CRB derrota o Joinville em casa por 2 a 1 e se aproxima do G4

O CRB ainda sonha em disputar a primeira divisão do Campeonato Brasileiro. Neste sábado, a equipe alagoana recebeu o Joinville, no Estádio Rei Pelé, em jogo que encerrou a 32ª rodada da Série B, e conquistou uma importante vitória pelo placar de 2 a 1.

Com o resultado, o Galo da Praia chegou à sétima posição na tabela, com 49 pontos, e voltou a encostar no G4, estando a três pontos do quarto colocado, o Londrina. Já o JEC segue em situação difícil na zona de rebaixamento, permanecendo na 18ª colocação, com 29 pontos, e a cinco do Oeste, primeiro time fora da degola.

A partida se iniciou com o CRB tomando um susto, já que Jael colocou o Joinville em vantagem em cobrança de falta aos 16 minutos. No entanto, os mandantes reagiram e viraram o placar com dois gols de Neto Baiano. O primeiro, aos 41 do primeiro tempo, ocorreu após falha defensiva do JEC. Já o segundo veio em cobrança de pênalti aos quatro da segunda etapa. Com o placar favorável, o Galo da Praia apenas segurou a vantagem no restante da partida e conquistou um importante triunfo para a sua trajetória na reta final da Série B.

O CRB volta à campo pela Série B na próxima terça-feira, quando visita o Goiás, às 21h30(de Brasília), no Estádio Serra Dourada. Já o JEC atuará apenas na sexta-feira, às 21h30(de Brasília), recebendo o Brasil de Pelotas, na Arena Joinville.

O jogo – A partida teve início extremamente movimentada e com os dois times buscando o gol. No entanto, somente o Joinville conseguiu ser efetivo e sair na frente. Aos 16 minutos, Jael cobrou falta com perfeição, sem chances para o goleiro Juliano, e colocou os visitantes em vantagem.

Logo na sequência, o CRB teve uma chance incrível para empatar. Aos 18 minutos, Adalberto aproveitou sobra do goleiro Jhonatan e chutou. Bem colocado, o zagueiro Rafael Donato tirou a bola em cima da linha e evitou o gol dos mandantes.

Nos minutos seguintes, a partida seguiu sem grandes chances. Com isso, ganhou destaque alguns pedidos de falta do CRB, inclusive a reclamação de um pênalti em Matheus Galdezani.

Após a escassez de chances criadas, o CRB voltou a pressionar nos minutos finais da primeira etapa. Aos 35, Adalberto aproveitou cruzamento rasteiro e finalizou para boa defesa de Jhonatan.

Aos 41 minutos, porém, o goleiro do JEC nada pôde fazer. Após bobeira da defesa dos visitantes, o atacante Neto Baiano recebeu dentro da área e bateu firme para deixar tudo igual antes do intervalo.

O CRB voltou com tudo para o segundo tempo e não deu chances para o Joinville. Logo aos três minutos, Neto Baiano foi derrubado pelo goleiro Jhonatan dentro da área e o árbitro marcou pênalti. O próprio atacante foi para a cobrança e chutou forte rasteiro para balançar as redes e fazer o segundo dele e do Galo da Praia na partida.

Na sequência, os mandantes seguiram pressionando mesmo após o gol. Aos sete, Roger Gaúcho acertou finalização rasteira e obrigou Jhonatan a mandar para escanteio.

Os minutos seguintes foram de poucas chances, já que o CRB administrava a vantagem e o JEC não apresentava força de criação. Com isso, a partida deu lugar às substituições, como a do goleiro Juliano, que sentiu uma lesão.

Nos minutos finais, o JEC seguiu sem criar chances e o CRB só administrava o placar, ainda conseguindo criar algumas chances. Com isso, o Galo da Praia não teve dificuldades para segurar a impontante vitória para se manter na briga pelo acesso.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Benede supera Fucsovics e pega Raonic nas oitavas em Istambul

Carreño supera Robredo e faz quartas em Estoril

Raonic derrota Bedene na estreia em Istambul