Braga vence Sporting e assume a 3ª posição no Campeonato português

O Sporting de Braga impôs hoje ao Sporting a primeira derrota em Alvalade para a Primeira Liga, com uma traição do antigo ‘leão’ Wilson Eduardo (0-1), e ascendeu ao terceiro lugar, a seis pontos do líder Benfica.

Entre os dois, na segunda posição, segue o FC Porto, a quatro pontos do Benfica, que na segunda-feira recebe o Desportivo de Chaves, no encerramento da 14.ª jornada, mas que passará a somar mais um jogo por ter antecipado a 15.ª ronda com uma vitória sobre o Marítimo (2-1).

O treinador interino Abel Ferreira, que substituiu o demitido José Peseiro, entrega a equipa do Sporting de Braga a Jorge Simão (ex-Desportivo de Chaves) com uma vitória em Alvalade e com a conquista do terceiro lugar da I Liga.

O Sporting não só caiu do terceiro para o quarto lugar, agora a oito pontos do Benfica, como ‘ganhou’ a companhia do Vitória de Guimarães, que ocupa o quinto lugar com os mesmos 27 pontos dos ‘leões’.

No ‘duelo’ de Vitórias, o de Guimarães, a jogar em casa, levou a melhor sobre o de Setúbal, por 3-1, com golos de João Pedro (32 minutos), Raphinha (72) e Hernâni (79). Edinho, aos 70 minutos, marcou para os sadinos.

Os vimaranenses, que apenas perderam um dos últimos 10 encontros, ocupam o quinto posto, com 27 pontos, os mesmos do Sporting (quarto) e a dois do Sporting de Braga (terceiro), enquanto o Vitória de Setúbal é 11.º, com 16.

O Rio Ave aproximou-se dos lugares europeus ao vencer na receção ao Nacional, por 2-1, numa partida marcada pelo terceiro autogolo no campeonato do egípcio Aly Ghazal, que deixou a equipa insular em desvantagem aos 48 minutos (1-0).

Dois minutos depois, aos 50, o croata Krovinovic ampliou a vantagem dos vila-condenses para 2-0, tendo ainda o Nacional reduzido para a diferença mínima de 2-1 pelo brasileiro Willyan, aos 72.

O Rio Ave, que desde que o técnico Luís Castro assumiu o comando, somou o quarto triunfo consecutivo, ocupa o sexto lugar, com 23 pontos, enquanto o Nacional permanece no 15.º posto, com os mesmos 11 pontos de Moreirense (16.º) e Feirense (17.º).

O lanterna-vermelha Tondela deixou escapar os três pontos da vitória na receção ao Boavista, permitindo o empate a dois minutos dos 90, pelo brasileiro Anderson Carvalho, depois da vantagem conquistada pelo russo Vitali Lystcov aos 45 minutos.

Com este resultado, de sabor amargo para a equipa da casa e doce para a formação ‘axadrezada’, o Tondela, que vinha de duas derrotas consecutivas, continua na última posição, agora com 10 pontos, enquanto o Boavista segue no 14.º lugar, com 14.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

San José busca empate com Oriente Petrolero e divide a liderança com o Bolívar

Benede supera Fucsovics e pega Raonic nas oitavas em Istambul