Rogerinho vence Bolelli e faz final em Santiago

Rogério Dutra Silva garantiu vaga na vigésima final de challenger de sua carreira. O paulista de 33 anos e 85º do ranking avançou no saibro da capital chilena com vitória por 6/4 e 6/2 sobre o italiano Simone Bolelli nesta sexta-feira.

Rogerinho está em busca de seu nono título de challenger, sendo que o último foi em maio do ano passado na cidade francesa de Bordeaux. Sete de seus oito troféus deste porte foram em quadras de saibro.

A campanha está rendendo 48 pontos, mas Rogerinho tem 55 a descontar na próxima atualização do ranking, que será em 20 de março. Atual 85º colocado, o paulista está a três posições de igualar seu melhor ranking e receberia 80 pontos em caso de título, fazendo-o superar seu recorde pessoal.

Havia possibilidade de uma final brasileira, o que não acontece em um challenger desde 2012, no saibro colombiano de Cali. Entretanto, o gaúcho Guilherme Clezar não entrou em quadra para disputar a semifinal contra o chileno Nicolas Jarry, por conta de um incômodo na planta do pé esquerdo.

O único duelo anterior de Rogerinho contra Jarry, atual 249º do ranking aos 21 anos, foi vencido pelo jovem chileno, também no saibro de Santiago em 2015. Na ocasião, o paulista era apenas 337º do mundo e fazia apenas o terceiro torneio depois de um período de cinco meses sem jogar.

Ainda nesta sexta-feira, o gaúcho de 19 anos Orlando Luz e o paulista de 20 anos Marcelo Zormann fizeram bom jogo e perderam nos detalhes a semifinal de duplas. A jovem parceria brasileira parou nos chilenos Nicolas Jarry e Marcelo Barrios, por 6/7 (6-8), 7/5 e 10-7.

Rogerio Silva

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

San José busca empate com Oriente Petrolero e divide a liderança com o Bolívar

Benede supera Fucsovics e pega Raonic nas oitavas em Istambul