Santos vence a Ponte Preta de virada e segue sonhando com título

O Santos segue sonhando com o título brasileiro. O time da Baixada venceu a Ponte Preta por 2 a 1, de virada, neste domingo, no Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), e torce por tropeços do Palmeiras para ter chances de brigar pela primeira colocação.
Com a vitória, o time de Dorival Júnior chega a 64 pontos, ultrapassando o Flamengo, que empatou com o Botafogo por 0 a 0 no sábado, e assumindo a vice-liderança do Brasileirão. O líder Palmeiras tem três pontos a mais e entra em campo ainda neste domingo contra o Internacional, no Allianz Parque, em São Paulo (SP).
A Ponte Preta, por sua vez, segue com 45 pontos e se complica na briga por uma vaga no G6. O time campineiro está seis pontos abaixo do Atlético-PR, que começou a rodada na sexta posição, e perdeu boa oportunidade de se aproximar da disputa por uma vaga na próxima Libertadores.
PROTESTO NA CAMISA
Os jogadores do Santos entraram em campo com uma mensagem de protesto. Insatisfeito com a mudança no horário do jogo, que estava marcado para sábado às 21 horas e foi transferido para a manhã deste domingo, o time visitante jogou com os dizeres “Faltou Respeito” estampados nas costas da camisa de cada atleta.

PONTE NA FRENTE
O Santos começou melhor, mas não conseguia transformar a superioridade na posse de bola em chances de gol. Aos poucos, a Ponte Preta foi se soltando e surpreendeu em um rápido contra-ataque. Wendel foi lançado na área e o zagueiro David Braz chegou atrasado derrubando o adversário e cometendo pênalti. William Pottker cobrou bem e abriu o placar para os mandantes aos 21 minutos.
A equipe da Baixada sentiu o gol e não conseguiu mais reproduzir o bom futebol dos primeiros minutos de partida. Sob um Sol forte em Campinas, os dois time mostraram desgaste físico e o jogo caiu de rendimento até o intervalo.
VIRADA DO PEIXE
A resposta santista só veio no segundo tempo. Aos oito minutos, Ricardo Oliveira chegou a balançar as redes, mas a jogada já estava parada com a marcação de um impedimento de Copete. Na sequência, o atacante colombiano teve boa chance para finalizar após cobrança de escanteio, mas bateu para fora.
De tanto insistir, o Santos chegou ao empate aos 21 minutos. Copete serviu Léo Cittadini e o meia, em seu primeiro lance após entrar no lugar de Vitor Bueno, bateu cruzado. Aranha deu rebote e Ricardo Oliveira concluiu para o fundo do gol.
Após o gol, a pressão santista cresceu ainda mais, com direto a cabeçada de Copete no travessão e gol incrível perdido por David Braz. O time visitante seguiu dominando a partida e chegando ao ataque com perigo até os 43 minutos, quando Léo Cittadini recebeu pela direita e serviu Copete, que dessa vez não teve trabalho para completar contra o gol vazio e garantir a vitória santista de virada.
PRÓXIMOS JOGOS
As duas equipes só voltam a campo na quinta-feira, dia 17 de novembro, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Santos recebe o Vitória na Vila Belmiro e a Ponte Preta visita o Internacional no Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).

Comentários

Postagens mais visitadas