela ainda tentou resgatar, pelo menos, um ponto, que lhe permitiria não cair no último lugar, mas o Nacional logrou segurar a preciosa vantagem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

seja o primeiro a comentar

Braga vence Tondela e entra na zona de classificação para Liga Europa

Quatro jogos deram sequência a sétima rodada do  Campeonato Português , no decorrer do dia desse domingo. Os grandes destaques ficam por co...