05/11/2016

Flamengo empata com Botafogo e dá chance para Palmeiras disparar na liderança

O Flamengo corre risco de ficar mais distante da briga pelo título do Campeonato Brasileiro. Neste sábado, o time rubro-negro parou na boa marcação do Botafogo e empatou por 0 a 0 no Estádio do Maracanã. Por isso o time alcançou os 63 pontos e até diminuiu a vantagem para o Palmeiras provisoriamente, mas o líder da competição ainda entrará em campo nesta rodada e, se vencer o Internacional no Allianz Parque, chegará aos 70 pontos e portanto abrirá sete de vantagem na ponta, faltando quatro rodadas para o final. Além disso, Santos e Atlético-MG ainda podem superar o Flamengo na tabela se vencerem suas partidas contra Ponte Preta 

Desde o começo do 1º tempo, o Flamengo tomou mais iniciativa, controlou o jogo com um bom toque de bola, mas nem sempre com objetividade. Criou poucas chances de gol e falhou nas finalizações, então Sidão só teve que fazer uma defesa difícil. O Botafogo ficou recuado para esperar contra-ataques e conseguiu marcar bem, o que equilibrou o jogo, mas não encaixou boas jogadas na frente. 

Esse cenário mudou no 2º tempo, quando o Botafogo teve chances de gol com Neilton - em apenas 10 segundos de bola rolando -, Pimpão e Camilo, mas nenhuma foi bem aproveitada. Nos minutos finais, a correria tomou conta do jogo, foram criadas chances de gol, mas ninguém mostrou eficiência na frente do gol. 

Na próxima rodada o Flamengo, que completou quatro jogos seguidos sem vencer, vai enfrentar o América-MG fora de casa. Já o Botafogo, sem perder há sete partidas, enfrentará a Chapecoense em casa. Os dois jogos serão na quarta-feira, mas o time alvinegro entrará em campo às 19h30 (de Brasília), enquanto o rubro-negro atuará às 21h45.

Terceiro empate em 2016
Flamengo e Botafogo empataram todos clássicos que disputaram no ano. Os jogos anteriores terminaram 2 a 2 e 3 a 3.

Quem foi bem: Diego
Durante o 1º tempo, Diego participou das principais jogadas do Flamengo. Com apenas 1min, ele já arriscou um chute perigoso que foi para fora. Aos 19min, deu lindo passe por cima para Guerrero, que chutou de primeira, mas mandou a bola para longe. Aos 37min, surgiu a melhor oportunidade em um contra-ataque iniciado por Rafael Vaz após um belo drible em Airton. Diego recebeu a bola dentro da área, girou e chutou bem, mas Sidão defendeu em dois tempos. Aos 43min, o meia ainda acertou outro chute de longa distância que passou perto do gol. No começo do 2º tempo, ele cobrou uma falta perigosa, mas depois caiu de produção.

Quem foi mal: Fernandinho e Gabriel
A dupla de pontas do Flamengo pouco produziu em campo e irritou a torcida no Maracanã com muitos erros em jogadas simples. Não foi à toa que ambos saíram substituídos no 2º tempo por Marcelo Cirino e Emerson Sheik.

Show de dribles
O 1º tempo não foi bom para o Botafogo, mas pelo menos o time comemorou duas belas canetas: primeiro Airton colocou a bola entre as pernas de Fernandinho e depois Victor Luis fez o mesmo com Diego. Em compensação, aos 46min do 1º tempo, o lateral esquerdo do Flamengo, Jorge, deu dois chapéus seguidos em Camilo.

Por medida de segurança, o Gepe (Grupamento Especial de Policiamento em Estádios) isolou o Setor Sul do Maracanã. A iniciativa deixou um clarão nas arquibancadas e foi bastante criticada pelos torcedores do Flamengo nas redes sociais. A PM alegou que por se tratar de um clássico regional não seria aconselhável rubro-negros e alvinegros - mesmo com carga de ingressos para visitantes - dividirem o mesmo acesso.

Demora nas substituições
Apesar do resultado de 0 a 0, os dois técnicos demoraram para mexer no time e só fizeram substituições depois da metade do 2º tempo. A primeira troca, feita por Zé Ricardo, foi aos 26min, quando ele tirou Gabriel e colocou Marcelo Cirino.

Problema na zaga
Réver e Rafael Vaz levaram cartões amarelos e estão suspensos para o próximo jogo, contra o América-MG. Juan e Donatti devem ser os substitutos. No Botafogo o desfalque será Sassá, que saiu do banco, quase se envolveu em uma confusão no final e por isso também levou o terceiro amarelo.

Discussão no fim do jogo
No geral o jogo foi tranquilo, mas nos acréscimos uma discussão entre Sheik e Carli esquentou o clima em campo. O atacante entrou com o pé alto em uma dividida e irritou o argentino, mas depois de muitos empurrões, ele pediu desculpas. 

Ficha técnica FLAMENGO X BOTAFOGO

Data/hora: 05/11/2016, às 17h (de Brasília)
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)
Auxiliares: Kleber Lucio Gil (SC) e Fabricio Vilarinho da Silva (GO)
Cartões amarelos: Airton (BOT), Réver (FLA), Victor Luis (BOT), Rafael Vaz (FLA), Sassá (BOT), Emerson (FLA)

Flamengo
Alex Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz e Jorge; Márcio Araújo, Willian Arão (Leandro Damião) e Diego; Gabriel (Marcelo Cirino), Fernandinho (Emerson) e Guerrero
Técnico: Zé Ricardo

Botafogo
Sidão; Alemão, Joel Carli, Emerson e Victor Luís (Gervasio Nuñez); Airton (Diogo Barbosa), Rodrigo Lindoso, Bruno Silva e Camilo; Neilton (Sassá) e Rodrigo Pimpão
Técnico: Jair Ventura

Quer receber notícias do Flamengo e do Botafogo de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

seja o primeiro a comentar

Paraná vence o CRB e conquista acesso para a Série A

Garantido na Série B do Campeonato Brasileiro, o CRB perdeu para o Paraná por 1 a 0 na tarde deste sábado (18), no Estádio Rei Pelé, em Ma...